Escutas de Sócrates infectadas com vírus informático

José Sena Goulão / Lusa

Os advogados de José Sócrates, Pedro Delille e João Araújo

Os advogados dos dois principais arguidos na Operação Marquês, José Sócrates e Ricardo Salgado, denunciam a existência de vírus informáticos nas escutas que lhes foram entregues.

Segundo afirmou ao jornal Público o advogado Pedro Delille, os 700 gigabytes de escutas do processo Operação Marquês, que foram entregues o mês passado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal à defesa do ex-primeiro-ministro José Sócrates, estavam infectados com vírus informáticos.

De acordo com o jornal, quando os representantes legais de José Sócrates foram informados, o mês passado, de que podiam recolher os discos que tinham entregue para que neles fossem gravadas todas as escutas telefónicas, foram avisados por uma escrivã do DCIAP de que o acesso ao conteúdo dos discos devia ser feito com anti-vírus, uma vez que alguns ficheiros podiam estar infectados.

Perante este aviso, o advogado do ex-primeiro-ministro explica que se limitou a enviar os discos recolhidos no DCIAP a um perito informático. “Até um disco dele rebentou”, diz Pedro Delille. O especialista informático terá encontrado cerca de 50 programas maliciosos, “entre trojans e outras coisas do género”.

Além disso, assegura ainda Pedro Delille, “as escutas estão imprestáveis. É impossível identificar quem está a falar, não porque as vozes não sejam audíveis mas porque não está identificado em lado nenhum a quem pertencem“.

Contactada pela Renascença, a Procuradora-Geral da República confirma a existência dos vírus informáticos e explica que as próprias mensagens já estavam contaminadas no momento da intercepção.

Citada pelo JN, a PGR esclarece que “ao tomar conta da situação”, optou por mantê-la “para não alterar de forma alguma a versão originária dos ficheiros de prova”, e alertou os arguidos para a mesma.

Já este sábado, o Ministério Público, citado pela agência Lusa, esclareceu que as escutas da Operação Marquês foram contaminadas “no momento da intercepção”, e não no procedimento de cópia dos ficheiros ou no processo de análise durante a investigação.

ZAP //

PARTILHAR

27 COMENTÁRIOS

    • E aprender a ler antes de comentar?!
      Mas eu vou ler e “traduzir” só para ti: O vírus está (supostamente) nas escutas entregues aos advogados de defesa dos tais bandidos!!
      Percebido?

      • Eu também entendi o mesmo que o Eu! entendeu. O que não entendo é porque é que de cada vez que se fala de corruptos, incompetentes e afins, vem tanta gente a terreiro defende-los.
        Será que não entendo por ser burro? – Deve ser! Não vejo outra explicação, porque creio que neste país não haverá pessoa que se conforme com corrupção, incompetencia, etc, seja de que côr politica for.
        A falha deve estar mesmo em mim. Burro até à última casa.

      • Não. os vírus aparecem nos originais!
        Muito conveniente, logo na gravação original!
        Mas, vamos lá a ver as mil e muitas páginas não contém provas legais?!

        • Tretas!…
          As escutas originais (como “vírus” ou não!) estão audíveis; certos “jornalistas” é que enfim…
          É pedir ao pseudo-jornalistas da CMTV que eles tem isso tudo…
          .
          Mas não se vê logo que isto são “noticias” para tentar descredibilizar o processo e desviar a atenção do essencial?!

  1. Mas como um virus (ou varios) ficam presentes nas escutas?!? Se sao escutas… é pq o sinal de audio foi interceptado por um terceiro elemento… certo? Só esse terceiro elemento pode ter colocado o virus lá (intencionalmente ou nao). Um sinal de audio de uma operadora.. (mesmo que digital) nao incorpora virus em tempo real… portanto.. nao indica isso de forma indubitavel que as provas foram adequiridas de forma (no minino) irregular?

    Faz-me (muita) confusao isto…

    700 gigas?!? Um codec de audio a 5k/s indica que é cerca de 1 ano em continua gravacao… dia e noite…

    … nao terao os dados sido processados para outro formato?! Nao perde assim o peso da afirmacao que os virus terao sido tambem incluidos para preservar a integridade total dos mesmos?

    … no meu ponto de visto… que ja lido com informatica faz mais de 20 anos… isto nao tem grande sentido! Mas bom… quem sou eu afinal…

    • O audio está no formato original não compacto “wav” que nem sequer é possivel conter nenhum virus, repito impossível! O disco é que aparentemente teria vários trojans que em nada afectam os ficheiros de audio. Aparentemente não há é pessoas com capacidade de analisar e explicar as coisas, nem jornalistas, nem MP e claro que a defesa usa desta incompetencia generalizada para fazer este teatro ridiculo.

  2. 1 ano de ecutas até nem é muito, para processos deste tipo.

    O que me soa estranho é a contaminação com um virus. Os ficheiros de áudio não são programas, ou seja não são “activos”, logo não podem estar contaminados com virus…
    O que pode é haver software a acompanhar estes ficheiros, supostamente para a reprodução, que, esses sim, podem estar contaminados.

    Mas ainda que fosse esse o caso, parece-me tudo uma grande pessegada…

  3. Mas esta esquerdalha nojenta quer enganar quem? Ficheiros de audio não ficam com virus. Não se percebe? A culpa não é do virus de certeza. Que o suporte tenha virus tudo bem mas o audio? Ide enganar a vossa avó.

  4. Penso que já há bastante tempo começamos todos a perceber em que é que tudo isto irá terminar, é apenas uma questão de tempo conveniente até que seja o mais demorado possível para que na altura já muitos de nós tenhamos morrido e outros ficado esquecidos!

  5. ah criminosos para tudo e em tudo……ja sabemos , embora estejamos num pais minusculo, em pouca vergonha somos os maiores…. provavelmente se alguma agencia internacional contbilizasse as espertezas saloias e judicias em portugal, acho que ficariamos a frente ate do brasil. lembro me que um sindicalista socialista viu o seu processo arquivado por ficar escondido no meio da papelada dos juizes corruptos…( e por isso que na polonia e na romenia os juizes ja nao podem cozinhar sozinhos as poucas vergonhas) tambem me lembro de um corrupto azul e branco foi absolvido porque o que ficou gravado e comprovado nao foi aceite por um juiz, nao me lembro o nome mas é publico, agora outros socialistas querem ser ilibados a conta dos virus …. e provavel que consigam, pois a orquestrada geringonça deve permitir tal. a ver vamos!!!!

  6. Só tretas, como é que se infeta um ficheiro de áudio?
    Pela minha experiência em TI não é possível de todo, até porque não são executáveis nem permitem macros, apontadores ou reencaminhamentos.
    Se substituírem o conteúdo dos ficheiros, apenas serão executáveis se deixarem de ser áudio, mudando a extensão.
    Tantos anos depois divulgam uma novidade destas? TRETA!!!
    Só há 2 hipóteses, extrema incompetência de investigadores e magistrados, ou conveniência de todos… note-se que as ditas provas nas escutas podem não ter passado de bluff.
    Enfim, depois disto continuam todos com os seus empregos e progressão na carreira (seja lá o que isso signifique), afinal ninguém tem culpa!

    • Bem… Vê-se que afinal não percebe muito de TI… É sim possível corromper (infectar) u ficheiro audio assim como QUALQUER TIPO DE FICHEIRO DIGITAL!!! Talvez não seja mal tirar um curso de TI e aprender aquilo que… não aprendeu ou não compreendeu.

      “Tantos anos depois divulgam uma novidade destas? TRETA!!!
      Só há 2 hipóteses, extrema incompetência de investigadores e magistrados, ou conveniência de todos… note-se que as ditas provas nas escutas podem não ter passado de bluff.
      Enfim, depois disto continuam todos com os seus empregos e progressão na carreira (seja lá o que isso signifique), afinal ninguém tem culpa!” Perfeitamente de acordo!

  7. Possível até é… basicamente é código que se anexa ao ficheiro e se auto-executa usando o “leitor” como gatilho. Possível até é… e sim.. submodular um código em audio também é.. mas bolas… isso não é coisa simples. E se faziam isso também encriptam o audio em tempo real de tal forma que nem que a vaca rezasse dia e noite.. ninguém o conseguia abrir!! (só para vossa informação… nem o GSM nem o TETRA é seguro.. os algoritmos já saíram para a rua faz já um bom tempo – (mas bom.. também nunca foi seguro) – e daí.. se falam informação sensível.. porque não encriptam o audio?!? Principalmente se conseguem enviar virus em tempo real.. coisa muitoo mais hardcore!!)

    .. então… as escutas foram infectadas pelos arguidos.. (WTF?! UH?!?!). Os gajos que estavam a fazer as escutas apanharam o virus enquanto escutavam e gravavam? Certo… então o virus veio pela portadora do audio?!? (já viram o filme que estamos a falar? Isto são cenas muito Black OPs… lol.. só me dá vontade de rir)

    Académicamente falando… “dizem os entendidos” que se mudar parte do cabeçalho de um virus… isso torna-o indetectável.. que nem as heuristicas os apanham. Até pode ser um virus de 1980.. o AV não o apanha! Tendo isto em mente.. e ao estado actual da tecnologia face ao que se apresenta… alguma coisa aqui exposta tem sentido?!?

    Eiiiitttt….

RESPONDER

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …

Eleição autárquica dos EUA pode ser desempatada com moeda ao ar

Um eleição autárquica numa pequena vila no Ohio, nos Estados Unidos, pode vir a ser decidida com o lançamento de uma moeda ao ar, o famoso jogo do "cara ou coroa". De acordo com o The …

Primeiro aniversário dos Coletes Amarelos. França receia novos tumultos

O clima de tensão regressa a França, com os coletes amarelos a anunciarem a preparação de novas ações para assinalar o primeiro aniversário do início do movimento. A 17 de novembro, o movimento Coletes Amarelos assinala …