Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”.

A polícia indicou ter encontrado seis adultos, sobre os quais a imprensa local especula tratar-se de um homem e cinco filhos.

Nunca vi nada parecido antes”, afirmou em conferência de imprensa ao final do dia Roger de Groot, o presidente do município de Ruinerwold, a vila em que se situa a quinta, perdida no meio dos campos e cercada por árvores.

Através das redes sociais, a polícia informou que foram encontrados “seis adultos, atualmente em tratamento”. “Todos os cenários estão em aberto e há uma investigação em andamento”, acrescentou a força local.

Foi um dos filhos, com cerca de 25 anos, que tornou possível a descoberta. Sujo, vestido com roupas velhas e despenteado, foi a um bar da vila em estado “confuso” na noite de domingo, pedir ajuda, revelou o gerente do café, Chris Westerbeek, em declarações à televisão local RTV Drenthe.

O jovem disse que não saía de casa “há nove anos”, segundo o proprietário. “Disse que nunca tinha estudado e parecia muito confuso, estava a falar de maneira infantil. Disse-me de onde vinha, que tinha fugido e precisava de ajuda urgente”, acrescentou Westerbeek, que chamou a polícia depois do encontro com o jovem.

Na chegada ao local, a polícia prendeu um homem de 58 anos, inquilino da fazenda, “por não cooperar com a investigação”. Contudo, não foi possível perceber qual era a sua ligação com a família, sendo que a polícia garante não ser o pai. Frisa o jornal britânico The Independent que a polícia não sabe ainda qual o “papel” deste homem na história.

As pessoas descobertas tinham um “estilo de vida autista” na propriedade e muitas das crianças, agora adultas, “não foram registadas no registo civil”, de acordo com o autarca. Segundo a televisão local, a família vivia na cave “à espera do final dos tempos” e alguns dos membros “não faziam ideia da existência de outras pessoas” no mundo.

De acordo com a mesma fonte, a família possuía uma horta e uma cabra.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Caro Eu!,
      Obrigado pelo reparo.
      Uma quinta é uma pouco maior que um quintal, mas bastante mais pequena que uma fazenda.
      “Fazenda” é um termo português pt_PT correcto, se bem que pouco usado.
      A alternativa mais adequada seria herdade, não quinta.

      • Se e termo é pouco usado, é porque caiu em desuso (tal como muitos outros que ainda são usados, por exemplo, no Brasil) e por isso acho que se deve usar os termos mais comuns.
        Não concordo que “quinta” seja uma “coisa pequena” e continuo a achar que o termo mais correcto é mesmo “quinta”, mas tudo bem…
        .
        “Quinta é como é frequentemente chamada uma propriedade rural de grandes dimensões em Portugal e em outros países lusófonos[1], normalmente com casa de habitação. O termo pode ser usado para uma grande propriedade ou herdade.”
        pt.wikipedia.org/wiki/Quinta_(propriedade)

Responder a ZAP Cancelar resposta

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …

Governo faz ultimato: empresas têm 30 dias para regularizar fundos europeus parados (ou devolver dinheiro)

O Governo vai dar 30 dias para que as empresas que têm fundos comunitários parados regularizem a situação. Findo esse período, terão de devolver o dinheiro. José Mendes, secretário de Estado do Planeamento, garantiu, em entrevista …

Pelo menos 58 mortos em naufrágio ao largo da Mauritânia

Pelo menos 58 pessoas morreram, esta quinta-feira, num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia. Pelo menos 58 migrantes morreram num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia, anunciou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). …