França espera mais atentados nos próximos dias

Malte Christians / EPA

Soldados franceses em patrulha junto à Torre Eiffel, em Paris

Portas arrombadas durante a noite e buscas sem mandado judicial são agora o pão nosso de cada dia das forças policiais francesas, enquanto a França prossegue em estado de emergência e à espera de mais atentados terroristas.

Os ataques do passado dia 13 de Novembro mantêm Paris – e a França na totalidade – em estado de alerta, até porque o receio de novos actos de terrorismo prossegue.

“Sabemos que há operações que foram preparadas e estão ainda a ser preparadas, não apenas contra a França mas contra outros países europeus também”, alerta o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, em entrevista à rádio belga RTL.

Valls evidencia que estes podem ocorrer “nos próximos dias, nas próximas semanas”, anunciando também que os serviços secretos franceses evitaram, nos últimos meses, cinco ataques terroristas.

David Cameron, o primeiro-ministro britânico, tinha dito, na segunda-feira, que as autoridades do seu país tinham impedido sete atentados.

Perante estes dados, a França prossegue em estado de emergência, um mecanismo judicial que permite buscas sem mandato, entre outras possibilidades que facilitem o trabalho da polícia.

A ideia do governo francês é que este estado de emergência dure durante, pelo menos, três meses, conforme noticia o jornal francês Le Monde.

Portas arrombadas durante a noite e armas de guerra apreendidas

Só na madrugada desta terça-feira, a polícia francesa realizou 128 rusgas, disse à rádio France Info o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve.

Na segunda-feira, as autoridades francesas realizaram 23 detenções e apreenderam 31 armas, incluindo um lança-foguetes e uma espingarda automática Kalashnikov idêntica à que os terroristas usaram nos ataques de sexta-feira, em rusgas feitas em diversos pontos do país.

Durante a última noite, a aviação francesa voltou também a bombardear o principal reduto do Estado Islâmico na Síria, em Raqa.

Estas buscas policiais estendem-se à vizinha Bélgica, onde viviam alguns dos terroristas envolvidos nos ataques e onde as autoridades têm procurado um dos implicados que continua em fuga.

Entretanto, o jogo de futebol Bélgica-Espanha foi cancelado, por razões de segurança, mas o Inglaterra-França vai mesmo realizar-se, nesta terça-feira à noite, no Estádio de Wembley.

Os atentados de Paris foram reivindicados pelo grupo extremista que se auto-designa Estado Islâmico.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente, em nome da paz, a privacidade torna-se um luxo. E em nome da segurança, a Europa caminha rapidamente para um fascismo escondido na palavra democracia. As pessoas desconfiam cada vez mais umas das outras, e a insanidade continua a aumentar. E poucos olham para a verdadeira causa de tudo isto, a qual não está no terrorismo, mas nas políticas que os permitiriam entrar na Europa. Hitler não podia imaginar um fascismo mais perfeito que este. E entretanto, a pergunta principal fica por esclarecer: Como é que tantas Kalashnikov entram na Europa, inclusive num TGV com direcção a Paris?

  2. Se tiverem que investigar a casa de cada islâmico que habita em França ainda serão uns vários milhões de portas a arrombar, a idiotice destas democracias europeias plenas de liberdade e faltas de respeito e responsabilidade ainda nos hão-de conduzir a ditaduras.

  3. é estranho a França estar com esta exagerada ação militar, a sua tentativa de accionar a clausula do tratado de Lisboa para justificar este e outros motivos bélicos carece de concenço do parlamento europeu.
    Todos estamos de luto, porém, cuidado nas ações que tomamos com a cabeça quente dos acontecimentos, é compreensível, mas será legal?! Do pouquíssimo que aos cidadãos fora dado a conhecer deste tratado, considero que a França não tem legitimidade para fazer o que está belicamente a fazer. E na minha humilde opinião, com este tipo de ações está a piorar a situação de todos aqueles que já não aguentam o autoproclamado estado islâmico. Que é exatamente o que os radicais pretendem do ocidente que o “darwinismo” de quem não aceita as suas condições seja imposto por terceiros… e com esta chacina… angariar mais elementos para a sua organização. reparem no sucedido no USA. Eles aprenderam com o Bush filho. Holland parece que desconhece os seculos de história deste continente chamado de velho por alguma razão. Alguém esfrie aquela cabeça,antes que nos condene a todos por algo de que somos inocentes…
    Obrigado por lerem esta humilde opinião.
    Boas festas

