“Falso diagnóstico” de bicos de papagaio terá livrado Trump da guerra do Vietname

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, terá escapado do serviço militar e da guerra do Vietname devido a um “falso diagnóstico” de osteófitos, patologia vulgarmente conhecida como “bicos de papagaio”. 

A informação é avançada nesta quarta-feira pelo New York Times, que cita Elysa Braunstein e Sharon Kessel, filhas do médico Larry Braunstein, que, segundo contaram ao jornal norte-americano, em 1968, fez, a título de “favor”, um falso diagnóstico ao atual Presidente dos Estados Unidos.

De acordo com as filhas de Braunstein, em troca, o seu pai recebeu acesso direto a Fred Trump, pai de Donald Trump e proprietário do prédio localizado em Queens onde funcionava o seu consultório. “Caso existissem alguma coisa errada no prédio, o meu pai ligava a Trump, que tratava do assunto imediatamente. Este foi o pequeno favor que recebeu”, revelou Elysa ao NYT.

O diário norte-americano não consegui encontrar documentação sobre a família do médico que comprou a clínica de Braustein ou dos Arquivos Nacionais para corroborar a versão das filhas de Larry Braunstein, que acabou por morrer em 2007.

O NYT nota que Trump teve direito a quatro adiamentos no alistamento enquanto estudava na Universidade de Fordham de Pensilvânia, embora tivesse sido considerado apto para o serviço militar em 1966.

Mais tarde, em 1968 foi medicamente desqualificado, de acordo com o registo do Arquivo Nacional citado pelo NYT. O livro não detalha, contudo, o motivo pelo qual Trump reprovou no exame. O serviço de seleção destruiu todos os registos médicos e arquivos individuais, depois de em 1973 os militares passarem a ser voluntários.

Durante a campanha presidencial, a equipa do Presidente dos Estados Unidos sustentou que Trump foi dispensado do serviço militar devido a problemas nos pés – o que vai ao encontro ao que é relatado pelo jornal norte-americano -, mas sem nunca apontar com clareza os motivos que deixaram Trump fora da guerra do Vietname. Em igual sentido, também Trump prestou poucas declarações sobre a natureza da sua doença

Elysa Braunstein, de 56 anos, e Sharon Kessel, de 43, revelaram ainda que o seu pai era democrata, tal como as próprias são, acrescentando que, inicialmente, o médico ficou orgulhoso por ajudar uma “pessoa famosa”, mas acabou depois por se cansar das excentricidades de Donald Trump. Ambas revelarem ainda não serem “fãs” de Donald Trump, escreve ainda o NYT.

“Uma carta muito contundente”

Em 2016, numa entrevista ao The Times, o atual chefe da Casa Branca disse que um médico forneceu “uma carta muito contundente”, na qual dava conta das esporas ósseas existentes nos seus calcanhares, que foi depois apresentada aos funcionários do recrutamento militar. O Presidente afirmou não se recordar do nome do médico em causa, não mencionando qualquer ligação entre o seu pai e o profissional de saúde.

O New York Times observa ainda que na década de 1960 havia muitas formas de evitar o serviço militar, especialmente para os filhos de famílias abastadas com importantes conexões, apesar de Trump sempre ter reiterado que  ninguém o ajudou.

“Na altura, eu não tinha poder”, disse o atual Presidente norte-americano ao biógrafo Michael D’Antonio numa entrevista em 2014. “O meu pai era um promotor de Brooklyn, nada era como é agora”, disse Trump.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. E lá tinha que vir o “Jew York Times” com alegações de outros “stein”…
    Q: “- We are saving Israel for last”. Espero bem que seja verdade

RESPONDER

Inteligência artificial "identifica" autores dos Manuscritos do Mar Morto

Investigadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos, recorreram à inteligência artificial para concluir que os Manuscritos do Mar Morto foram redigidos por vários escribas, o que abre uma "nova janela" para o estudo do …

Inteligência Artificial vai ajudar a identificar fontes de poluição no Bangladesh

A produção de tijolos é uma fonte de poluição que ameaça a saúde da população e do planeta, mas regular esta indústria pode ser uma tarefa difícil para as autoridades. Para resolver o problema, uma …

Portimonense 1-5 Benfica | "Águia" arrasa em solo algarvio

O Benfica regressou aos triunfos depois de ter vencido o Portimonense por 5-1, numa partida relativa à 28.ª jornada da Liga NOS, após o desaire registado na recepção ao Gil Vicente.  Porém, não foi um duelo …

Vigaristas burlaram mulher de 90 anos em 32 milhões de dólares

Uma mulher de Hong Kong, de 90 anos, foi defraudada em 32 milhões de dólares por burlões que se fizeram passar por agentes policiais chineses, via chamada telefónica. A Agence France-Presse (AFP) escreve que um jovem …

Descoberta casa onde viveu a histórica abolicionista negra Harriet Tubman

A casa do pai de Harriet Tubman foi descoberta por arqueólogos em Maryland, anunciaram autoridades do Harriet Tubman Underground Railroad Visitor Center esta terça-feira. O local onde Ben Ross viveu - apelidado de Ben 10 …

Autoridades da Austrália querem proibir uso de roupas casuais (no escritório e em teletrabalho)

Em fevereiro, um dos maiores departamentos governamentais da Austrália listou botas Ugg, chinelos e roupas desportivas, como camisolas de futebol, entre as peças de roupa consideradas demasiado casuais para o trabalho. As regras do Departamento de …

Cavaco cita o seu próprio livro para responder à comissão de inquérito ao Novo Banco

O ex-Presidente da República respondeu à comissão de inquérito ao Novo Banco recorrendo a transcrições do seu livro "Quinta-feira e Outros Dias". Nas respostas "ao grupo de questões relacionadas com a crise do BES", a que …

"Um dia histórico". Governo aprova Estatuto dos Profissionais da Cultura

A ministra da Cultura confirmou, esta quinta-feira, que foi aprovado o Estatuto dos Profissionais da Cultura, que vai seguir agora para consulta pública, lembrando que ainda "existe espaço para melhorias". Na conferência de imprensa depois do …

Biden prepara-se para reconhecer massacre arménio como genocídio

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, está a preparar-se para reconhecer formalmente os massacres arménios do início do século 20 como genocídio, cumprindo assim uma promessa que fez durante a sua campanha, decisão …

Football Leaks. Consultor de cibersegurança aponta para ataque único à Doyen

A intrusão no sistema informático da Doyen terá resultado de um único ataque conduzido por uma pessoa e não várias, defendeu na quarta-feira o consultor inglês de cibersegurança contratado pelo fundo de investimento, no julgamento …