Taxa de mortalidade por covid-19 diminuiu desde o início da pandemia, revelou estudo

Fernando Bizerra / Lusa

As taxas de mortalidade entre pacientes com covid-19 nos cuidados intensivos melhoraram desde o início da pandemia, graças aos avanços nos tratamentos, revelou uma nova pesquisa.

Segundo noticiou na terça-feira o Guardian, em março de 2020, a taxa de mortalidade para os pacientes em cuidados intensivos era de 60%, tendo caído em outubro de 2020 para 36%, de acordo com o estudo. Essa queda revela uma tendência positiva, visto que em maio do mesmo ano já tinha baixado para 42%.

Esta descoberta, que tem por base 52 estudos de diferentes países, envolvendo 43.128 pacientes, foi publicada na segunda-feira na Anesthesia. Os cinco autores, especialistas em terapia intensiva e anestesistas, foram liderados por Tim Cook, que trabalha no Royal United Hospital, em Bath, Inglaterra.

Apesar do resultado obtido, o grupo alertou que o progresso observado na mortalidade por covid-19 no último ano pode ter atingido um platô. Além disso, o surgimento de novas variantes do vírus poderá aumentar as taxas de mortalidade, ao passo que o programa de vacinação ajudará a reduzir o número de pessoas infetadas nos cuidados intensivos.

“No geral, a mortalidade em todos os estudos é menor no final de setembro (35,5%) do que” a observada “no final de maio (41,6%)”, relataram os especialistas. Esta melhoria deve-se a um maior uso de esteróides, às mudanças na forma como os pacientes recebem tratamento com oxigénio e fluídos e ao controlo dos coágulos sanguíneos.

A mortalidade na maioria das regiões do mundo varia agora entre de 30% e 40%. Na Europa, a média é de 33,4%, na América do Norte é 40%. Já no estado de Victoria, na Austrália, é de 11%. No outro extremo, no Médio Oriente é de 62%.

O estudo incluiu números da Inglaterra, do País de Gales e da Irlanda do Norte, coletados e publicados todas as semanas pelo Centro Nacional de Auditoria e Pesquisa de Terapia Intensiva (ICNARC). O seu último relatório, divulgado na sexta-feira, mostrou que a mortalidade era de 45% quando a pandemia surgiu, estando atualmente nos 40%.

“A mortalidade observada [nos três países] foi a mais baixa durante o verão de 2020, [quando era de] 27% para pacientes internados em cuidados intensivos, em junho ou julho”, indicou o estatístico do ICNARC James Doidge.

“Embora a mortalidade observada tenha aumentado novamente nos últimos meses, permanece menor do que seria previsto com base nas características dos pacientes internados. Por exemplo, 38% para pacientes [que estavam] gravemente enfermos em dezembro versus 43%-46% previstos” para esse período, acrescentou.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

As abelhas-operárias reproduzem-se fazendo clones (quase perfeitos) de si mesmas

Uma equipa de investigadores da Universidade de Sydney descobriu que as abelhas-operárias, uma espécie encontrada na África do Sul, se reproduzem fazendo clones quase perfeitos de si mesmas. Algumas pesquisas anteriores indicavam que algumas abelhas-operárias se …

"Quero entender o que aconteceu comigo": Eriksen já reagiu ao colapso em campo

O internacional dinamarquês Christian Eriksen já reagiu à sua queda inanimada dentro do relvado, dizendo que está melhor e que quer entender o que aconteceu. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do Grupo …

Segunda tentativa. Ricardo Salgado começa hoje a ser julgado no âmbito da Operação Marquês

O ex-banqueiro Ricardo Salgado, de 76 anos, deverá começar a ser hoje julgado por três crimes de abuso de confiança, devido a transferências de mais de 10 milhões de euros, no âmbito do processo Operação …

Partilha de publicação sobre recandidatura de Rui Moreira foi “erro de funcionária”

Autarquia portuense diz que publicação sobre recandidatura de Rui Moreira no site da Feira do Livro foi um erro já assumido por uma funcionária. Este domingo, o PSD-Porto acusou o independente Rui Moreira de “utilização de …

Teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje. Exceto em quatro concelhos

O teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje, passando a ser recomendado na generalidade do território de Portugal continental, exceto nos quatro concelhos que apresentam taxas de incidência de covid-19 superiores aos limites …

Variantes do coronavírus podem escapar dos anticorpos espalhando-se através de supercélulas

Variantes do coronavírus, como a britânica e a sul-africana, podem escapar dos anticorpos espalhando-se através de supercélulas, revela um novo estudo. Os anticorpos que criamos depois de sermos infetados com um vírus ou vacinados contra ele …

Estudo apresenta nova visão sobre a forma como os continentes se formaram

Um estudo liderado por geólogos da Monash University apresenta uma nova visão sobre a forma como os primeiros continentes da Terra se formaram. Apesar da Terra se ter formado há mais de 4,5 mil milhões de …

Cientistas descobrem novo exoplaneta semelhante a Neptuno

Uma equipa internacional de colaboradores, incluindo cientistas do JPL da NASA e da Universidade do Novo México, descobriram um novo exoplaneta temperado, do tamanho de Neptuno, com um período orbital de 24 dias orbitando uma …

Feira do Livro do Porto partilha recandidatura de Moreira. "Foi erro de funcionária"

A câmara do Porto explicou que a partilha do ‘post’ sobre a recandidatura de Rui Moreira feita este domingo na página de Facebook da “Feira do Livro do Porto” se deveu a “erro de uma …

Emma, uma pequena rinoceronte, viajou para o Japão para encontrar o amor

Uma pequena rinoceronte branca de cinco anos viajou de Taiwan para o Japão. Tudo para encontrar o amor. Tal como muitos humanos, os planos de viagem de Emma acabaram por ter de ser adiados devido ao …