/

Ex-general israelita afirma que os extraterrestres existem (e têm um acordo com o Governo dos EUA)

13

O antigo chefe do departamento espacial do Ministério da Defesa do Governo de Israel Haim Eshed afirmou, em entrevista ao jornal Yediot Aharonot, que os extraterrestres existem e que têm um acordo com o Governo norte-americano para serem levadas a cabo experiências na Terra.

“Há um acordo entre o Governo dos Estados Unidos e os alienígenas. [As partes] assinaram um contrato connosco para fazer experiências aqui. Também estão a pesquisar e a tentar entender toda a estrutura do Universo e pediram a nossa ajuda”, garantiu o antigo general israelita, cujas declarações são citadas pelo Diário de Notícias.

Haim Eshed, agora reformado e com 87 anos, adianta ainda que foi criada uma “Federação Galáctica” por humanos e extraterrestres, cuja existência é conhecida já há vários anos pelos Governos dos Estados Unidos e de Israel.

O antigo militar não adianta detalhes sobre a suposta organização.

Eshed afirma também que o ainda Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, esteve mesmo “prestes” a revelar ao mundo tudo o que o país sabe sobre a alegada existência destes seres alienígenas, mas acabou por recuar para não gerar “histeria em massa”.

De acordo com o antigo general, a Humanidade não está preparada para tal revelação.

“Os Objetos Voadores Não Identificados pediram para não se revelar que estão aqui, a Humanidade ainda não está pronta (…) [Os alienígenas] têm esperado até aos dias de hoje para que a humanidade se desenvolva e chegue a um estágio em que possamos entender, em geral, o que é Espaço e nave espacial”, continuou, citado pela TVI24.

O antigo militar defende ainda que está a ser montada uma base base espacial subterrânea em Marte, onde humanos e extraterrestres estão a trabalhar lado a lado.

Eshed lançou em novemebro passado o livro The Universe Beyond the Horizon – conversations with Professor Haim Eshed, no qual conta mais detalhes sobre as revelações agora feitas, incluindo a alegada Federação Galáctic.

Questionado sobre o motivo que o levou a guardar este “segredo” por tanto tempo, o antigo militar diz que existe agora uma maior abertura para o tema.

“Se tivesse contado há cinco anos o que disse agora, teria sido hospitalizado (…) [Agora], não tenho nada a perder. Tenho as minhas graduações e prémios e sou respeitado em universidades no estrangeiro”, concluiu.

  ZAP //

13 Comments

    • É tudo estranho até eles aparecerem. Até a Coca-Cola era estranha quando se provou pela primeira vez. Depois passou a ser “normal”..

  1. extraterrestres e bruxas: não acredito, mas que os há, há!…
    eles andam aí e actualmente são mais conhecidos como negacionistas.

  2. Claramente que devem existir “extra-terrestres”, ou seja, vida evoluída noutros planetas! Se considerarmos que a probabilidade de haver vida em evolução nos biliões de exoplanetas (planetas com massa, água, temperatura e atmosfera semelhantes ao nosso) é a mesmíssima do que neste planeta, então será óbvio que há outros seres parecidos ou diferentes de nós por aí nesse vasto universo. Só uma perspectiva ultrapassada antropocentrista (que coloca o homem no centro do universo) é que não vê outras raças mais evoluídas para além da nossa. Boa sorte com isso!

    • Não leste a notícia (nem o título), não foi?!
      Pois… agora tenta lá explicar os acordos secretos dos ET’s com o governo americano para a malta se rir mais um pouco!…

  3. Estou convencido que o Covid é uma invasão de extraterrestres, se não como explicar a violenta e rápida expansão pelo planeta deste virus? Terá vindo numa chuva de meteoritos que em contacto com a atmosfera se desfizeram permitindo a estes bichinhos espalharem-se facilmente pelo planeta…O que existe agora é uma luta entre humanos e extra-terrestres inteligentes, veremos quem vai vencer.

  4. agora a sério. que exista mais vida inteligente no Universo além de nós, tudo bem. agora alienígenas celebrarem um acordo com o governo americano…!? o que o álcool faz…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.