EUA vão comprar 100 milhões de doses de vacina germano-americana. Custaram 1,7 mil milhões

PAHO / WHO

Os Estados Unidos vão pagar cerca de 1,7 mil milhões de euros por 100 milhões de doses de uma vacina do novo coronavírus, desenvolvida por uma parceria germano-americana, anunciaram esta quarta-feira as autoridades e laboratórios.

“O Governo dos Estados Unidos fez um pedido inicial de 100 milhões de doses [da vacina], pagando 1,95 mil milhões de dólares (cerca de 1,7 mil milhões de euros) e pode adquirir até 500 milhões de doses adicionais”, disseram as empresas Biontech e Pfizer, que devem iniciar os ensaios clínicos da vacina muito em breve.

O secretário de Saúde dos EUA, Alex Azar, já confirmou a informação, lembrando que a vacina deverá ainda ser aprovada pelas autoridades sanitárias, antes de ser distribuída.

O acordo faz parte do programa governamental Warp Speed, lançado pelo Presidente Donald Trump, que abrange a compra de várias vacinas, que estão a ser desenvolvidas em simultâneo, contra o novo coronavírus. Sob esta iniciativa, o Governo dos Estados Unidos está a promover o desenvolvimento de vacinas, de forma a poder comprar o número suficiente de doses, logo que estejam disponíveis e aprovadas.

Azar diz que este contrat eleva para cinco o número de possíveis vacinas na luta contra a pandemia que estão na mira do Governo norte-americano.

Na terça-feira, Donald Trump tinha dito que “as vacinas estão a chegar e a chegar muito mais cedo do que se julgava possível”, depois de admitir que a situação da pandemia nos Estados Unidos ainda se está agravar, tendo sido registados cerca de quatro milhões de casos de contágio, incluindo cerca de 140 mil mortes.

 

Comissão Europeia apoia com 100 milhões

Também nesta quarta-feira, Comissão Europeia anunciou a alocação de 100 milhões de euros a um projeto de investigação de vacinas contra a covid-19, verba que se soma aos 15,9 mil milhões de euros já anunciados para testes e outros tratamentos.

Em comunicado, o executivo comunitário divulga que “cofinanciará com 100 milhões de euros um concurso lançado pela Coligação para Inovações em Preparação para Epidemias para apoiar o rápido desenvolvimento de vacinas contra o novo coronavírus”, naquele que é um novo projeto de um centro de investigação para tentar acelerar a descoberta deste tipo de tratamentos para a covid-19.

A comissária europeia da Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, Mariya Gabriel, frisa serem “necessários tratamentos e vacinas eficientes para eliminar o perigo do coronavírus”, pelo que esta verba da Comissão Europeia visa que este projecto “desenvolva rapidamente potenciais e promissoras vacinas”.

Sediada na Noruega, esta é uma parceria global criada em 2017 para desenvolver vacinas para prevenir futuras epidemias, que está a trabalhar para criar possíveis vacinas contra o novo coronavírus, bem como para assegurar que estas estejam prontas para serem produzidas em escala, em colaboração com parceiros da indústria.

O apoio anunciado esta quarta-feira é dado ao abrigo do programa comunitário de investigação Horizonte 2020.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …