“Mais um presente” para Netanyahu. EUA deixam de considerar ilegais os colonatos israelitas na Cisjordânia

Os Estados Unidos deixaram de considerar ilegais os colonatos israelitas na Cisjordânia. O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, revertendo uma política com 41 anos.

“Depois de estudar todos os lados do debate legal, esta administração decidiu concordar com o Presidente Reagan: o estabelecimento de colonatos civis na Cisjordânia não é, per se, inconsistente com a lei internacional”, declarou Pompeo no Departamento do Estado, referindo-se à posição tomada por Ronald Reagan em 1981, quando disse que os colonatos não eram “inerentemente ilegais”.

O anúncio resulta de um ano de trabalho, feito pelo Departamento do Estado em estreita coordenação com a equipa de paz da Casa Branca, liderada pelo genro de Donald Trump, Jared Krushner, segundo avançou uma fonte oficial à CNN, salientando que o governo norte-americano continua a defender que os colonatos israelitas não contribuem para a manutenção da paz entre Israel e a Palestina.

Mike Pompeo garantiu que a decisão “foi baseada unicamente em factos, na História e nas circunstâncias apresentadas” e que o governo norte-americano não pretende expressar assim “qualquer posição em relação ao estado legal de nenhum colonato” ou “abordar ou prejudicar o estado final da Cisjordânia”.

Benjamin Netanyahu reagiu à decisão, considerando que corrige um “erro histórico”.

Em 2017, Trump reconheceu oficialmente Jerusalém como a capital de Israel e, um ano depois, abriu uma embaixada nessa cidade. Aliás, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, inaugurou um novo colonato nos Montes Golã, território sírio anexado por Israel em 1981, batizado “Colina Trump” em honra do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Atef Safadi / EPA

Um colonato nos Montes Golã foi batizado de “Colina Trump” em honra do presidente dos EUA

“Mais um presente” para Netanyahu

O anúncio levantou um coro de críticas. Um porta-voz do presidente palestiniano, Nabil Abu Rudeineh, disse que a decisão dos norte-americanos “contradiz totalmente a lei internacional”, de acordo com a Reuters.

Segundo a Al Jazeera, o ministro jordano dos Negócios Estrangeiros, Ayman Safadi, alertou que a mudança de posição dos EUA terá “consequências perigosas” nas perspetivas de revitalização do processo de paz no Médio Oriente. O governante reiterou que os colonatos são ilegais e atentatórios contra uma solução de dois Estados em que um Estado palestiniano existiria ao lado de Israel.

Também a União Europeia reagiu à decisão pela voz de Federica Mogherini, alta representante da UE para a política externa e a segurança. “A União Europeia (UE) apela a Israel para que acabe com todas as atividades de assentamento, em linha com as suas obrigações como potência ocupante”, disse.

O diretor executivo da US Campaign for Palestinian Rights, uma organização não-governamental americana que luta pelos direitos dos palestinianos, também se mostrou crítico do anúncio de Pompeo. Segundo Yousef Munayyer, foi “mais um presente” para o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e “uma luz verde para os líderes israelitas construírem mais colonatos e promoverem a anexação formal”.

O senador norte-americano Bernie Sanders, candidato à nomeação democrata para as eleições do próximo ano, juntou-se à condenação do anúncio, sublinhando que “os colonatos israelitas em território ocupado são ilegais”. “Isto está claro no direito internacional e em várias resoluções das Nações Unidas. Mais uma vez, Trump está a isolar os EUA e a minar a diplomacia ao ceder à sua base extremista”, acusou.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …

Al Gore diz ser o maior fã de Greta Thunberg

Al Gore, antigo vice-presidente de Barack Obama e autor do documentário ambiental "Uma verdade inconveniente", elogiou esta semana o trabalho desenvolvido pela ativista sueca Greta Thunberg, dizendo ser o seu maior fã. "Sou o seu …

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …