Funcionários promovidos desde 2018 não vão recuperar tempo de serviço

António Cotrim / Lusa

Os trabalhadores das carreiras especiais – nomeadamente militares e magistrados – que tenham tido uma promoção desde janeiro de 2018 não vão recuperar qualquer tempo de serviço, dita o diploma do Governo que foi promulgado pelo Presidente da República e que entra esta terça-feira em vigor.

Esta notícia é avançada esta terça-feira pelo Jornal de Negócios. “Aos trabalhadores que, após o dia 1 de janeiro de 2018, tenham alteração do seu escalão ou posicionamento remuneratório, em resultado de promoção, não é contabilizado o período de tempo de serviço previsto no artigo anterior”, lê-se no diploma.

Além disso, o decreto-lei também confirma que ninguém recupera mais de 50% dos últimos sete anos anos de congelamento.

A versão final do decreto-lei para a recuperação do tempo de serviço é mais drástica do que as versões preliminares que chegaram às mãos dos sindicatos, há dois meses. Nestas, estava previsto que qualquer promoção diminuísse o tempo a recuperar, uma vez que só seria considerado o tempo desde essa data.

Em declarações ao Jornal de Negócios, César Nogueira, da Associação dos Profissionais da Guarda (GNR), disse considerar que todo o diploma é negativo, mas que esta norma vai ajudar a evitar “sobreposições”.

Questionado pelo jornal, o Ministério das Finanças não esclareceu quantas pessoas tiveram promoções desde o início de 2018.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A questão do descongelamento do tempo de serviço nas carreiras da função pública nunca foi de todo pacífica, tendo a dos professores a que mais tinta tem feito correr, como se sabe. O governo tratou do problema preferindo dar a ideia de que a equidade tinha de estar em linha de conta em relação a todo o funcionalismo e, sobretudo, tentar ficar bem visto ante uma opinião pública que, à margem do problema, acaba por lhe dar razão, apoiando-se em comparações, em comparações sem sentido por não poderem ser justificadas.
    Parece ter havido e continuar a haver falta de honestidade política em todo o processo, com habilidades nem sempre toleráveis para quem acabe por ver frustradas as expectativas de ter direito aos seus direitos.
    No caso dos professores, é de lembrar a treta dos 70% a que o governo se agarrou para levar a “sua” por diante, atirando areia para os olhos da opinião pública, e de também de perguntar o que é que esses 70%, arrancados a ferros ao módulo de progressão das carreiras gerais, têm que ver com o tempo descongelado dos professores? É que se o tempo a descongelar é de 9 anos, 4 meses e 2 dias, o tempo agora efectivamente descongelado de 2 anos, 9 meses e 18 dias corresponde apenas a pouco menos de 23% do total a descongelar.
    Que contas fez e faz o governo?
    Por fim, com o diploma cá fora, verifica-se mais uma rasteira em relação a todas as carreiras. Com que então, quem estava às portas de mudar de escalão ou tenha sido “promovido” (não estou a ver em que possam ter consistido essas promoções) perde o direito ao tão propalado descongelamento. A propósito de quê, é de perguntar.
    Fica-se com a impressão que tudo não tem passado de trafulhice. Enfim, é o que temos. Mas ninguém pense que há por aí melhor.

RESPONDER

Trabalhadores dos Registos em greve a 26, 27 e 28 de dezembro

O Sindicato Nacional de Registos vai estar em greve contra o decreto-lei aprovado pelo Governo, acusando Marcelo Rebelo de Sousa de não ter tido "sensibilidade na análise do diploma do sistema remuneratório". O Sindicato Nacional de …

Artistas exigem 1% do Orçamento do Estado para a Cultura

Mais de 300 artistas concentrados esta terça-feira em frente ao Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, exigiram um valor imediato de 1% do Orçamento do Estado para a Cultura, em 2020. O protesto, convocado pela …

Depois do Idai, ainda há carência de comida e água potável

São milhares os desalojados que, após o ciclone Idai, continuam sem acesso a água potável. Além disso, a necessidade de comida mantém-se em níveis inalterados. Os dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM), patentes no …

Há mulheres-polícia que recebem menos quando estão grávidas

De acordo com um relatório sobre as iniquidades de género dentro da Polícia de Segurança Pública (PSP), ao qual a revista Sábado teve acesso, há mulheres-polícia que recebem menos quando ficam grávidas. Segundo o inquérito realizado …

França. Governo adia entrada em vigor das novas pensões

O novo sistema universal de pensões em França vai abranger apenas as gerações nascidas a partir de 1975 e só terá nova formulação, através de pontos, a partir de 2025. O novo sistema universal de pensões …

Greta Thunberg é a "Personalidade do Ano" da revista Time

Greta Thunberg é a “Personalidade do Ano” mais jovem alguma vez escolhida pela revista Time. A capa da edição de 23 de dezembro foi divulgada esta quarta-feira. A revista norte-americana Time elegeu a ativista climática sueca …

Erupção do Whakaari. Nova Zelândia encomendou 120 metros quadrados de pele para tratar os feridos

A Nova Zelândia já encomendou 120 metros quadrados de pele humana aos Estados Unidos para tratar os 30 feridos do vulcão Whakaari, na Ilha Branca. Cirurgiões neozelandeses têm trabalhado sem parar dado o número de queimados …

Entidade Reguladora da Saúde diz que fez tudo o que devia no caso do bebé sem rosto

Esta quarta-feira, a presidente da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) considerou que o regulador fez tudo o que devia ter feito no caso do bebé que nasceu em Setúbal com malformações graves não detetadas as …

Legislação não impede que animais selvagens sejam vendidos a circos estrangeiros

A nova lei de proteção a animais selvagens não impede que estes sejam vendidos e continuem a ser usados em circos estrangeiros. Animais como camelos, cães e cavalos continuam a poder ser usados. A lei de …

Oito migrantes do norte de África desembarcam na praia de Monte Gordo

Oito migrantes oriundos do norte de África foram detidos na manhã desta quarta-feira pela Polícia Marítima, depois de desembarcarem em Monte Gordo, no Algarve. Oito migrantes foram detidos na manhã desta quarta-feira pela Polícia Marítima em …