Bebé de 11 meses morre de ébola no Congo. Declaração de fim da epidemia mais distante

EU Humanitarian Aid and Civil Protection / Flickr

Depois de mais de sete semanas sem nenhum caso registado, nos últimos dias registaram-se na República Democrática do Congo (RDC) duas mortes por ébola. A última vítima foi um bebé de 11 meses, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) no domingo.

Epidemia de Ébola

Faltavam três dias para a proclamação oficial do fim da epidemia da doença, quando surgiu, na sexta-feira, um novo caso de ébola na RDC. Tratava-se de um eletricista de 26 anos, de Beni, avançou a OMS. Desde que foi declarada, em 01 de agosto de 2018, a epidemia de ébola vitimou mais de 2.200 pessoas na zona leste do país.

“Infelizmente, isto significa que o governo da República Democrática do Congo não poderá declarar o fim da epidemia de ébola na segunda-feira, como estava previsto”, indicou no Twitter o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Agora, foi divulgado um novo caso, uma menina de 11 meses que estava a ser tratada no mesmo centro de saúde que o eletricista, disse à Reuters – citada pelo Independent –, o responsável pela equipa da OMS para o ébola naquele país, Boubacar Diallo.

De acordo com as autoridades, ainda não está claro como o eletricista contraiu a doença. Transmissões pontuais são comuns no final dos surtos de ébola – que causa febre, sangramento, vómito e diarreia e transmite-se através de fluidos corporais -, mas um novo caso não significa necessariamente que o vírus fique novamente fora de controle.

Duas novas vacinas ajudaram a conter o vírus no país, embora a desconfiança pública e os ataques das milícias tenham impedido os profissionais de saúde de alcançar as áreas atingidas. No sábado, jovens atiraram pedras aos funcionários da OMS e ao vice-prefeito de Beni que tentavam descontaminar a casa do eletricista e rastrear os seus contatos.

“Para eles, o ébola acabou”, disse Diallo à Reuters. “As pessoas aqui têm alguns problemas para entender como esse caso surgiu dois dias antes da declaração do fim” da epidemia.

Na sexta-feira, depois que o primeiro novo caso foi descoberto, a OMS disse que não era totalmente inesperado. “Embora não sejam boas notícias, este é um evento que antecipamos. Mantivemos equipas de resposta em Beni e noutras áreas de alto risco exatamente por esse motivo”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A organização informou que já estão a ser realizados rastreios para encontrar todos os que possam ter tido contacto com os infetados, a fim de oferecer a vacina e monitorizar o seu estado de saúde. No domingo, acreditava-se que o número de contactos ultrapassava as 200 pessoas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu um dos jovens infetados com peste negra na Mongólia

Morreu um dos jovens infetados com peste bubónica, também conhecida como peste negra, na Mongólia. O rapaz contraiu a doença depois de ter comido carne de marmota. Um jovem de 15 anos morreu, esta segunda-feira, vítima …

PCP quer Costa no Parlamento de 15 em 15 dias (e não vai contribuir para acabar com os debates quinzenais)

O PCP não concorda que será o fim da democracia caso os debate quinzenais passem a mensais. No entanto, não vai contribuir para acabar com este modelo. Ao Expresso, o deputado comunista António Filipe Duarte garantiu …

"Espero contar tudo o que sei". Cientista chinesa fugiu da China para alertar que "não temos muito tempo"

A virologista chinesa Li-Meng Yan, que fugiu para os Estados Unidos, deu uma segunda entrevista à Fox News, na qual alertou que "não temos muito tempo".   Li-Meng Yan, especialista em virologia e imunologia, era uma …

Galp perde 60 milhões de euros em negócios não autorizados

A Galp perdeu 60 milhões de euros em negócios não autorizados com licenças de CO2. A petrolífera já avançou com ações disciplinares e uma auditoria. A Galp informou que foram identificadas transações, não autorizadas pela empresa, …

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …