UEFA não quer campeonatos a seguir o exemplo belga

Steffen Prößdorf / Wikimedia

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA

A UEFA reprovou a decisão da Liga de futebol da Bélgica que, esta quinta-feira, recomendou que se dê por terminada a época e se atribua o título ao Club Brugge. 

Numa carta conjunta com a Associação de Clubes Europeus (ECA) e a Associação de Ligas Europeias de Futebol (EFPL), a UEFA criticou a decisão da Liga belga de terminar já o campeonato e atribuir o título ao Club Brugge.

“Estamos confiantes de que o futebol poderá recomeçar nos próximos meses — com condições que serão ditadas pelas autoridades públicas — e acreditamos que qualquer decisão de abandonar as competições é, neste momento, prematura e injustificada“, cita a agência Reuters.

Na missiva, lê-se ainda que os grupos de trabalho estão “focados em cenários que abrangem os meses de julho e agosto, com a possibilidade de as competições da UEFA recomeçarem depois do fim das ligas nacionais”.

“É fundamental que mesmo um evento tão perturbador como esta epidemia não impeça que as competições sejam decididas em campo e que os títulos sejam atribuídos com base nos resultados.”

Sem falar em exemplos concretos, a carta lança dúvidas sobre a participação das equipas belgas em competições da UEFA na próxima temporada.

“Dado que a participação nas competições de clubes da UEFA é determinada pelos resultados desportivos alcançados no final de uma competição nacional completa, uma finalização prematura poderia lançar dúvidas sobre o preenchimento de tais requisitos. A UEFA reserva-se o direito de avaliar o direito dos clubes de serem admitidos nas competições europeias de 2020/21″, sublinha o organismo.

A decisão da Liga belga deverá ser formalmente validada a 15 de abril. O Club Brugge era líder destacado, após 29 jornadas disputadas na fase regular, com mais 15 pontos do que o Gent e 17 do que o Antuérpia, segundo e terceiro classificados, respetivamente.

No dia 17 de março, o organismo que tutela o futebol europeu anunciou, como já era previsto, que o Euro 2020 seria adiado para o verão de 2021.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Se um campeonato pode ser decidido por diferenças de 1 ponto, nao vejo qual é o problema se este ja tinha 15 de diferença, a não ser claro está que a UEFA ou não queira esta equipa campeã, ou então outros interesses esteja escondidos.

  2. A uefa é apenas mais uma das entidades a demonstra que a vida humana para ela não qualquer valor!
    Ou seja como asnos que são não aprenderam absolutamente nada!

  3. O Benfica suspira de alívio e já deve ter uma bateria de pareceres jurídicos baseados nesta mensagem da UEFA, como se esta mandasse alguma coisa nas decisões da Liga. A notícia devia ser UEFA PEDE para, em vez de UEFA não quer.

RESPONDER

Iniciativa Liberal quer retirar "carga ideológica" da Constituição

A Iniciativa Liberal vai apresentar um projeto de revisão constitucional com uma primeira parte dedicada a retirar "carga ideológica à Constituição", clarificando, por exemplo, que serviços públicos de saúde e educação podem ser prestados pelo …

Urgência do Hospital Santa Maria está a chegar ao limite

A urgência dedicada aos casos suspeitos de covid-19 do Hospital Santa Maria, em Lisboa, reflete a evolução da pandemia em Portugal com doentes a avolumarem-se à porta para realizar o teste e no interior a …

Novo Banco. BCP garante que não faz "favores a ninguém" ao emprestar dinheiro ao Fundo de Resolução

O presidente executivo do BCP, Miguel Maya, disse ontem que o banco não faz "favores a ninguém" ao entrar no empréstimo de 275 milhões de euros da banca ao Fundo de Resolução, que posteriormente financiará …

Máfia italiana "lavou" milhões de euros ganhos com fundos europeus na Madeira

Uma das mais violentas máfias de Itália, a Società Foggiana, utilizou a Madeira para branquear mais de 16 milhões de euros obtidos com um esquema de burla à União Europeia (UE). Em causa estão fundos comunitários …

Ajudas de custo para professores deslocados ficaram na gaveta (e não estão previstas no OE2021)

O Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) previa um programa de ajudas de custo para professores deslocados como incentivo à fixação. No entanto, a medida não avançou. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que a …

Biden ainda à frente, mas nada está perdido para Trump. A luta pelos "swing states" continua

O dia em que os norte-americanos vão saber quem é o próximo presidente dos EUA está muito próximo. Entres sondagens, parece fácil levantar a ponta do véu. No entanto, é importante não esquecer que não …

Nani entre os candidatos a melhor jogador da época na MLS

O internacional português, capitão dos Orlando City, está entre os 46 jogadores nomeados para o prémio de melhor da época na liga norte-americana de futebol (MLS), anunciou, esta quinta-feira, o organismo. A eleição decorre até 9 …

"Estranho, muito estranho". Ana Gomes comenta morte do marido de Isabel dos Santos e é criticada

O empresário congolês Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, morreu no Dubai, durante a prática de mergulho. Uma morte prematura aos 48 anos que leva Ana Gomes a comentar o assunto como "estranho", "muito …

Conselho Europeu. Vacinas distribuídas de forma justa e fronteiras não vão fechar

O presidente do Conselho Europeu garantiu, esta quinta-feira, no final de uma videoconferência entre os líderes da União Europeia, que os 27 estão "unidos" para enfrentar a "luta difícil" contra a segunda vaga da covid-19. "A …

Teletrabalho sim, confinamento não. O que vai sair do Conselho de Ministros de sábado

O Conselho de Ministro reúne no próximo sábado para discutir novas medidas para conter a propagação do novo coronavírus e em cima da mesa está o regresso ao teletrabalho e medidas de restrição à circulação. A …