FMI não vai permitir que Grécia falhe pagamentos

International Monetary Fund / Flickr

Christine Lagarde, diretora-geral do FMI

Christine Lagarde, diretora-geral do FMI

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, avisou hoje que não vai permitir que a Grécia falhe o pagamento de uma prestação do empréstimo, fechando assim a porta a uma eventual margem de manobra para o Governo grego.

“Nunca tivemos uma economia desenvolvida a pedir uma coisa desse tipo, uma falha do pagamento” das prestações do empréstimo, afirmou Christine Lagarde numa entrevista divulgada hoje pela agência financeira Bloomberg. “Espero que esse não seja o caso da Grécia. Não teria o meu apoio”, sublinhou.

No início de maio, Atenas disse aos credores que poderia ficar sem dinheiro e falhar o reembolso de parte do empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo fontes ligadas ao processo citadas pela Bloomberg.

Segundo a agência, a Grécia tem de pagar cerca de 800 milhões de euros em junho e se falhar o pagamento entra num clube de países que inclui o Zimbabué, a Somália e o Sudão, países que falharam pagamentos ao Fundo.

Nos últimos 30 anos, o FMI não permitiu a país nenhum que atrasasse o pagamento de dívida, disse Lagarde.

Ao mesmo tempo, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês François Hollande deram um até ao final de maio para que a Grécia chegue a um entendimento no seu programa de ajuda financeira, apelando a que as conversações acelerem.

Merkel e Hollande, falando lado a lado depois de um encontro em Berlim, mostraram-se disponíveis para se encontrarem com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, esta semana, à margem da cimeira de Riga, escreve a Bloomberg.

Já o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, afirmou hoje que há progressos nas conversações entre a Grécia e as instituições credoras sobre o financiamento ao país, mas disse que continua “prudente”.

Atenas e as instituições credoras do país (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) estão há vários meses em negociações sobre as reformas que o país deverá aplicar para que seja desbloqueada uma tranche de 7.200 milhões de euros do empréstimo concedido ao país em 2012, no âmbito do segundo programa de resgate.

Este financiamento é considerado vital para a Grécia cumprir as suas obrigações financeiras, mas o Governo grego, liderado pelo Syriza (esquerda radical), tem manifestado reservas em relação a algumas reformas pretendidas pelos credores que contrariam as suas promessas eleitorais.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O cerco está a apertar é tempo dos gregos perceberam na merda em que se meteram quando votaram na esquerdalha da treta!

  2. É tempo dos cidadãos se aperceberem em que os governantes arranjistas dos países da Europa do sul os meteram ao englobar os seus países nesta porcaria da UE sem consultar os respetivos cidadãos. No caso de Portugal o Mário Soares e Cabaco Silva que metesse o nariz na vida dele e não como mania de falarem e atuarem em nome de todos os portugueses.
    Os países ricos precisam de ESCRAVOS para os manterem na tona da água.

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …