“Festa da Liberdade”. O Aliança também vai ter um Avante!

António Cotrim / Lusa

O presidente do Aliança, Pedro Santana Lopes

A primeira edição da Festa da Liberdade vai acontecer já este ano nos dias 6, 7 e 8 de setembro, precisamente nos mesmos dias para os quais está agendada a Festa do Avante!.

A Festa da Liberdade, promovida pelo Aliança, vai seguir os moldes do evento comunista, mas tentará “ter a sua própria marca”. O anúncio oficial foi feito este domingo em Sintra por Pedro Santana Lopes, , no evento “União Europeia – Uma Visão De Futuro”.

A primeira edição vai acontecer nos dias 6, 7 e 8 de setembro, precisamente nos mesmos dias para os quais está agendada a festa promovida pelos comunistas. Mas, como revela o Observador, as semelhanças não se ficam por aqui: datas, estilo e até conteúdo terão muitas parecenças.

“Será um evento em nome da coesão nacional, que se destina a todos os setores. É para as pessoas de direita, do centro e de esquerda. Vai contar com representações, costumes, tradições, gastronomia de todo o país, folclore, artes plásticas e música de todo o género”, conta o líder do partido ao diário.

Festa da ALIANÇA! Festa da LIBERDADE! Foi anunciada por Pedro Santana Lopes, Presidente da Aliança, hoje em Sintra a…

Publicado por Aliança em Domingo, 14 de abril de 2019

O local escolhido foi Lisboa, mais concretamente o Alto da Ajuda, junto ao polo universitário. O Aliança ainda não decidiu se o evento permanecerá na capital nas próximas edições ou se vai andar pelo país. Tudo dependerá do sucesso da primeira edição. “Há muita coisa ainda por fechar. Mas estou muito entusiasmado com a ideia“, afirmou Santana.

As semelhanças com a Festa do Avante! são incontornáveis e nem Santana Lopes foge delas. “Não tenho problemas em admitir que a Festa do Avante! serviu de inspiração para a criação da Festa da Liberdade. E mais, gostávamos que se afirmasse como a Festa do Avante!”, reconhece. “Queremos criar um ato cultural e esperamos que trazer para a política esse lado.”

Ainda assim, o líder do partido frisa que o evento não pretende “concorrer com outras festas”, e refere que a coincidência das datas na primeira edição se explica com o calendário eleitoral.

A Festa da Liberdade funcionará também como um evento de angariação de fundos. “Sempre dentro daquilo que a lei permitir. Claro que olhamos com interesse para essa vertente, mas veremos como corre”, rematou Pedro Santana Lopes.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Dispersar votos pelo PSD, CDS, Aliança, Basta, Iniciativa Liberal, PNR…. é receita certa para dar a vitória às esquerdas. O método de Hondt e a exclusão por não atingir limite mínimo, faz com que muitos votos da direita não tenham qualquer valor.

PS quer aprovar já diploma do direito a desligar do trabalho (PSD está reticente)

O PS quer aprovar até 19 de julho uma proposta que defina quando é que os trabalhadores têm ou não direito a desligar do trabalho. PSD não revela, para já, o seu sentido de voto. Segundo …

Menino ou menina? Hong Kong é o centro do tráfico de teste proibido na China

Na China, o teste para saber o género dos bebés é proibido, lei criada para controlar o nascimento de crianças do sexo masculino. Contudo, nas redes sociais, tem aumentado o número de individuos que se …

Estivadores do Porto de Setúbal aprovam novo contrato coletivo de trabalho

Os estivadores do porto de Setúbal aprovaram esta quinta-feira, por unanimidade, o acordo do novo contrato coletivo de trabalho negociado entre o sindicato e as entidades patronais. Segundo o presidente do Sindicato dos Estivadores e Atividade …

Senado brasileiro aprova projeto que criminaliza a homofobia

O senado brasileiro aprovou um projeto que criminaliza a homofobia. Quem "impedir ou restringir a manifestação razoável de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público", excetuados os templos religiosos, poderá …

Magistrados europeus denunciam destruição do Estado de Direito na Turquia

Os magistrados europeus afirmam que há "sinais muito sombrios na área da justiça", dando o exemplo da Turquia onde há uma "campanha para destruir a independência do poder judicial e o Estado de Direito." A MEDEL …

Câmara de Lisboa terá gastado ilegalmente quatro milhões de euros em obras sem concurso

A Câmara de Lisboa terá gastado ilegalmente quase quatro milhões de euros em obras públicas feitas sem o respetivo concurso. A conclusão é de uma fiscalização do Tribunal de Contas que analisou três empreitadas e concluiu …

Juros da dívida portuguesa atingem mínimo histórico abaixo dos 1%

Os juros da dívida portuguesa atingiram, esta quinta-feira, o valor mais baixo de sempre. Pela primeira vez, ficou abaixo dos 1%, chegando aos 0,995% no prazo a dez anos. Às 9h30 desta quinta-feira, os juros da …

INEM foi chamado duas vezes por engano devido a obra de arte em Lisboa

A polícia, os bombeiros e o INEM foram chamados duas vezes à Calçada do Correio Velho, em Lisboa, por transeuntes que julgaram ver uma pessoa inanimada no chão, por detrás de uma vitrina. Na verdade, trata-se …

Um terço das empresas não pagou impostos. Seriam o dobro se não fosse o PEC

No ano passado, cerca de um terço das empresas portuguesas não pagou impostos. Caso não fosse o PEC, seriam cerca de dois terços das empresas que não pagariam IRC nesse ano. Apesar de ano passado terem …

Bombeiros e INEM mobilizados para novela da SIC

Numa altura em que o risco de incêndio está mais elevado, um forte contingente teve ordens da Proteção Civil para participar nas filmagens de "Flor de sal", uma novela da SIC. Segundo o Jornal de Notícias, …