EUA destroem armazém de dinheiro do Estado Islâmico com polémica tática israelita

Um ataque da aviação militar dos Estados Unidos destruiu um armazém de dinheiro do Estado Islâmico na cidade iraquiana de Mosul, usando uma controversa tática militar israelita.

Os detalhes da operação, que teve lugar no passado dia 5, foram divulgados esta terça-feira pelo general norte-americano Peter Gersten.

Segundo a Reuters, o armazém, que continha cerca de 150 milhões de dólares em dinheiro e estava localizado numa casa de habitação, era controlado por um “emir financeiro” da zona sul de Mosul, que seria o principal distribuidor de dinheiro entre os militantes do Daesh na região.

Antes do ataque à habitação, os militares norte-americanos confirmaram que no seu interior se encontravam várias mulheres e  crianças.

Para realizar a operação militar sem causar vítimas civis, os norte-americanos usaram uma tática de ataque israelita, chamada “roof knock”.

A controversa tática consiste em disparar primeiro um míssil de aviso, para permitir que os civis abandonem o local, antes de lançar o verdadeiro ataque em força.

No entanto, apesar do “toque no telhado”, uma mulher morreu no ataque, ao decidir voltar a entrar no armazém no último instante antes do bombardeamento.

“Foi muito difícil para nós assistir, porque no último instante uma mulher voltou inesperadamente ao armazém, a poucos segundos do impacto”, explicou o general Gersten.

Nada podíamos fazer“, acrescentou.

A Força Aérea de Israel tem usado estes “toques no telhado” contra o Hamas na Faixa de Gaza desde 2014.

Mas a tática tem sido fortemente criticada por não evitar baixas civis, e uma comissão especial das Nações Unidas considerou em 2015 que o “roof knock” é pouco eficaz, por causar frequentemente confusão e dar pouco tempo aos civis para abandonar o local.

A Força Aérea norte-americana contabilizou até agora 41 vítimas civis desde o início da campanha de bombardeamentos aéreos de alvos jihadistas, que teve início em 2014,

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. E quantos civis eles matam nos atentados? Não defendo o “olho por olho”, mas 41 mortes de civis desde 2014 demonstram que existe preocupação de salvaguardar a população neste ataques. Infelizmente, acidentes acontecem.

  2. O Objectivo é destruir o armazem e o conteudo, não ceifar vidas (sejam elas de terroristas ou não…).

    Cumprimentos,

  3. Acho que o PENSADOR deveria ir lá para tal Estado Islâmico e tentar “vender” as suas teorias de BOMBOM DA PARÓQUIA!!!!

  4. Isto só vem confirmar que os infames do EI usam pessoas como escudos humanos! 41 mortos civis desde 2014, em situações de utilização de escudos humanos, parece-me um número – felizmente – baixo (idealmente deveria ser 0).

  5. Que pena pela morte de mais uma mulher que possivelmente seria uma possível terrorista armadilhada e pronta a matar dezenas ou centenas de inocentes.

RESPONDER

Neandertais tinham a capacidade de falar e perceber a linguagem humana

Um novo estudo mostra que os nossos parentes Neandertais tinham a capacidade de ouvir e produzir os sons da fala dos humanos modernos. Nos últimos anos, várias evidências científicas provaram que os Neandertais eram muitos …

Maria José Valério morre vítima de covid-19 ao 87 anos

A cançonetista Maria José Valério, que deu voz à "Marcha do Sporting", morreu esta quarta-feira em Lisboa, aos 87 anos, vítima de covid-19, disse fonte da Casa do Artista. A intérprete de "Menina dos Telefones" (1961) …

Mais impostos e incentivos. Governo avança com reforma fiscal verde (e tem o apoio de Bruxelas)

O Governo está a trabalhar com a Comissão Europeia para aprofundar a primeira vaga reformista, lançada pelo anterior Governo PSD-CDS em 2015, para avançar com uma nova reforma fiscal verde. O Diário de Notícias avança esta …

Costa dá guião a deputados do PS sobre bazuca e promete plano nacional

António Costa reuniu-se com deputados do PS para elucidar sobre a aplicação da bazuca europeia. O primeiro-ministro prometeu um plano nacional para os setores mais afetados. Com as eleições autárquicas à porta e 16 mil milhões …

"Mini cérebros" criados em laboratório sugerem mutação que revolucionou a mente humana

A mudança de uma única letra no nosso código genético pode ter desencadeado um novo nível de função cerebral em humanos modernos, sugere um novo estudo. Como é que nós, humanos, nos tornamos o que somos …

6% da população já recebeu uma dose da vacina. 3% tem a vacinação completa

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose da vacina contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana, das quais 265.281 pessoas já têm a vacinação completa, informou o Ministério da …

Costa avisa: "A ideia de que as tragédias não se repetem é uma ideia falsa"

O primeiro-ministro fez, esta terça-feira, um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal não pode esquecer o que aconteceu no mês de janeiro. "Apelo ao sentido cívico de …

Marta Temido admite professores e funcionários prioritários na vacinação

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu esta terça-feira que "está a ser analisada" a possibilidade de vacinar os professores e funcionários de escolas no arranque do desconfinamento.  Esta terça-feira à noite, numa entrevista à SIC, …

Explosão em centro de testes nos Países Baixos. Polícia suspeita que tenha sido "intencional"

O centro regional de testes do conselho de saúde em Bovenkarspel, nos Países Baixos, foi atingido por uma explosão na manhã desta quarta-feira. De acordo com os media locais, que citam a polícia holandesa, a explosão …

A maior parte da vida na Terra vai desaparecer por falta de oxigénio em mil milhões de anos

A previsão dos cientistas é catastrófica: dentro de mil milhões de anos, a atmosfera da Terra vai ter pouquíssimo oxigénio, tornando inabitável a vida aeróbica complexa. No início da história da Terra, os níveis de oxigénio …