Fosun rejeita pagar mais pelo Novo Banco

Fosun

Guo Guangchang, chairman do grupo chinês Fosun

Guo Guangchang, chairman do grupo chinês Fosun

Depois do acordo falhado com a Anbang, é a vez dos chineses da Fosun voltarem à mesa de negociações.

Um grupo de técnicos e assessores financeiros da Fosun deve chegar entre esta quinta e sexta-feira à capital para auxiliar nas negociações com o Banco de Portugal, apurou o Diário Económico.

O grupo não quer subir o preço da oferta, que está ligeiramente acima dos 2 mil milhões de euros, porque os riscos são elevados, segundo o auditor PricewaterhouseCoopers no parecer às contas semestrais do banco.

Este valor está abaixo da proposta de 2,5 mil milhões de euros da Anbang, posteriormente recusada pelo Banco de Portugal, valor no qual se acrescentava ainda um capital de mil milhões.

Embora não queira subir a oferta, a Fosun está disponível para rever as condições da sua oferta abrindo a porta, por exemplo, a uma dispersão em bolsa do Novo Banco, que poderia ser utilizada para reembolsar mais rapidamente o Fundo de Resolução e cobrir uma parte do prejuízo que este deverá ter com o “banco bom”.

Já o Banco de Portugal quer apostar na negociação direta com a Fosun para conseguir convencê-la a subir o preço, até porque o grupo já controla a seguradora Fidelidade, da qual poderá extrair sinergias com a operação.

De acordo com o Económico, a equipa técnica é composta por elementos da Fosun e por quadros da KPMG e do Morgan Stanley, assessores financeiros que apoiam o grupo chinês nesta operação.

Já a assessoria jurídica está a cargo da portuguesa ABBC, escritório de advogados que já apoiou o grupo, em 2013, na compra da Caixa Seguros.

Numa altura em que cada vez surgem mais dúvidas sobre a venda do Novo Banco, o presidente Guo Guangchang e outros membros de topo só vêm a Portugal, caso estas primeiras negociações, que devem arrancar nos próximos dias, decorram de forma favorável.

Caso não seja vendido, a solução para o Novo Banco passa por um plano de reestruturação e por um aumento de capital por via de novos empréstimos do Estado ou da banca ao Fundo de Resolução, conclui o Económico.

Neste panorama, a instituição fica na posse do Fundo de Resolução, no máximo, até 2019. O Fundo de Resolução entrou com 4900 milhões de euros para criar o Novo Banco. Deste valor, 3900 milhões foram concedidos pelo Estado e os restantes foram emprestados pelos bancos.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …