EUA vão retirar do mercado cigarros eletrónicos com sabores

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira, durante uma reunião na Casa Branca, que os cigarros eletrónicos com sabores vão ser retirados do mercado.

Depois da morte de seis pessoas por doença pulmonar que se suspeita estar associada à utilização de cigarros eletrónicos, e de outros 450 casos semelhantes terem sido reportados, Trump considera que são necessárias “medidas fortes” para “proteger crianças inocentes dos potenciais riscos destes cigarros”.

A FDA (Food and Drug Administration, que controla a qualidade alimentar e dos fármacos no país) ainda estará a trabalhar no assunto, sendo expectável a divulgação em breve de novas orientações, segundo informou Alex Azar, secretário de Estado da Saúde e Serviços Humanos, no Twitter.

Na terça-feira, foi confirmada a morte de uma sexta pessoa, que residia no estado do Kansas, tinha 50 anos e um historial de problemas de saúde. A vítima terá dado entrada no hospital com vários sintomas que terão progredido rapidamente.

Não foram avançados quaisquer detalhes sobre o tipo ou modelo de cigarro eletrónico utilizado, à semelhança do que aconteceu nas cinco mortes anteriores, a primeira ocorrida a 23 de agosto, no Illinois, a segunda em Oregon e as seguintes nos estados de Indiana, Minnesota e Califórnia.

Foram registados 450 casos de doença pulmonar causada potencialmente pelo uso de cigarros eletrónicos em 33 estados norte-americanos. As vítimas começaram por apresentar sintomas como tosse, dor no peito e dificuldade em respirar, e num curto período do tempo a sua saúde deteriorou-se ao ponto de terem de ser hospitalizados. Outros pacientes apresentaram náuseas, vómitos, diarreia, fadiga e perda de peso.

Segundo uma análise preliminar realizada pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA, a maioria dos consumidores recorreu a produtos que continham compostos da canábis, incluindo THC (tetraidrocanabinol), substância psicoactiva encontrada na canábis, refere o jornal The Hill.

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças apelou aos consumidores para que não utilizem cigarros eletrónicos.

Os cigarros eletrónicos retirados do mercados são cigarros com sabor, que tem que ver com o número crescente de jovens norte-americanos que utilizam estes cigarros.

Esta semana, de acordo com o Expresso, as autoridades de saúde federais norte-americanas criticaram a empresa Juul Labs, uma gigante na área da comercialização de cigarros eletrónicos, por ter feito “publicidade enganosa dos seus produtos”, apresentando-os em escolas e a alunos como uma alternativa mais saudável aos cigarros tradicionais.

A cidade de São Francisco anunciou em junho que ia proibir a venda de cigarros eletrónicos em 2020.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O Oumuamua pode ser um icebergue de hidrogénio (e um dos objetos mais raros do Universo)

Uma equipa de astrónomos da Universidade de Yale e da Universidade de Chicago propôs uma nova descrição para o Oumuamua, o primeiro objeto interestelar a passar pelo nosso Sistema Solar. De acordo com a nova teoria …

A Via Láctea pode ter sido esmagada por campos magnéticos quando ainda era um "bebé cósmico"

Nos primeiros dias do Universo, quando a Via Láctea ainda era apenas um bebé cósmico, campos magnéticos poderosos podem tê-la esmagado e ter tido um grande impacto no seu crescimento. Em entrevista ao NewScientist, astrofísicos da …

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …