SuperBowl do Senado: EUA pararam para ver Comey acusar a Casa Branca de mentir

Shawn Thew / EPA

O ex-director do FBI, James Comey

O ex-director do FBI, James Comey

O ex-diretor do FBI afirmou, esta quinta-feira, numa audiência no Senado, que o Governo do Presidente Donald Trump decidiu difamá-lo e mentiu quando explicou as razões para a sua demissão no mês passado.

No início do esperado depoimento no Comité de Inteligência do Senado, James Comey disse ter ficado “surpreendido” e “confuso” com a decisão de Trump de demiti-lo do comando do FBI. Além disso, o ex-diretor disse que o Governo divulgou “mentiras” sobre si e sobre a agência que dirigia até então.

O depoimento de James Comey causou uma enorme mobilização entre os norte-americanos, que assistiram em massa à sessão pela televisão. Inúmeros restaurantes e bares dos Estados Unidos abriram mais cedo e promoveram festas temáticas, com transmissão do evento ao vivo.

Com direito a batata frita e vodka russa, o evento já foi mesmo chamado de “SuperBowl de Washington”, numa alusão à final do campeonato de futebol norte-americano que uma vez por ano faz para os Estados Unidos para assistir ao jogo.

O Governo escolheu difamar-me e, de maneira muito mais grave, [difamar] o FBI, ao dizer que a organização estava afundada no caos e que os seus funcionários tinham perdido a confiança no seu diretor. Puras e simples mentiras”, afirmou.

Na audiência, Comey afirmou que o FBI é honesto, forte e independente. E que vai continuar a funcionar, com ou sem a sua ajuda. “O FBI vai ficar bem sem mim. O FBI vai seguir a sua missão. E o papel do FBI é proteger os norte-americanos. O FBI é maior do que qualquer diretor ou do que qualquer presidente”, apelou.

Questionado sobre se Trump lhe pediu para parar a investigação sobre a interferência da Rússia nas eleições, Comey disse que segundo o “seu entendimento não”. No entanto, o ex-diretor interpretou uma instrução nesse sentido durante uma conversa, na qual abordava o assunto como a “nuvem”.

Comey estava “preocupado” que Trump mentisse

Questionado sobre tais conversas, o ex-diretor do FBI disse ainda que documentou os encontros a sós com o Presidente porque tinha medo que, posteriormente, o republicano mentisse sobre o conteúdo dessas conversas.

Estava genuinamente preocupado pelo facto de que ele pudesse mentir sobre a natureza dos nossos encontros”. “Sabia que podia chegar o dia no qual pudesse precisar de um registo do que ocorreu não só para me defender mas também para defender o FBI”.

Além disso, referiu que nunca precisou de tomar notas com outros Presidentes, como é o caso de Barack Obama, com o qual se reuniu apenas três vezes em oito anos, assim como com o ex-presidente George W.Bush, quando era ainda um funcionário do alto escalão do Departamento de Justiça.

Sobre o tweet de Trump, em que o Presidente “esperava” que não existissem gravações das suas conversas com o diretor do FBI, James Comey respondeu: “Meu Deus! Espero que essas gravações existam“.

Na mesma audiência, o senador Tom Cotton questionou-o diretamente: “Acredita que Trump esteve em conluio com a Rússia?”. Mas o ex-diretor do FBI não quis responder: “Essa é uma questão que penso que não devo responder numa reunião aberta”.

Paola de Orte / Agência Brasil

A brasileira Victoria Herring, estudante de política, acordou às três da manhã para acompanhar o depoimento de Comey no Senado, evento apelidado de "Super Bowl de Washington"

A brasileira Victoria Herring, estudante de política, acordou às três da manhã para acompanhar o depoimento de Comey no Senado, evento apelidado de “Super Bowl de Washington”

Relativamente à gestão que fez da investigação aos e-mails da rival democrata Hillary Clinton, Comey garantiu que não teria feito nada de diferente.

No final da audição, o senador Mark Warner sublinhou que muitas perguntas ficaram ainda por esclarecer. Trump deverá ainda hoje comentar as declarações do ex-diretor do FBI.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …