Economia mundial está em terreno extremamente frágil, avisa FMI

European Parliament / Flickr

Kristalina Georgieva

Kristalina Georgieva considera que a economia pós-pandemia “será muito diferente da que se registava anteriormente”. “Não faz sentido hoje investir na economia de ontem.”

A economia mundial está em terreno extremamente frágil, apesar dos sinais de melhoria registados nos últimos meses. Além disso, a pandemia de covid-19 vai causar “profundas mudanças estruturais”, alertou esta quinta-feira o Fundo Monetário Internacional (FMI).

“A economia pós-pandemia será muito diferente da que se registava anteriormente (…). Não faz sentido hoje investir na economia de ontem“, realçou a diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva, numa conversa sobre o futuro da economia.

A gravidade e a magnitude do impacto da pandemia, que já causou mais de um milhão de mortos e a maior recessão económica em praticamente um século, tem sido o centro de atenção das reuniões por videoconferência daquele organismo, avança a EFE.

A pandemia é o motivo de estas reuniões serem carregadas de frases dramáticas. Uma das mais utilizadas, ‘tempos extraordinários exigem soluções extraordinárias’, defendem os programas de estímulo fiscal e monetário de biliões de dólares que estão a ser implementados nas grandes economias.

Perante este cenário, a diretora do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, alertou que é fundamental não só manter o apoio, mas também “evitar que seja retirado repentinamente”. A dirigente francesa insistiu também numa dimensão integral e planeada a médio prazo.

“Medidas estruturais bem desenhadas serão necessárias para realocar recursos ao longo do tempo para setores mais viáveis e, assim, minimizar os danos permanentes nas nossas economias”, sublinhou Lagarde, que liderou o FMI entre 2011 e 2019.

No relatório ‘Global Economic Outlook’, o FMI apontou o emprego como uma das principais vítimas da pandemia. E instou as autoridades a elaborarem planos para “facilitar a transferência de trabalhadores de setores que provavelmente serão reduzidos a longo prazo, como setor das viagens, para outros que continuarão a crescer, como comércio eletrónico”.

Para o presidente do Banco Mundial (WB, em ingês), David Malpass, a pandemia mudou tudo: “a forma como trabalhamos, o alcance das nossas viagens, a maneira como comunicamos, ensinamos e aprendemos.”

Um dos indicadores mais importantes da situação dramática vivida atualmente refere-se à pobreza, pois a pandemia terá impacto de forma particularmente grave nos mais desfavorecidos. “Em 2020, a pobreza extrema global aumentará pela primeira vez, em mais de 20 anos, como resultado dos distúrbios causados pela pandemia de covid-19”, vincou o Banco Mundial, no seu mais recente relatório divulgado esta semana.

Em maio, no pior cenário delineado, os economistas do Banco Mundial já previam que 60 milhões de pessoas poderiam cair em pobreza extrema e, em agosto, a previsão foi ainda mais pessimista, passando para 100 milhões de pessoas. Pelos últimos cálculos, em 2021 quase 150 milhões de pessoas em todo o mundo podem cair em pobreza extrema, com rendimento diário estimado de 1,9 dólares (1,62 euros).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e três mil mortos e mais de 38,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Plano de testagem em massa. Pessoas assintomáticas ou sem exposição também vão ser testadas

O Instituto de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) divulgou, esta terça-feira, o plano de promoção da operacionalização da estratégia de testagem em Portugal. De acordo com o jornal Público, a estratégia de testagem em Portugal vai …

Fim das moratórias teve "impacto reduzido". Possibilidade de extensão é "muito escassa"

Faria de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), disse no Parlamento que o fim das moratórias teve um "impacto muito reduzido" nas famílias no mês de março, tendo registado um número "muito baixo" …

A água é cada vez mais escassa (e a culpa é de alguns destes alimentos)

Um novo estudo mediu o impacto do uso de água em várias dietas habituais nos Estados Unidos. O consumo de carne é o que mais contribui para este problema. O sistema alimentar precisa de água para …

Desfile do 25 de Abril vai voltar à Avenida da Liberdade. Participantes têm de registar-se

O tradicional desfile comemorativo do 25 de Abril de 1974 vai regressar à Avenida da Liberdade, com algumas regras definidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), confirmou esta terça-feira à Lusa o coronel Vasco Lourenço. O presidente …

MP e Sócrates pedem anulação da decisão de Ivo Rosa na Operação Marquês

O Ministério Público (MP) e a defesa de José Sócrates pedem a nulidade da decisão instrutória do juiz Ivo Rosa no processo judicial da Operação Marquês, considerando que houve uma "alteração substancial dos factos". Os procuradores …

Físicos criaram um novo e extremamente raro tipo de urânio

Físicos criaram um novo e extremamente raro tipo de urânio, considerada a versão mais leve de um átomo daquele elemento. Os investigadores realçam que a sua produção "é muito difícil". Uma equipa de investigadores produziu a …

Uma das estrelas mais próximas da Terra pode ser uma fábrica de matéria escura

A estrela vermelha gigante Betelgeuse pode estar a produzir toneladas de partículas hipotéticas de matéria escura chamadas axiões que, se existirem, emitirão um sinal revelador. Sendo um ponto vermelho brilhante na constelação de Órion, Betelgeuse é …

Quem bebe café tem melhor controlo motor e maior nível de atenção, diz estudo

Um investigador da Universidade do Minho (UMinho) concluiu que consumidores de café têm melhor controlo motor, maiores níveis de atenção e alerta e que a cafeína tem "benefícios na aprendizagem e na memória", divulgou esta …

Pas de Deux cósmico. NASA mostra dois buracos negros a distorcer a luz à sua volta

A NASA publicou um vídeo em que mostra um par de buracos negros com milhões de vezes a massa do Sol que executam um pas de deux hipnótico. A visualização da NASA mostra como os buracos …

Inteligência Artificial recriou a voz de Einstein (e é possível fazer-lhe perguntas)

Graças à Inteligência Artificial, os fãs do Nobel da Física Albert Einstein podem agora "falar" com o físico alemão online. Segundo o site IFLScience, a ideia partiu das empresas Aflorithmic e UneeQ, sediadas no Reino Unido …