Fiscalização da limpeza de terrenos arranca esta segunda-feira

A GNR vai fiscalizar a limpeza de terrenos a partir desta segunda-feira, com levantamento de autos de contraordenação, já que são “a única forma que existe de notificar a pessoa” para a limpeza das matas.

A GNR inicia esta segunda-feira a fase de fiscalização da limpeza dos terrenos florestais, procedendo ao levantamento de autos de contraordenação, que podem ficar sem efeito se os proprietários assegurarem a limpeza até 31 de maio.

O auto de contraordenação é levantado, porque é a única forma que existe de notificar a pessoa para a limpeza do terreno”, disse à Lusa o chefe da divisão de comunicação e relações públicas da Guarda Nacional Republicana, Bruno Marques.

Caso os proprietários não procedam à limpeza dos terrenos, as Câmaras Municipais têm que garantir a realização de todos os trabalhos de gestão de combustível previstos na lei, pelo que os autos de contraordenação são “a forma legal que existe para identificar todas as entidades”, explicou o responsável da GNR.

Todos os proprietários tinham até 15 de março para limpar as áreas envolventes às casas isoladas, aldeias e estradas, evitando multas entre 280 euros e 120 mil euros. Contudo, o Governo decidiu suspender a aplicação de coimas por incumprimento até junho.

O primeiro-ministro, António Costa, explicou que a GNR começaria no final de março a levantar autos sobre terrenos ainda não limpos, mas sublinhou que este processo “não é uma caça à multa” e que “não serão aplicadas coimas se até junho as limpezas estiverem efetivamente concluídas”.

Entre 15 de janeiro e 25 de março, no âmbito da operação “Floresta Protegida”, a GNR realizou “mais de sete mil ações de sensibilização a um total de cerca de 105 mil pessoas”, através do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA) e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), revelou Bruno Marques.

“Existe claramente uma vontade das pessoas e uma melhor consciência da importância da limpeza deste mato para a prevenção dos incêndios florestais”, afirmou o responsável, frisando que os trabalhos de limpeza vão permitir a segurança de pessoas e bens, pelo que “é uma responsabilidade de todos e começa no proprietário”.

Neste sentido, o chefe da divisão de comunicação e relações públicas da GNR faz “um balanço bastante positivo” da fase de sensibilização para o cumprimento das faixas de gestão de combustível florestal, que começou a 15 de janeiro e que decorreu até domingo.

A partir desta segunda-feira, “a GNR vai exercer uma forte ação de fiscalização sobre os terrenos identificados em incumprimento, procedendo, quando necessário, ao levantamento do competente auto de contraordenação”, informou.

“Conforme previsto no Decreto-Lei n.º 19-A/2018 de 15 de março, estes autos ficam sem efeito se, até ao dia 31 de maio, o responsável proceder à gestão de combustível a que está legalmente obrigado”, disse ainda.

De acordo com Bruno Marques, “ainda há trabalho para fazer, mas comparando com outros anos existe uma muito maior consciencialização desta importante fase de prevenção”.

Inserido no Orçamento do Estado para 2018, o Regime Excecional das Redes Secundárias de Faixas de Gestão de Combustível, que introduz alterações à lei de 2006 do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios, indica que “os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais, são obrigados a proceder à gestão de combustível”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Sendo a obrigatoriedade da limpeza da floresta imposta por uma Lei em vigor há vários anos, pergunto por que razão tenho eu, na qualidade de contribuinte, de indemnizar quem foi vítima do incumprimento da Lei e das consequentes fatídicas ocorrências do ano passado.
    Será que não tenho o direito de interpretar a questão ao contrário? Isto é: porque o meio-ambiente (paisagem, ecossistema, ar, etc.) não é propriedade de ninguém em particular, mas é de todos os seres vivos, na qualidade de vivente sinto-me altamente prejudicado e como tal no direito de ser, eu sim, indemnizado por aqueles que não cumpriram o estabelecido na Lei.
    É que eu, ciente do que tinha que fazer, sempre alertei os proprietários das bouças que rodeiam a minha casa, ainda que tenha sido eu, para poder dormir descansado, a fazer ou a pagar para fazer o serviço que a eles competia. Há mais de 30 anos que assim vem sendo, mesmo sem a existência da Lei. Mas eu tinha consciência do que poderia acontecer.
    Também sei que os grandes proprietários de floresta, como era o caso, não se preocupam. Para eles as coimas passam ao lado. Mas sei quem já as pagou, sem justificação para tal.
    Só mais algumas notas: Quem possui ou mora em habitação rodeada de perigo de incêndio é responsável pelo que possa acontecer.
    Quem tem empresas em idênticas situações é igualmente responsável por qualquer tragédia do género.
    As Câmaras Municipais são responsáveis por não estarem atentas ou não ligarem ao que se passa.
    E porque a maior parte dos incêndios é de origem criminosa. QUEM SÃO OS INCENDIÁRIOS?
    E QUEM SÃO OS SEUS MANDANTES?
    POR QUE RAZÃO TENHO EU DE INDEMNIZAR QUEM É CULPADO OU FOI VÍTIMA DE CRIMINOSOS?

RESPONDER

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …