EUA destroem armazém de dinheiro do Estado Islâmico com polémica tática israelita

Um ataque da aviação militar dos Estados Unidos destruiu um armazém de dinheiro do Estado Islâmico na cidade iraquiana de Mosul, usando uma controversa tática militar israelita.

Os detalhes da operação, que teve lugar no passado dia 5, foram divulgados esta terça-feira pelo general norte-americano Peter Gersten.

Segundo a Reuters, o armazém, que continha cerca de 150 milhões de dólares em dinheiro e estava localizado numa casa de habitação, era controlado por um “emir financeiro” da zona sul de Mosul, que seria o principal distribuidor de dinheiro entre os militantes do Daesh na região.

Antes do ataque à habitação, os militares norte-americanos confirmaram que no seu interior se encontravam várias mulheres e  crianças.

Para realizar a operação militar sem causar vítimas civis, os norte-americanos usaram uma tática de ataque israelita, chamada “roof knock”.

A controversa tática consiste em disparar primeiro um míssil de aviso, para permitir que os civis abandonem o local, antes de lançar o verdadeiro ataque em força.

No entanto, apesar do “toque no telhado”, uma mulher morreu no ataque, ao decidir voltar a entrar no armazém no último instante antes do bombardeamento.

“Foi muito difícil para nós assistir, porque no último instante uma mulher voltou inesperadamente ao armazém, a poucos segundos do impacto”, explicou o general Gersten.

Nada podíamos fazer“, acrescentou.

A Força Aérea de Israel tem usado estes “toques no telhado” contra o Hamas na Faixa de Gaza desde 2014.

Mas a tática tem sido fortemente criticada por não evitar baixas civis, e uma comissão especial das Nações Unidas considerou em 2015 que o “roof knock” é pouco eficaz, por causar frequentemente confusão e dar pouco tempo aos civis para abandonar o local.

A Força Aérea norte-americana contabilizou até agora 41 vítimas civis desde o início da campanha de bombardeamentos aéreos de alvos jihadistas, que teve início em 2014,

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. E quantos civis eles matam nos atentados? Não defendo o “olho por olho”, mas 41 mortes de civis desde 2014 demonstram que existe preocupação de salvaguardar a população neste ataques. Infelizmente, acidentes acontecem.

  2. O Objectivo é destruir o armazem e o conteudo, não ceifar vidas (sejam elas de terroristas ou não…).

    Cumprimentos,

  3. Acho que o PENSADOR deveria ir lá para tal Estado Islâmico e tentar “vender” as suas teorias de BOMBOM DA PARÓQUIA!!!!

  4. Isto só vem confirmar que os infames do EI usam pessoas como escudos humanos! 41 mortos civis desde 2014, em situações de utilização de escudos humanos, parece-me um número – felizmente – baixo (idealmente deveria ser 0).

  5. Que pena pela morte de mais uma mulher que possivelmente seria uma possível terrorista armadilhada e pronta a matar dezenas ou centenas de inocentes.

RESPONDER

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …

PCP mantém festa do Avante! e pede calma às "almas mais inquietas"

O secretário-geral do PCP admitiu hoje que “não seria um drama”, devido à pandemia de covid-19, cancelar a festa do Avante, e garantiu que não é por dinheiro que os comunistas estão empenhados em realizá-la …

Futebol inglês aponta regresso para dia 17 de junho

A Liga inglesa de futebol, suspensa desde 13 de março devido à pandemia da covid-19, vai regressar em 17 de junho, com a realização de dois encontros em atraso, de acordo com BBC e Sky …

Estado investe 2.000 milhões na ferrovia, mas comboios vão circular à mesma velocidade

O investimento da Infraestruturas de Portugal deverá rondar os 2.000 milhões de euros, mas este montante servirá quase exclusivamente para eletrificação de linhas e substituição de sinalização. De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal …

SBSR confirma Foals, Local Natives e Boy Pablo para a edição de 2021

Os Foals, os Local Natives e o músico Boy Pablo são os primeiros nomes reagendados para a 26.ª edição do Festival Super Bock Super Rock, remarcada para julho de 2021, foi hoje anunciado. O SBSR deveria …

Artistas com espetáculos cancelados recebem pelo menos 50%

O primeiro-ministro referendou, esta quarta-feira, a lei que regula a possibilidade de festivais e espetáculos no verão e que assegura apoio financeiro a artistas alvo de cancelamento ou reagendamento dos espetáculos por causa da pandemia. Este …

EUA anunciam fim da isenção de sanções no programa nuclear civil iraniano

Os Estados Unidos (EUA) anunciaram na quarta-feira o fim das derrogações que autorizaram até agora projetos relacionados com o programa nuclear civil iraniano, acordo internacional de 2015 do qual Washington se retirou. "Hoje, anuncio o fim …