EUA revelam preocupação com desenvolvimento de armas nucleares russas

Heikki Saukkomaa / Lehtikuva Handout / EPA

Os EUA demonstraram esta quarta-feira preocupação com o desenvolvimento de armas nucleares não estratégicas por parte da Rússia, numa reunião com uma delegação russa, na Suíça, para tentar “reduzir mal-entendidos”.

A reunião em Genebra, que juntou altos funcionários da diplomacia e da defesa dos EUA e da Rússia, terminou com um comunicado da delegação norte-americana afirmando a necessidade de “um compromisso com o cumprimento pleno e verificável para o controlo efetivo das armas”.

A frase do comunicado da delegação dos EUA remete para o ponto mais delicado da reunião de Genebra, relacionado com as questões das armas nucleares e dos mísseis balísticos, num momento em que os dois países procuram entendimentos estratégicos na área da defesa e dissipar dúvidas e mal entendidos nestas matérias.

A Rússia não emitiu nenhum comunicado no final da reunião.

Entre as questões abordadas pela delegação norte-americana, liderada pelo subsecretário de Estado, John Sullivan, pontuavam estratégias de segurança interna e de defesa nacional.

Sullivan aproveitou para transmitir ao vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Ruabkov, que liderava a sua delegação, a visão do Presidente dos EUA, Donald Trump, sobre “a nova direção a ser tomada no controlo de armas nucleares com a Rússia e com a China”.

A delegação dos EUA quis deixar claro que é necessário um compromisso de “cumprimento total e verificável” com o tratado que regula essas questões, para que um controlo efetivo de armas seja alcançado, segundo o comunicado emitido no final da reunião.

Na versão norte-americana sobre o encontro de hoje em Genebra, a reunião permitiu que as delegações “discutissem as suas políticas estratégicas nacionais”, em matéria de segurança, para “reduzir mal-entendidos e equívocos em várias questões-chave de segurança”.

Washington explicou ainda que esta reunião faz parte de uma série de encontros que os Estados Unidos pretendem realizar com a Rússia, desde as primeiras conversas em 14 de maio, em Sochi, entre o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, e o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov.

Ao longo destas reuniões e no encontro de hoje, segundo o comunicado da delegação norte-americana, os EUA têm expressado as suas preocupações sobre o desenvolvimento de armas nucleares não estratégicas por parte da Rússia, bem como a “falta de transparência” em relação às obrigações assumidas em diversos tratados.

Em 2018, o Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que abandonava o tratado de mísseis de curto e médio alcance, assumido com a União Soviética em 1987, acusando o Governo russo de não cumprir com os seus compromissos.

Em reação, o Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que também abandonava o tratado, acusando os EUA de não o respeitarem, e anunciou o desenvolvimento de mísseis SSC-8, que a NATO diz ter capacidade de transportar armas nucleares.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …

IL quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

A Iniciativa Liberal apresentou, esta sexta-feira, duas propostas para reduzir o IVA da alimentação para crianças pequenas para 6% e para eliminar a limitação etária na dedução do IRS para famílias que tenham mais do …

Sintra comemora 25 anos como Património da UNESCO com mais de 200 eventos

O município de Sintra assinala os 25 anos da elevação a Património Mundial com a realização de mais de 200 eventos, nomeadamente uma exposição que reúne obras sobre o concelho desde a antiguidade à contemporaneidade. Sintra, …