Islâmicos “têm o direito” de matar franceses. Twitter retira comentário de ex-primeiro-ministro da Malásia

A rede social Twitter retirou um comentário controverso do antigo primeiro-ministro malaio ​​​​​​​Mahathir Mohamad, relativo ao debate desencadeado pelas palavras do Presidente francês, Emmanuel Macron, sobre o islão.

Numa série de mensagens, em que Mahathir Mohamad defendeu os valores do islão e as diferenças culturais e religiosas em relação aos países ocidentais, o antigo governante da Malásia classificou Macron como “primitivo”

O malaio, que nas primeiras publicações afirmou “não aprovar o assassínio, como muçulmano”, elevou gradualmente o tom das mensagens e escreveu que “os mullah [clérigos islâmicos] têm o direito de se zangarem e matarem milhões de franceses por causa dos massacres cometidos pela França no passado”.

O comentário, que durante horas se manteve visível no perfil do primeiro-ministro, que governou a Malásia de 1981 a 2003 e de 2018 a fevereiro deste ano, foi removido pela rede social por ter sido declarado que violava as regras da plataforma.

Mahathir, famoso pelos ataques contra o Ocidente e Israel, proferiu este comentário após o ataque terrorista com uma faca numa igreja católica no centro de Nice, no sul de França, onde três pessoas morreram. O suspeito, um tunisino de 21 anos que gritou “Alá é grande”, foi neutralizado pela polícia e permanece num hospital em estado crítico.

O ataque ocorreu duas semanas após a decapitação de um professor na região parisiense. Samuel Paty foi assassinado depois de ter mostrado caricaturas de Maomé numa aula sobre liberdade de expressão.

Numa homenagem ao professor, Macron reiterou o compromisso de França com a liberdade de expressão, incluindo a publicação de caricaturas.

As declarações do chefe de Estado francês suscitaram uma onda de contestação em vários países muçulmanos, incluindo manifestações e boicotes aos produtos franceses.

A Malásia juntou-se esta semana ao coro dos países muçulmanos que criticaram as palavras de Macron, embora, ao contrário de outras nações, não tenha apelado para um boicote aos produtos franceses.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Um animal que acredita em fantasmas e em estorinhas medievais a chamar primitivo ao Macron!!
    Melhor só a do “direito de matar franceses”!..
    Religiões…

RESPONDER

Académicos sul-africanos querem diminuir o brilho do Sol

Um grupo de cientistas e académicos sul-africanos considera diminuir o brilho do Sol para evitar uma seca devastadora na Cidade do Cabo, de acordo com um novo estudo científico recentemente publicado. Os especialistas pretendem lançar …

O Universo está cheio de uma substância misteriosa: chama-se quintessência

Uma equipa internacional de cientistas sugere, num novo estudo, que a expansão acelerada do Universo pode ser causada por uma substância misteriosa chamada quintessência. Os cientistas acreditam que a expansão do Universo está relacionada com a …

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …