Ébola chegou aos Estados Unidos

NIAID / FLickr

Imagem do vírus do Ébola obtida com microscopia electrónica da superfície de uma célula epitelial do fígado de um macaco africano

Imagem do vírus do Ébola obtida com microscopia electrónica da superfície de uma célula epitelial do fígado de um macaco africano

O governo americano confirmou esta terça-feira o primeiro caso de Ébola diagnosticado nos Estados Unidos. O diretor do CDC, Thomas Frieden, não descarta a possibilidade de mais pessoas terem sido contaminadas.

O paciente, cuja identidade não foi revelada, será um homem do Texas infectado na Libéria, que terá apresentado os sintomas já em território americano. Deixou a Libéria no último dia 19 e chegou aos EUA no dia 20, ainda sem apresentar qualquer sintoma da doença.

Poucos dias depois de desembarcar, o paciente começou a sentir-se mal e procurou o médico. Foi admitido no hospital Texas Health Presbyterian, em Dallas, no último domingo, e colocado em isolamento.

A confirmação do diagnóstico foi feita pelo Centro de Controle de Doenças, CDC, órgão do governo americano ligado ao Ministério da Saúde.

“Um indivíduo proveniente da Libéria foi diagnosticado com Ébola nos Estados Unidos”, disse à BBC Thomas Frieden, o Director do CDC.

“Não tenho dúvida de que vamos controlar este caso de Ébola, para que não se espalhe no país”, disse Frieden.

“É possível que alguém que tenha tido contacto com o indivíduo, por exemplo um familiar, possa desenvolver Ébola nos próximos dias, mas não tenho dúvidas de que vamos parar por aqui”; assegurou.

Esta é a primeira vez que o vírus é diagnosticado num paciente nos EUA.

Até agora, apenas tinham estado em tratamento em hospitais americanos pessoas infectadas e diagnosticadas em outros países, como é o caso do médico Kent Brantly.

HHSgov / Wikimedia

Thomas Frieden, o Director do  Centro de Controle de Doenças, CDC

Thomas Frieden, o Director do Centro de Controle de Doenças, CDC

Alguns médicos e outros profissionais da saúde americanos foram infectados na região e recuperaram, depois de serem transferidos para os Estados Unidos para tratamento.

Mais de 3000 pessoas morreram já no oeste de África, infectadas com o vírus do Ébola, segundo as últimas estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo a OMS, mais de 6500 pessoas podem estar infectadas nos três países mais afectados da região: Libéria, Guiné e Serra Leoa.

O surto é considerado uma “ameaça à segurança global” pela ONU.

Alguns estudos avaliam que o vírus pode contagiar mais de 20 mil pessoas nos próximos 2 meses.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …