Ministério da Educação não revela o número de casos em escolas desde o início do ano letivo

Paulo Novais / Lusa

Numa altura em que muitas turmas de várias escolas do país tiveram de voltar ao ensino à distância, devido ao surgimento de infeções, o Ministério da Educação não revela quantos alunos, discentes ou docentes ficaram infetados desde o início do ano letivo. Contudo, e apesar do aparecimento de novos casos de covid-19, Graça Freitas avalia o arranque das aulas de forma positiva.

O ano letivo iniciou-se de uma forma atípica e controversa, devido à pandemia que se instalou em Portugal e no mundo nos últimos meses. As aulas só começaram há pouco mais de uma semana e já pelo menos cinco estabelecimentos encerraram de forma temporária, ou tiveram de optar por enviar alunos para casa por causa de casos covid-19.

Contudo, até agora, o Ministério de Educação não revela quantos casos de covid-19 foram detetados. Esta terça-feira, o Público questionou a tutela, de forma a tentar perceber quantas escolas tinham registado novas infeções – tanto em alunos, como funcionários ou professores – e quantas turmas tinham sido colocadas em ensino online.

Uma fonte do Ministério da Educação respondeu hoje, mas não revelou nenhum dado, redirecionando as perguntas para o documento publicado no início de Setembro pela DGS, que tem como objetivo orientar as escolas no caso de surgirem casos suspeitos ou haver a confirmação dos mesmos.

O jornal Público falou com a DGS, para tentar perceber qual o organismo responsável por centralizar estas informações, e por avaliar quantas instituições foram afetadas com pequenos surtos.

A Direção-Geral de Saúde referiu ao jornal que “todas as notificações clínicas de casos confirmados são do conhecimento dos vários níveis de autoridade de saúde: nacional, regional e local. As informações específicas relativas à ocorrência de surtos a nível local são do conhecimento da autoridade de saúde territorialmente competente”.

O Público questionou cada Administração Regional de Saúde do continente, sobre quantas vezes é que as equipas de saúde pública tiveram que intervir em recintos escolares desde o início do ano letivo. Apenas a ARS-Algarve respondeu: “Até à data, foram feitas sete intervenções junto de escolas da região”, não avançando com um número especifico de casos de covid-19.

De acordo com o Público, o Ministério da Educação realça que em Portugal existe “um universo atual de cerca de 1,2 milhões de alunos do ensino pré-escolar ao ensino secundário, a que se somam cerca de 210 mil docentes e não-docentes, distribuídos por 812 agrupamentos escolares e mais de 5000 escolas”.

Uma fonte da tutela diz ainda que estes dados não estão ainda completamente consolidados uma vez que os ajustes do inicio do ano letivo ainda não estão todos fechados. A mesma fonte explicou que as escolas têm autonomia para tomar decisões e não estão obrigadas a reportar estes acontecimentos de forma periódica.

Graça Freitas, disse, na segunda-feira, que o arranque do ano letivo se tem desenrolado de forma positiva. A diretora-geral da Saúde considerou que esse regresso correu “bastante bem”, considerando que a reabertura das escolas implicou um grande fluxo de pessoas.

Ainda assim, e apesar do balanço positivo, nos primeiros dias de aulas já foram relatados casos positivos de infeção pelo novo coronavírus em algumas escolas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Abel Ferreira leva Palmeiras à conquista da Taça do Brasil

O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, conquistou a Taça do Brasil de futebol, ao vencer por 2-0 na receção ao Grêmio, em jogo da segunda mão da final. Depois do triunfo por 1-0 no confronto …

Myanmar: Exército dispara munições reais contra manifestantes

O exército birmanês disparou este domingo contra vários manifestantes com munições reais em Bagan, a cidade histórica na área central de Myanmar, causando um ferido leve, segundo os organizadores do protesto. Milhares de birmaneses voltaram às …

Cientistas criam um "relógio" que mede a idade biológica

Dois cientistas do CECAD Cluster of Excellence in Aging Research desenvolveram um método que pode determinar a idade biológica de um organismo com uma precisão sem precedentes. Todos conhecemos a idade cronológica - a nossa idade …

"Das palavras aos atos". Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República considerou este domingo que os passos dados para salvaguardar a igualdade de género em Portugal não são ainda suficientes e afirmou que quis passar "das palavras aos atos" com mais mulheres …

Governo dá 19,8 milhões às escolas para testes rápidos. Ensino privado também quer

O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização de testes rápidos de antigénio à covid-19, num montante global de 19,8 milhões de …

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …