Espanha tem a maior taxa de mortalidade por coronavírus (e não é por acaso)

Marco Ottico / EPA

Não é por acaso que Espanha tem a maior taxa de mortalidade por coronavírus no mundo. O envelhecimento da população, o impacto da doença nos lares de idosos, a fraca resposta inicial e o facto de ter atingido zonas densamente povoadas são algumas das razões que explicam a situação.

Espanha é o país com o maior número de mortos por coronavírus per capita no mundo. A cumprir a sua quarta semana de isolamento social, o nosso país vizinho registava, esta terça-feira, 13.798 mortes em 140.510 casos confirmados. Isto significa que 28 em cada 100.000 habitantes morreram devido à covid-19.

A notícia avançada pelo El País realça que esta é a maior taxa de mortalidade do mundo no que toca ao novo coronavírus, chegando mesmo a ultrapassar Itália e os Estados Unidos. O jornal espanhol aponta as razões que podem explicar a trágica situação vivida no país.

Algumas das causas passam pelo envelhecimento da população e o forte impacto da doença nos lares de idosos, aponta o presidente da Sociedade Espanhola de Epidemiologia, Pere Godoy. “Também influencia a forma como a causa da morte é determinada, se pelo vírus ou por doenças precedentes sofridas pelo paciente, o que não está a ser feito de forma homogénea em todos os países e isso prejudica as comparações”, salienta.

José María Martín Moreno, professor de Medicina e Saúde Pública da Universidade de Valência, oferece uma outra explicação: “É possível que a nossa identificação precoce tenha ficado atrás de países como Alemanha e Coreia do Sul, que apostaram em testes em massa que permitiram isolar os infetados e quebrar as cadeias de transmissão”. O especialista considera ainda que “não se investiu o suficiente” na rede pública nos últimos anos.

“São necessários estudos, mas provavelmente também tenha a ver com a maneira como nos relacionamos socialmente, mais fisicamente próxima. E o facto de terem sido Madrid e a Catalunha as regiões mais afetadas coincide com o norte da Itália. São regiões densamente povoadas“, explica, por sua vez, Jesús Rodríguez Baño, especialista em Doenças Infecciosas do Hospital Virgen Macarena.

Rodríguez Baño diz ainda que agora é fácil perceber o que deveria ter sido feito, mas realça que isto serve de lição para o futuro.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os cálculos apresentados na notícia estão errados
    (“Isto significa que 28 em cada 100.000 habitantes morreram devido à covid-19.”)

    • Sim de facto há um estudo que indica que a vacina para prevenir a tuberculose, que em Portugal foi obrigatoria até 2017, está ditectamente relacionada com a capacidade do corpo resistir ao virus e assim o contágio com consequências graves não acontecer a alguns dos vacinados. Em Espanha essa vacina nunca pertenceu ao seu Plano nacional de vacinação para aplicação universal.

RESPONDER

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …

Idade é o maior factor de risco para se ser internado ou morrer de covid-19

As pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos infetadas pelo novo coronavírus têm uma probabilidade de ser internadas em cuidados intensivos 10,4 vezes superior à de uma pessoa até aos 50 anos. Os …

Turismo de Portugal tem 10 milhões para apoiar campanhas de empresas que promovam o país

O Turismo de Portugal tem dez milhões de euros, que vão servir para financiar iniciativas “de valorização, inovação e promoção do destino Portugal” até 2025. A dotação de dez milhões de euros, aprovada por despacho de …

"Perdi quase tudo no casino." Daniel Kenedy explica adeus ao futebol com o vício

O ex-futebolista Daniel Kenedy, que passou por clubes como Benfica, FC Porto, Marítimo e Sporting de Braga, revela que perdeu "quase tudo" no casino por causa do vício do jogo, apontando este problema como uma …

Bolsonaro apela a "intervenção militar" e deixa ameaça de golpe de Estado

Jair Bolsonaro e o seu filho Eduardo atacam a separação de poderes em reação às investigações da Justiça. O Presidente brasileiro aludiu a uma "intervenção militar pontual". A cena política no Brasil está cada vez mais …

Uso de máscara obrigatório durante os exames nacionais, que podem durar mais de duas horas

Os alunos do ensino secundário que este ano realizem exames nacionais terão de estar durante toda a prova com a máscara de proteção pessoal. O uso de máscara, que se tornou obrigatório no regresso às …

"Estamos fartos, já chega". O mundo do desporto não é só bola e pede justiça por George Floyd

Jadon Sancho, Michael Jordan e Lewis Hamilton foram algumas das personalidades do mundo do desporto que pediram justiça pela morte do afro-americano George Floyd. Nos Estados Unidos, as manifestações continuam a encher as ruas após a …