“Estado de Emergência vai ter de manter-se até à Páscoa”, diz Marques Mendes

Mário Cruz / Lusa

Luís Marques Mendes

O comentador Luís Marques Mendes indicou no domingo, durante o seu comentário habitual na SIC, que o estado de emergência se deve manter até à Páscoa, para que este período “não tenha as mesmas consequências do Natal”.

Na sua opinião, é necessário um “equilíbrio” e um desconfinamento “suave, gradual e faseado” na segunda quinzena de março, com a abertura das creches, jardins de infância e do primeiro ciclo, apontando algumas diferenças entre o discurso do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o do primeiro-ministro, António Costa.

“São dois discursos diferentes, mas não são antagónicos, são complementares. Ambos têm razão. O Presidente da República diz que não podemos desconfinar agora, no início de março, para depois voltarmos a confinar na Páscoa, e desconfinamos a seguir à Páscoa e acho que ele tem razão”, referiu.

Por outro lado, continuou, o primeiro-ministro quer apresentar um plano a 11 de março para “dar um primeiro sinal e também acho que o primeiro-ministro tem toda a razão”.

Para Marques Mendes, o programa de vacinação corre bem. “Estamos a vacinar ao nível da União Europeia [UE]. Estamos a vacinar pouco, há poucas vacinas, mas a culpa não é nossa”, notou.

Ainda sobre a pandemia, uma das conclusões que apontou é a necessidade de “dar uma grande prioridade ao investimento no Serviço Nacional de Saúde”, sugerindo um acordo interpartidário para que este investimento aconteça. “O Serviço Nacional de Saúde não aguenta mais este nível de desinvestimento”, sublinhou.

O comentador acredita ser preciso criar uma União Europeia da Saúde, onde haja coordenação, monitorização e investimento – “cada país sozinho não consegue fazer face a estas tragédias, precisa de cooperação internacional” – e um investimento na recuperação dos estudantes prejudicados pelo fecho das escolas.

Moedas é um “candidato inevitável” à liderança do PSD

Relativamente às próximas autárquicas em Lisboa, Marques Mendes disse que, se Carlos Moedas vencer as eleições, será um “inevitável e incontornável candidato à liderança do PSD”. “Mesmo que não ganhe, também acho que é um candidato potencial e inevitável à liderança” do partido, frisou.

“Acho que Carlos Moedas gosta da política, tem ambições políticas, não quer ficar na sombra, quer fazer carreira política e isso é legítimo”, completou.

Esta é uma “uma decisão positiva para todos dentro do PSD”, “corajosa” por parte de Moedas e “inteligente” no que toca a Rui Rio, que tinha de “partir para a campanha autárquica em força e o primeiro grande teste é Lisboa”, acrescentou, referindo que o líder do partido está empenhado nas autárquicas porque quer ganhar as próximas legislativas.

Relativamente à TAP, disse que não havia outra alternativa aos acordos e que a companhia aérea tem de diminuir de tamanho e reduzir rotas, aviões, pessoal e custos.

O ex-líder do PSD defendeu ainda que a crise económica “só vai agravar as desigualdades sociais”. “Ainda estamos neste momento sob efeito de duas anestesias: a do ‘lay-off’ e a das moratórias. Mas quando acabarem estas anestesias, a situação vai doer um pouco mais e vai demorar algum tempo a recuperar, porque só lá para 2023 ou 2024 é que cheguemos aos valores de riqueza de 2019″, concluiu sobre o tema.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova espécie de pterossauro revela o polegar opositor mais antigo de sempre

Cientistas descobriram uma nova espécie de pterossauro que viveu durante o período Jurássico e que subia às árvores graças aos seus polegares opositores. Esta característica nunca tinha sido observada nestes animais. De acordo com a rede …

Devido ao sucesso da vacinação, Israel põe fim à obrigatoriedade de uso de máscara no exterior

As autoridades israelitas anunciaram hoje que a partir do próximo domingo acabará a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, medida no quadro do levantamento progressivo das restrições ligadas à pandemia de covid-19. Na primavera de …

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …

China pede a membro do Governo japonês que beba água de Fukushima

O Japão garante que a água de Fukushima que vai despejar no Pacífico não representa nenhum perigo para a saúde e pode até ser consumida. Para o provar a China pediu a um oficial japonês …

Emirados Árabes Unidos anunciaram a primeira mulher astronauta da história do país

Nora Al-Matrooshi é a primeira mulher astronauta dos Emirados. A contratação é vista como um marco histórico para os Emirados Árabes Unidos. Nora foi escolhida para o programa Sheik Mohammed. Os Emirados Árabes Unidos contrataram a …