  4. “fascismos escondido…”? Que estupidez voluntária!
    Perante a barbárie e contra o terrorismo a “ingenuidade” da democracia tem forma de eliminar os ratos do estado de direito democrático – Estado de emergência já e pelo tempo que for necessário.
    Não serão trios de energúmenos fanáticos alienados por elites politico-militares em processo de vingança por lhes terem cortado os privilégios de décadas a coberto do partido Bas do Sadam, que hão de vergar as democracias Europeias. O estado de emergência, antes da guerra, protege a democracia…

RESPONDER

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Joshua Wong e outros dois ativistas condenados a penas de prisão

Joshua Wong e outros dois ativistas do movimento pró-democracia em Hong Kong foram condenados, esta quarta-feira, a penas de prisão por participarem numa manifestação ilegal contra o Governo da região administrativa em junho de 2019. Os …

Departamento de Justiça nos EUA investiga alegado esquema de "dinheiro por indultos" na Casa Branca

O Departamento da Justiça dos Estados Unidos está a investigar possíveis subornos em troca de indultos presidenciais na Casa Branca. De acordo com documentos judiciais a que a agência Reuters teve acesso, o Departamento da Justiça …

Confinamento, covid-19, discriminação. Eis as 10 candidatas a Palavra do Ano de 2020

A Porto Editora revelou esta terça-feira as dez candidatas a Palavra do Ano de 2020. Este ano, a iniciativa lançada em 2009 decorre, pela primeira vez, em simultâneo com Angola e Moçambique. De acordo com o …

Mais mortes e menos nascimentos. Portugal está com o maior saldo natural negativo do século

Como avança o Público esta quarta-feira, há 12 anos consecutivos que há mais mortes do que nascimentos em Portugal, mas este ano o país a bateu o recorde do saldo natural negativo. Desde 2009 que o …

"Não há plano B". Costa deixa avisos e recados a Hungria e Polónia

O primeiro-ministro português, António Costa, alertou, em Bruxelas, que não há um plano B ao bloqueio na aprovação do orçamento da União Europeia (UE) e do novo Fundo de Recuperação criado para responder à pandemia, …

Santos deu "nega" ao Benfica e Lucas Veríssimo ameaçou não jogar

O Conselho Fiscal do Santos "negou" a transferência de Lucas Veríssimo para o SL Benfica. O jogador ameaçou mesmo não entrar em campo contra o LDU Quito, na noite passada. O Conselho Fiscal do Santos emitiu …

Governo britânico substitui confinamento por restrições (com oposição interna no Partido Conservador)

Boris Johnson conseguiu ver aprovado o novo plano de restrições. Dos votos contra, 56 foram de deputados conservadores e 16 de deputados do Partido Trabalhista. O Governo britânico conseguiu ver aprovado o novo plano de restrições …

Sporting tem sete jogadores na porta de saída e outro para trazer Matheus Reis

O Sporting CP quer livrar-se de sete jogadores excedentários que estão a treinar com a equipa B. O clube quer também trazer Matheus Reis já neste mercado de inverno. Aproxima-se o mercado de inverno e o …

Sindicato acusa TAP de manipulação e diz que não há "trabalhadores a mais"

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) acusou a TAP de “manipulação, falta de ética e desonestidade” e defendeu que a empresa não tem “trabalhadores a mais” e deve procurar os “sorvedouros de …