Fauci: Desconfinamento precoce pode trazer “mais sofrimento e mortes evitáveis” aos EUA

Win Mcnamee / EPA

O principal conselheiro medico da Casa Branca, Antony Fauci, não dá a pandemia como controlada nos Estados Unidos, alertando ainda para as “sérias consequências” que um desconfinamento precoce pode trazer.

No entender de Antony Fauci, que respondia no Senado a uma série de questões sobre a evolução da pandemia em território norte-americano, o desconfinamento poderá reverter os esforços feitos até agora e somar “mais sofrimento e mortes que são evitáveis”

Fauci, um dos mais afamados epidemiologistas dos Estados Unidos, alertou ainda para as “sérias consequências” de uma reativação apressada da economia em algumas partes do país, conta a agência noticiosa AFP. “Isto, paradoxalmente, far-nos-ia retroceder, somando mais sofrimento e mortes que são evitáveis”.

Neste momento, os Estados Unidos já registaram 80.000 vítimas mortais de covid-19, mas Fauci alerta que o balanço de mortes pode ser muito superior aos níveis oficiais.

“Não tenho certeza se será 50% maior, mas a maioria de nós acha que o número de mortes provavelmente será maior, especialmente na cidade de Nova Iorque (onde o número oficial de mortos ultrapassou 20.000)”, disse, citado pelo Expresso.

Respondendo a Elizabeth Warren, senadora democrata que entrou na corrida pela cadeira de Donald Trump, Fauci disse que a pandemia não está controlada nos Estados Unidos.

“Se me está a perguntar: ‘temos isto sob controlo?’ a resposta é: ‘não’.

Fauci afasta-se assim da posição defendida pelo Presidente norte-americano, que tem reiterado que é necessário retomar a economia apesar de reconhecer que o regresso ao “novo normal” pode implicar mais contágios e mortes.

Casos podem duplicar em 3 meses

Uma nova revisão da previsão do impacto da pandemia de covid-19 nos Estados Unidos indica que o país pode registar cerca de 147 mil mortos no início de agosto, mais 10 mil do que apontavam os estudos iniciais, escreve o jornal Observador.

Os números surgem de um modelo do Instituto de Métrica e Avaliação da Universidade de Washington, normalmente citado nos briefings da Casa Branca, e acrescenta ainda que o número de casos confirmados pode chegar ao dobro do atual dentro de três meses.

Os Estados Unidos registaram quase 1.900 mortes nas últimas 24 horas, um novo aumento no número diário de óbitos causados pela covid-19, após dois dias de declínio acentuado, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Nos Estados Unidos morreram mais 1.894 pessoas neste período de tempo, o que elevou para 82.246 o total o número de óbitos no país, depois da descida verificada no domingo e na segunda-feira, abaixo das mil vítimas fatais diárias, o que aconteceu pela primeira vez desde o início de abril.

A principal potência económica do mundo também identificou quase 1,37 milhões de casos positivos desde o início da pandemia.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Deixa ver se eu entendo.
    Trump continua a querer reabrir a economia, apesar de reconhecer que que o regresso ao “novo normal” pode implicar mais contágios e mortes, SEM SER CONSIDERADO RESPONSÁVEL POR ESSAS MORTES ????? ou que os americanos de bom senso o impeçam de fazer tal coisa ?????

RESPONDER

Espanha sem mortes pelo segundo dia consecutivo. Há 41 mil profissionais de saúde infetados

Espanha registou esta terça-feira o segundo dia consecutivo sem mortes associadas à covid-19, mantendo-se o total 27.127 de óbitos desde o início da pandemia, anunciaram as autoridades de saúde. O ministério da Saúde de Espanha informou …

Petição pela "anulação imediata" do Avante já conta com mais de 16 mil assinaturas

Uma petição online para a "anulação imediata" da Festa do Avante!, a festa anual organizada pelo PCP, conta já com mais de 16 mil assinaturas. Às 10:30 desta quarta-feira, a petição, disponível no portal Petição Pública, …

Venda de Wendel ao Everton sofre revés. Nápoles e Nice entram em jogo

A licença de trabalho pode deitar por terra uma eventual transferência de Wendel para o Everton. O Nápoles é o favorito na corrida à sua contratação, mas o Nice também está atento. As negociações entre o …

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …