Com escolas abertas, Fenprof defende redução de turmas, testes obrigatórios e professores vacinados

Paulo Novais / Lusa

O secretário-geral da FENPROF, Mário Nogueira

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, defendeu esta quarta-feira a necessidade de reduzir as turmas e de testar “todos os contactos próximos” de casos positivos de covid-19.

“Não há dúvida nenhuma que o ensino presencial é preferível ao ensino à distância”, afirmou Mário Nogueira, pedindo que se encontre “forma de criar turmas mais pequenas para garantir o distanciamento” físico.

O dirigente da Fenprof falava em conferência de imprensa virtual após o anúncio das medidas do novo confinamento geral que mantêm em funcionamento todos os estabelecimentos de ensino.

Mário Nogueira considerou a decisão do Governo de manter todos os escalões de ensino ativos em regime presencial acertada desde que tenha em conta a opinião dos especialistas.

O secretário-geral da Fenprof reforçou que não se pode repetir o que aconteceu no primeiro período: “Não basta dizer que as escolas vão estar abertas, é preciso fazer mais do que foi feito”, caso contrário, “o Governo pode estar a tomar uma posição verdadeiramente irresponsável”.

Para a Fenprof, “os testes têm de ser obrigatórios” em situação de infeções próximas e recusa que as escolas não sejam um fator de contágio, afirmando que nos últimos seis meses houve um aumento da taxa de infeção nos jovens em idade escolar.

Mário Nogueira alertou ainda para a necessidade do “reforço imediato” de operacionais para as limpezas das escolas, para a integração dos professores na segunda fase de vacinação e para a proteção dos professores que pertencem a grupos de risco.

O novo período de confinamento, que é semelhante ao de março, começa às 0h de sexta-feira e está previsto até 30 de janeiro. Esta quarta-feira, o primeiro-ministro António Costa anunciou que há uma “nova e única relevante exceção”: o normal funcionamento das escolas. “Iremos manter em pleno funcionamento todos os estabelecimentos educativos [creches, escolas e universidades], como têm estado a funcionar até agora”, disse Costa.

“As escolas são um local seguro e têm tido um comportamento exemplar. Tendo pesado os prós e contras da decisão, os prós superam os contras”, considerou Costa, acrescentando que vai existir uma “campanha de testes antigénio para detetar casos”.

Portugal ultrapassou esta quarta-feira os 500 mil infetados com covid-19 registados desde o início da pandemia, em março de 2020, e já morreram 8.236 pessoas, segundo o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.963.557 mortos resultantes de mais de 91,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …