FC Porto declarado campeão? “Seria uma bomba atómica”, diz Bruno de Carvalho

Rodrigo Antunes / Lusa

O antigo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, considera que seria uma como uma “bomba atómica” se o campeonato português de futebol fosse dado como terminado e o FC Porto, líder da competição, fosse declarado campeão.

No entender de Bruno de Carvalho, que fazia uma análise ao campeonato português e ao seu eventual desfecho na rede social YouTube, a situação seria diferente se fosse o Benfica que liderasse o campeonato português e não os dragões.

“Se estivesse o Benfica em primeiro o campeonato estava acabado e o Benfica era declarado campeão”, afirmou o antigo líder dos leões, reforçando que seria uma “bomba atómica” se o FC Porto fosse declarado campeão desta forma.

“Declarar o FC Porto campeão seria engraçado. Posso meter as mãos no fogo em como isso não se vai verificar. Se a UEFA definisse que o campeonato acabava agora, a Federação não o aceitaria nunca”, frisou Bruno de Carvalho no seu comentário semanal.

A Federação Portuguesa de Futebol cancelou todas as competições de futebol e futsal em meados de março, visando conter a propagação da pandemia de covid-19.

Campeonato Portugal, Taça de Portugal e Liga Revelação, bem como a Liga feminina, ficaram suspensos por tempo indeterminado.

No caso da primeira liga de futebol, a competição foi cancelada à jornada 25, a dez partidas do fim programa da competição. O FC Porto é líder do campeonato com 60 pontos, mais um do que o Benfica. Na tabela classificativa segue-se depois o Sporting de Braga (46 pontos), o Sporting (42 pontos) e o Rio Ave (38 pontos).

É “prematuro” e “injustificado” terminar campeonatos

A UEFA considera ser “prematura” e “injustificada” a decisão de suspender em definitivo qualquer liga nacional, cuja esmagadora maioria está suspensa devido à pandemia.

Em carta dirigida a federações, ligas e clubes, a que a agência noticiosa AFP teve acesso, a UEFA diz-se “confiante” no regresso à atividade das provas nacionais “nos próximos meses”, em contraponto com o que foi decidido pela Liga belga, que recomendou o fim do campeonato principal da época 2019/20.

A mensagem da UEFA, assinada pelo presidente Aleksander Ceferin, é apresentada conjuntamente com a Associação Europeia de Clubes e a Associação de Ligas Europeias.

“Pensamos que qualquer decisão de abandonar as competições domésticas é, neste momento, prematura e injustificada”, lê-se, com a UEFA a esperar que os campeonatos se possam concluir, mas também as competições europeias, em julho ou agosto.

A Liga belga decidiu na quinta-feira recomendar o fim da época 2019/20 com a classificação atual – o que fará do Club Brugge campeão -, uma decisão que terá ainda que ser ratificada em assembleia geral, em 15 de abril.

ZAP //

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • Concordo em absoluto. Nem compreendo como é que a comunicação socil procura e transmite opiniões de certas pessoas. Porquê?

  1. Lá que ele até tenha razão nem será necessário fazer grande esforço olhando todo o passado do futebol português, mas perder tempo a ouvi-lo acho desnecessário.

  2. Melhor a liga ficar sem campeão assim o Sporting em vez de pedir mais 4 campeonatos pode pedir mais 5. Quanto a Bruno de Carvalho, presumível terrorista por incitamento aos acontecimentos de Alcochete, vamos a ver o resultado no final pois ainda há recursos, devia ter vergonha e nunca mais aparecer em publico, mas vergonha é coisa que gente deste calibre não tem.

  3. Acho engraçado alguns comentários que por aqui andam.
    O próprio ministério público pediu a absolvição do homem e continuam a chamá-lo de criminoso! Se eu fosse o bruno do caralho metia estes parolos todos em tribunal.

Benfica 2-0 Vitória SC | "Águia" vence e adia festa do Porto

Não foi esta terça-feira que o FC Porto festejou o 29º título de campeão nacional. Na recepção ao Vitória Sport Clube, o Benfica venceu por 2-0, num embate relativo à 32ª jornada da Liga NOS, …

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …