Trump avisa Comey para não falar à imprensa (não vá haver gravações de certas conversas)

gageskidmore / Flickr

O milionário americano Donald Trump

O milionário americano Donald Trump

O Presidente norte-americano que, na noite de terça-feira, demitiu de forma inesperada o chefe do FBI, fez um comentário, em jeito de aviso, a James Comey.

James Comey bem pode torcer para que não haja ‘registos’ das nossas conversas antes de começar a fazer revelações aos media”, assinalou Donald Trump numa série de tweets divulgados esta manhã.

Na quinta-feira, o Presidente indicou em entrevista à NBC ter mantido duas conservações telefónicas, e um jantar, com Comey e onde terá perguntado se estava a ser visado pelo inquérito do FBI sobre um conluio com a Rússia.

“Disse-lhe, ‘Se for possível, pode dizer-me se existe um inquérito sobre mim?’. Ele disse-me que não havia um inquérito sobre mim”, explicou Trump à cadeia televisiva, numa referência ao inquérito em curso no FBI sobre possíveis ligações entre o seu círculo mais próximo e responsáveis russos durante a campanha eleitoral de 2016.

Dois inquéritos estão igualmente a decorrer no Congresso para determinar se existiu conluio com a Rússia para favorecer a candidatura do republicano em detrimento da sua adversária democrata Hillary Clinton.

Hoje, Trump também reagiu às críticas relacionadas com a comunicação emitida pelas suas equipas depois do afastamento inesperado de Comey. Durante alguns dias, foram divulgadas diversas versões, que diferiam em função dos interlocutores.

“Na qualidade de presidente muito ativo e com numerosas situações a decorrer, nem sempre é possível às minhas equipas que subam a um estrado com uma perfeita exatidão”, justificou o multimilionário. “Talvez fosse melhor anular no futuro todos os ‘briefing com a imprensa’ e remeter as respostas por escrito para garantir maior exatidão”, prosseguiu.

“Presságio da sua queda”

O New York Times avançou que Trump exigiu “lealdade” a Comey, quando chegou à Casa Branca, mas este apenas lhe ofereceu “honestidade”, o que lhe terá custado o cargo.

Essa conversa teve lugar durante um jantar privado, uma semana depois da tomada de posse, segundo explicou Comey a alguns colegas seus que, após o despedimento, falaram ao jornal norte-americano sob a condição de anonimato.

Segundo essas fontes, num determinado momento da conversa, depois de se gabar da sua vitória nas eleições e das “multidões” que juntava nos seus comícios, Trump pediu a Comey que lhe “jurasse lealdade”, o que Comey negou, prometendo-lhe, em vez disso, que seria sempre “honesto” com ele, embora insistindo que não seria “de fiar” no sentido político do termo.

Insatisfeito com a resposta, Trump instou-o mais duas vezes a jurar-lhe lealdade, mas Comey não cedeu, sempre de acordo com a versão do ex-diretor do FBI relatada por colegas ao New York Times.

O ex-diretor do FBI acredita agora que esse jantar foi “um presságio da sua queda”, segundo o jornal nova-iorquino.

Sarah Huckabee Sanders, porta-voz da Casa Branca, disse ao diário que a versão do ex-diretor não é um “relato preciso” do que sucedeu no referido jantar e que o Presidente dos EUA nunca lhe exigiria “lealdade pessoal”, mas sim lealdade ao povo e à pátria.

A decisão do Presidente suscitou uma onda de indignação particularmente entre os representantes do Partido Democrata e colunistas de opinião na imprensa norte-americana.

O Partido Democrata chegou mesmo a comparar o episódio à tentativa de encobrimento feita pelo Presidente Richard Nixon no famoso “caso Watergate”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

AstraZeneca entregou 10% das vacinas. Depois de Itália, França e Alemanha admitem bloquear exportações

A presidente da Comissão Europeia avisou esta segunda-feira que outros países poderão seguir o exemplo da Itália e bloquear as exportações de vacinas da covid-19 e disse esperar um reforço na entrega pelas farmacêuticas no …

Crânio de mulher decapitada encontrado em caverna no norte de Itália

O crânio de uma mulher, que viveu na Idade da Pedra, fez uma viagem inesperada e acabou no fundo de uma caverna íngreme de Itália. Os arqueólogos acreditam que o acidente tenha ocorrido há cerca …

Inspeção da IGAS admite "responsabilidade deontológica" de médicos em Reguengos

A inspeção ordenada pelo Ministério da Saúde ao surto de covid-19 no lar de Reguengos de Monsaraz admite "responsabilidade deontológica" dos médicos que recusaram visitar a instituição no seguimento de instruções da Ordem dos Médicos …

Desconfinar creches e 1.º ciclo em março é possível, mas com "botão de pânico"

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes considera que é possível a partir de meados deste mês abrir creches e primeiro ciclo. Contudo, tem de se estar "sempre pronto para parar". O plano de descofinamento será anunciado pelo …

UEFA suspende árbitro do PSG-Basaksehir (mas afasta conduta racista)

Sebastian Coltescu foi suspenso pela UEFA até ao final da atual temporada, devido a "comportamento impróprio" no jogo entre o PSG e o Basaksehir, mas o  organismo afastou qualquer ação racista do romeno. "Foi decidido suspender …

O maior lagarto do mundo tem uma peculiar história de reprodução

O dragão de Komodo (Varanus komodoensis), o maior lagarto à face da Terra, tem uma estranha história de reprodução, de acordo com uma nova investigação científica levada a cabo pela Universidade Nacional da Austrália. De …

Portal Goal aponta Diego Costa ao Benfica (e até avança valores)

O portal desportivo Goal apontou esta segunda-feira Diego Costa, ex Atlético de Madrid e atualmente sem clube, ao Benfica. De acordo com a mesma fonte, o clube da Luz oferece ao jogador um salário de …

Um mandato com "vários mandatos" dentro. A segunda dinastia de Marcelo começa hoje

Esta terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa toma posse para um segundo mandato como Presidente da República. Por volta das 10h30, na Assembleia da República, Marcelo Rebelo de Sousa vai voltar a pousar a mão direita na …

Groundforce em risco de insolvência. Governo ainda sem soluções

O Governo ainda não tem soluções para resolver o problema dos trabalhadores da Groundforce, indicou o ministro das Infraestruturas e da Habitação numa reunião, esta segunda-feira, com os representantes dos colaboradores. "O ministro informou-nos que não …

Peritos propõem plano para desconfinar lentamente ao longo de um mês e meio

Esta segunda-feira, na reunião no Infarmed, os especialistas apresentaram a sua proposta de plano de desconfinamento. A decisão final do Governo só será conhecida na quinta-feira. De acordo com o Expresso, a proposta de plano de …