Drone bombardeou base paramilitar apoiada pelo Irão. EUA negam envolvimento

Um drone [aparelho aéreo não tripulado] largou esta sexta-feira explosivos sobre uma base das forças paramilitares apoiadas pelo Irão, no norte do Iraque, matando um combatente iraquiano e ferindo dois iranianos, informaram autoridades de segurança iraquianas.

As autoridades do Iraque dizem que o drone deixou cair uma granada durante a noite, na base de Amirli, na província de Salaheddin, no norte do Iraque.

Os Estados Unidos já disseram que não foram os autores do atentado, num momento em que se agravam as tensões com o Irão, na região do Golfo, onde os norte-americanos anunciaram esta semana ter abatido um drone iraniano que se aproximara excessivamente de um seu navio. “As forças dos Estados Unidos não estão envolvidas” neste incidente, disse um porta-voz do Pentágono, em comunicado.

Para já, ninguém reivindicou o ataque, mas as milícias xiitas, apoiadas pelo Irão, culparam o grupo jihadista Daesh. Também uma fonte do exército iraquiano, que não se deixou identificar, disse que provavelmente o Daesh estará por detrás do lançamento dos explosivos, descartando a hipótese de autoria norte-americana.

“A base Al-Chouhada de Hashd al-Shaabi, na região de Amirli, foi bombardeada ao amanhecer (…) por um drone não identificado“, disse o comando militar iraquiano, na versão oficial, divulgada por um comunicado.

As autoridades dizem que o ataque matou um militar do Iraque e feriu dois engenheiros militares iranianos, que estavam presentes na base.

O Iraque abriga bases norte-americanas, onde estão estacionados cerca de 5.000 soldados, para além de dezenas de milícias apoiadas pelo Irão, que têm lutado contra militares do Daesh, ao lado de tropas do Governo do Iraque.

A coligação internacional declarou vitória sobre o Daesh, em dezembro de 2018, após vencidas batalhas que duraram vários anos e deixaram em ruínas cidades iraquianas ocupadas pelo movimento jihadista. Contudo, o Daesh continua ainda ativo nos seus redutos finais e tem utilizado drones em ataques, especialmente em zonas rurais onde ainda mantém presença.

Também esta sexta-feira, recorde-se, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na quinta-feira que um navio de guerra norte-americano destruiu um drone iraniano no estreito de Ormuz, numa altura de tensões crescentes entre os dois países.

Trump considerou que esta foi a resposta à mais recente “ação hostil” do Irão, apelando a outros países que condenem o que considera serem tentativas do Irão em interromper a liberdade de navegação e o comércio global numa zona marítima estratégica, o Golfo Pérsico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …