Fim do roaming vai prejudicar portugueses

Victor Dubilier / Flickr

-

A Associação Portuguesa dos Operadores de Comunicações Eletrónicas considerou hoje que a extinção das tarifas de ‘roaming’ dentro do espaço europeu a partir de 2017 irá prejudicar os consumidores portugueses em favorecimento dos do Norte da Europa.

A APRITEL destaca que os consumidores dos países do Norte da Europa “tipicamente viajam mais e têm perfis de consumo mais elevados” e que, por isso, com a introdução das novas medidas, “os países com maior afluência turística, como é o caso de Portugal, deverão esperar um aumento acentuado do tráfego realizado pelos clientes estrangeiros em território nacional”.

A associação afirma que esse aumento do tráfego vai existir “sem que os operadores portugueses tenham a possibilidade de recuperar a totalidade dos custos associados tanto à ocupação da sua rede, como às necessidades de investimento para atender à procura acrescida”.

E, por isso, “há o risco de que estas medidas provoquem um reequilíbrio dos preços domésticos, com transferência de bem-estar económico da generalidade dos consumidores para a relativa minoria que viaja e consome serviços de ‘roaming'”, afirma a APRITEL.

A associação considera também que os preços dos serviços de ‘roaming’ têm vindo a descer continuamente há vários anos e que, por isso, o fim do pagamento de ‘roaming’ “gerará distorções com impacto negativo, nomeadamente na diversidade, qualidade e níveis de preços na oferta dos serviços domésticos que são usados e valorizados pela generalidade da população”.

O Parlamento Europeu aprovou esta terça-feira, em Estrasburgo, o fim das tarifas de ‘roaming’ a partir de 15 de junho de 2017 nos telemóveis.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Que lata tem, estes grandes montes de me@da – coitados, já ganham pouco!…
    Ainda faltam 2 anos (devia ser já!), e já estão a tentar justificar um suposto aumento dos preços!!
    Estes artistas da APRITEL devem pensar que andamos todos a dormir!
    Mas qual aumento, ou investimento?
    O roaming não faz qualquer sentido, nem acarreta mais custos; diminuiu, isso sim, os lucros dos chulos, perdão: das operadoras!!

  2. Por outro lado, o consumidor português também pode adquirir ou assinar um telemóvel, hotspot ou cartão SIM de outro operador europeu e passar a usá-lo em Portugal sem os custos dos operadores locais e sem as tretas habituais dos pacotes internet+voz+tv+fixo, etc. Estou ansioso por passar a utilizar o hotspot 4G Orange de Espanha que adquiri nas últimas férias e passar a pagar os € 7,50 por cada 2 Gb que tinha no país ao lado. De um operador português tenho um hotspot 3G de menor desempenho e a € 10,00 cada Gb. Não se ponham finos que ainda acabam sem clientes…

    • Ah?
      Há por aí alguma confusão: o roming que vai acabar é para chamadas telefónicas, não é, obviamente, para a Internet!!
      .
      2GB por 7,50€ onde?! Mais uma vez, deve haver aí alguma confusão…
      Isso não existe, muito menos em Espanha!!
      Na Orange Espanha, o tarifário de Internet móvel 1GB 4G/mês, custa 10,89€!!
      Na Meo, NOS ou Vodafone, 2GB 4G/mês custam 12,99€ (ou seja, cá ainda tem melhor preço)!!
      Para a próxima, informe-se antes de escrever…

RESPONDER

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …

Escolas encerradas empurram milhões de crianças para o trabalho infantil

Milhões de crianças correm o risco de serem forçadas a fazer trabalho infantil, como resultado da pandemia do novo coronavírus. Isto poderá levar ao primeiro aumento no trabalho infantil, depois de 20 anos de progresso. De …

Oito anos depois, um Schumacher volta à F1

Mick Schumacher vai conduzir um Alfa Romeo em Nürburgring, na 1.ª sessão de treinos livres. Jovem piloto deverá ser campeão da Fórmula 2, já neste ano. Michael Schumacher esteve na Fórmula 1 em 19 épocas, não …

Restauração, cinema e alojamento com condições especiais nas moratórias

Restauração, transportes aéreo, ferroviário e marítimo, educação, atividades de saúde e desportivas, alojamento e cinema são alguns dos setores com condições especiais de pagamento nas moratórias bancárias, segundo diploma publicado. O decreto-lei, esta terça-feira publicado em …

Ex-diretor da agência Elite Models europeia investigado por violação e abuso sexual

Gérald Marie, ex-diretor de uma das maiores agências de modelos do mundo, está a ser investigado pelas autoridades francesas, por suspeitas de agressão sexual e violação, inclusivamente a uma menor. Segundo a Procuradoria-Geral da República francesa, …

Parceiros sociais apanhados de surpresa com alterações ao sucessor do lay-off

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) disse que o Governo não apresentou aos parceiros sociais as alterações que anunciou para regime de apoio à retoma progressiva, o sucedâneo do lay-off simplificado. "Compreendemos que o …