Fim do roaming vai prejudicar portugueses

Victor Dubilier / Flickr

-

A Associação Portuguesa dos Operadores de Comunicações Eletrónicas considerou hoje que a extinção das tarifas de ‘roaming’ dentro do espaço europeu a partir de 2017 irá prejudicar os consumidores portugueses em favorecimento dos do Norte da Europa.

A APRITEL destaca que os consumidores dos países do Norte da Europa “tipicamente viajam mais e têm perfis de consumo mais elevados” e que, por isso, com a introdução das novas medidas, “os países com maior afluência turística, como é o caso de Portugal, deverão esperar um aumento acentuado do tráfego realizado pelos clientes estrangeiros em território nacional”.

A associação afirma que esse aumento do tráfego vai existir “sem que os operadores portugueses tenham a possibilidade de recuperar a totalidade dos custos associados tanto à ocupação da sua rede, como às necessidades de investimento para atender à procura acrescida”.

E, por isso, “há o risco de que estas medidas provoquem um reequilíbrio dos preços domésticos, com transferência de bem-estar económico da generalidade dos consumidores para a relativa minoria que viaja e consome serviços de ‘roaming'”, afirma a APRITEL.

A associação considera também que os preços dos serviços de ‘roaming’ têm vindo a descer continuamente há vários anos e que, por isso, o fim do pagamento de ‘roaming’ “gerará distorções com impacto negativo, nomeadamente na diversidade, qualidade e níveis de preços na oferta dos serviços domésticos que são usados e valorizados pela generalidade da população”.

O Parlamento Europeu aprovou esta terça-feira, em Estrasburgo, o fim das tarifas de ‘roaming’ a partir de 15 de junho de 2017 nos telemóveis.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Que lata tem, estes grandes montes de me@da – coitados, já ganham pouco!…
    Ainda faltam 2 anos (devia ser já!), e já estão a tentar justificar um suposto aumento dos preços!!
    Estes artistas da APRITEL devem pensar que andamos todos a dormir!
    Mas qual aumento, ou investimento?
    O roaming não faz qualquer sentido, nem acarreta mais custos; diminuiu, isso sim, os lucros dos chulos, perdão: das operadoras!!

  2. Por outro lado, o consumidor português também pode adquirir ou assinar um telemóvel, hotspot ou cartão SIM de outro operador europeu e passar a usá-lo em Portugal sem os custos dos operadores locais e sem as tretas habituais dos pacotes internet+voz+tv+fixo, etc. Estou ansioso por passar a utilizar o hotspot 4G Orange de Espanha que adquiri nas últimas férias e passar a pagar os € 7,50 por cada 2 Gb que tinha no país ao lado. De um operador português tenho um hotspot 3G de menor desempenho e a € 10,00 cada Gb. Não se ponham finos que ainda acabam sem clientes…

    • Ah?
      Há por aí alguma confusão: o roming que vai acabar é para chamadas telefónicas, não é, obviamente, para a Internet!!
      .
      2GB por 7,50€ onde?! Mais uma vez, deve haver aí alguma confusão…
      Isso não existe, muito menos em Espanha!!
      Na Orange Espanha, o tarifário de Internet móvel 1GB 4G/mês, custa 10,89€!!
      Na Meo, NOS ou Vodafone, 2GB 4G/mês custam 12,99€ (ou seja, cá ainda tem melhor preço)!!
      Para a próxima, informe-se antes de escrever…

RESPONDER

PJ acredita que Rui Pinto é o denunciante dos Luanda Leaks

A Polícia Judiciária acredita que o hacker português Rui Pinto é o denunciante dos Luanda Leaks, que revelou mais 715 mil ficheiros sobre alegados esquemas fraudulentos que envolvem a empresária angolana Isabel dos Santos. A …

Descobertos na Sibéria vestígios de um mítico povo que "vivia debaixo da terra"

Uma equipa de arqueólogos russos encontrou na península de Taimyr, na Sibéria, vestígios do mítico povo Sikhirtia, avança a Russia Today. Os investigadores encontraram na pequena baía de Makárov uma caverna reforçada com uma estrutura de …

Greenpeace na lista de grupos extremistas da polícia britânica

As organizações ambientalistas Greenpeace e Extinction Rebellion foram incluídas num documento da polícia britânica contraterrorismo que elenca grupos extremistas e potencialmente perigosos, escreve o jornal The Guardian. De acordo com o diário britânico, que avança a …

PGR de Angola quer julgar portugueses em Angola (e admite ir atrás de outros "poderosos")

O procurador-geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós, considerou, em entrevista ao jornal Expresso, que os os três arguidos portugueses envolvidos na investigação à empresária Isabel dos Santos devem ser julgados em Angola. “Nós achamos …

Há dezenas de medicamentos não oncológicos capazes de matar células cancerígenas

Uma nova investigação concluiu que existem dezenas de medicamentos não oncológicos capazes de matar células cancerígenas em laboratório. O estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista Nature, descobriu que alguns medicamentos para a diabetes, …

Sismo na Turquia faz pelo menos 14 mortos

Pelos menos 14 pessoas morreram e cerca de 300 ficaram feridas depois de um sismo de magnitude preliminar 6,8 na escala de Richter ter atingido esta sexta-feira o leste da Turquia, havendo também relatos de …

Haaland, o menino prodígio do Dortmund, chegou aos cinco golos em menos de uma hora

Com dois golos apontados ao Colónia esta sexta-feira, numa partida que acabou com a goleada do Borussia Dortmund (5-1), Erling Haaland chegou ao seu quinto golo ao serviço do emblema alemão em menos de uma …

As ilhas havaianas atingem o jackpot da longevidade (e já se sabe porquê)

As ilhas vulcânicas não duram para sempre, mas há algumas que atingem o jackpot da longevidade. De acordo com uma nova investigação, a explicação prende-se com dois fatores: a velocidade da placa tectónica e o …

Uma inexplicável explosão de ondas gravitacionais atingiu a Terra (e atordoou os astrónomos)

Uma equipa de investigadores detetou uma misteriosa explosão de ondas gravitacionais, cuja natureza deixou os astrónomos totalmente perplexos. O fenómeno foi registado a 14 de janeiro deste ano pelo Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferómetro Laser …

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …