Novo estudo revela qual dos bancos do carro é o mais perigoso

Os carros são dos meios de transporte mais perigosos. Embora as motos sejam as mais mortais, o automóvel é mais perigoso que o comboio, metro, autocarro e avião.

Um novo estudo do Insurance Institute for Highway Safety examinou a segurança dos passageiros do banco traseiro em acidentes de carro. As descobertas mostraram que os passageiros no banco de trás podem estar mais expostos a risco de lesão ou morte do que aqueles que estão na frente em certos cenários.

O IIHC argumenta que os fabricantes de automóveis se esforçaram bastante para melhorar a segurança dos passageiros e motoristas do banco da frente, principalmente pela introdução da nova tecnologia de airbag. Enquanto isso, a segurança dos passageiros do banco de trás não teve o mesmo nível de atenção.

O relatório descobriu que os cintos de segurança traseiros são consideravelmente menos eficientes e menos propensos a vir com “limitadores de força”, que ajudam a reduzir os danos causados ​​pelos cintos de segurança.

“Os fabricantes trabalharam para melhorar a proteção dos motoristas e dos passageiros do banco da frente. O nosso teste de colisão frontal moderadamente sobreposta e, mais recentemente, os nossos testes de frente de sobreposição do lado do motorista e do lado do passageiro são um grande motivo“, disse David Harkey, presidente do IIHS, em comunicado. “Esperamos que uma nova avaliação estimule um progresso semelhante no banco de trás”.

O estudo investigou 117 acidentes automobilísticos nos quais os ocupantes dos bancos traseiros morreram ou ficaram gravemente feridos usando fotografias, registos policiais e médicos, além de relatórios de investigação e autópsia.

Em muitos casos, os passageiros do banco de trás ficaram feridos mais severamente do que os ocupantes do banco da frente, sugerindo uma discrepância na segurança entre as filas dianteiras e traseiras. Os investigadores também descobriram que o tipo mais comum de lesão sofrida nestes casos eram as lesões no peito, seguidas pelos ferimentos na cabeça.

Os investigadores concluem com um pedido aos fabricantes de automóveis: que se concentrem mais na segurança dos passageiros do banco traseiro. Por exemplo, os limitadores de força podem ser facilmente instalados. Da mesma forma, alguns carros da Ford e da Mercedes-Benz têm cintos de segurança que são armados com um airbag insuflável projetado para distribuir força através do tronco e do peito.

“Estamos confiantes de que os fabricantes de veículos podem encontrar uma maneira de resolver este quebra-cabeça no banco de trás, assim como foram capazes de o fazer na parte da frente”, rematou Harkey.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Embora as motos sejam as mais mortais, o automóvel é mais perigoso que o comboio, metro, autocarro e avião.”
    Brilhante… quem diria!…

    • Se houvessem tantas motas, comboios, autocarros e aviões como carros estou certo que a estatistica era outra, se é que me entende!

Responder a Eu! Cancelar resposta

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …