Estado na Índia aprova pena de prisão perpétua para quem matar vacas

Dave Wild / Flickr

-

O parlamento do estado de Gujarat, no oeste da Índia, aprovou nesta sexta-feira um projeto de lei que admite pena de prisão perpétua e multas de até 100 mil rúpias (cerca de 1.400 euros) para os crimes de massacre de vacas, um animal considerado sagrado para os hindus.

“A Assembleia de Gujarat aprovou um projeto de lei para a proteção das vacas, entre os mais rigorosos do país, transformando o sacrifício de vacas num crime punível com prisão perpétua“, informou o primeiro-ministro Vijay Rupani.

Trata-se de uma emenda à Lei de Proteção dos Animais de Gujarat, em vigor desde 1956 e que até agora punia o massacre destes animais com sete anos de prisão.

Rupani argumentou que as vacas simbolizam para os indianos “todas as demais criaturas” da terra e defendeu que “a proteção das vacas é o princípio mais importante para salvar o mundo inteiro da degradação moral e espiritual”.

A vaca é considerada um animal sagrado na religião maioritária da Índia, o hinduísmo. O seu consumo é proibido e penalizado em muitas regiões.

Os hindus representam 79,8% dos cerca de 1,2 mil milhões de indianos, enquanto os muçulmanos são 14,2%, segundo dados divulgados pelo governo indiano.

ZAP // EFE

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não vamos misturar os factos, mas, pensar em cada ser que tem vida e sentimentos, que no caso a vaca é um ser maravilhoso, na minha muito humilde opinião, sentindo a morte, chora e ama os seres que a criaram por até pr vezes de forma bárbara até ao seu último segundo. Lamento e peço desculpa se a minha opinoão ofende, mas, não consigo comer animais mortos.

Vila Galé abandona projeto que ameaçava reserva indígena no Brasil

O Vila Galé anunciou que vai abandonar o projeto para a instalação de um resort na região da Bahia, que tem estado debaixo de críticas por estar previsto para um local de potencial reserva indígena. Em …

Depois de ter sido expulsa da Hungria, universidade criada por George Soros reabre na Áustria

A Universidade da Europa Central, criada pelo bilionário George Soros em Budapeste, na Hungria, em 1991, foi expulsa do país depois que o primeiro-ministro Viktor Orbán a acusou de promover valores liberais no país, incluindo …

Bloco defende fim de portagens nas ex-Scut do interior

A coordenadora do BE defendeu esta segunda-feira, no Porto, o fim das portagens nas ex-Scut do interior do país e a necessidade de "rever" as parcerias público-privadas rodoviárias por serem "absolutamente lesivas para os cofres …

Jovem muçulmana de Tavira já tem equipamento para jogar basquetebol

A jovem atleta do Clube de Basquetebol de Tavira, impedida de alinhar num jogo no passado domingo, já possui o equipamento que lhe permite jogar segundo as regras da modalidade e da religião muçulmana. Fátima Habib …

Presidente da Catalunha começa a ser julgado por desobediência

O presidente do Governo regional da Catalunha reconheceu, esta segunda-feira, que não cumpriu a ordem da comissão nacional de eleições espanhola de remover os símbolos separatistas alegando ser "ilegal" e de cumprimento "impossível". "Sim, eu desobedeci", …

Um restaurante acabou de abrir a um quarteirão da Casa Branca. Chama-se "Comida de Imigrante"

Um restaurante chamado "Immigrant Food" ("Comida de Imigrante") abriu a um quarteirão da Casa Branca. O local quer fazer com que ajudar imigrantes seja tão fácil como pedir comida de um menu. Assim, além de comida, …

Trump admite testemunhar no inquérito para a sua destituição

O Presidente dos EUA admitiu, esta segunda-feira, "considerar seriamente" a possibilidade de testemunhar por escrito no inquérito para a sua destituição, que decorre no Congresso. "Embora não tenha feito nada de errado e não goste de …

INE espanhol está a "espiar" telemóveis para estudo estatístico

Um estudo do INE espanhol está a receber duras críticas por alegadamente infringir a privacidade de dados dos cidadãos. O gabinete irá monitorizar os telemóveis dos espanhóis. O Instituto Nacional de Estatística (INE) de Espanha deu …

Donald Tusk vai presidir o Partido Popular Europeu

O presidente do Conselho da União Europeia (UE) é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE) e vai suceder no cargo ao francês Joseph Daul. Esta será a primeira vez que um europeu …

EUA. Casal vegan vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses

Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição. Ambos vão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro. Segundo noticiou …