“Domingues está mortinho por mostrar SMS de Centeno”

João Relvas / Lusa

António Domingues, o ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos

António Domingues, o ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos

O futuro de Mário Centeno está nas mãos do ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), António Domingues. É Marques Mendes quem o diz, salientando que o ex-gestor do banco público está “mortinho por mostrar as SMS” que alegadamente tramam o ministro das Finanças.

Do seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes alerta que das “futuras revelações” de António Domingues “depende a permanência de Mário Centeno como ministro das Finanças”.

O ex-líder do PSD considera que Domingues “está mortinho por mostrar as SMS” que trocou com Centeno porque se sente “traído” e quer “vingar-se”.

Assim, o futuro de Centeno “está nas mãos” do ex-presidente da CGD, diz Marques Mendes, notando que se Domingues revelar as SMS, o ministro “pode estar em risco”.

“Já toda a gente percebeu que Centeno fez um acordo com Domingues”, avança o comentador na SIC, realçando que o ministro não deu as explicações necessárias e considerando que esta é “a maior crise do Governo desde que está em funções”.

Marques Mendes também destaca a “ironia” de esta “novela” ter deixado passar quase “despercebida” a notícia da redução do défice. É a “prova de que o Governo está ultimamente a fazer uma gestão política desastrosa“, constata o social-democrata.

“António Costa teve a habilidade de construir a geringonça e não tem agora o talento para resolver este assunto”, atira ainda o comentador.

Sobre o défice de 2,1%, Marques Mendes nota que é “um grande resultado para o país” que “vai permitir que Portugal saia do Procedimento de Défice Excessivo”. “Deixamos de ser um país sob vigilância e susceptível de penalizações, o que é bom porque [Portugal] ganha auto-determinação”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

59 COMENTÁRIOS

  1. Será lamentável se perdermos o melhor ministro de finanças de que há memoria, por causa de uma zanga desse compadre…
    Mas o senhor Marques Mendes está a pedi-las.

    • Vale alguma coisa este ministro perigosamente mentiroso ? Mas que é que ele fez ? Baixar 9 décimas no PIB ? O PSD/CDS baixou o PIB de 11% para 3%. Foram 8% de abaixamento, não 9 décimas. E atenção que fraco ministro baixou 9 décimas à custa de mil milhões de euros de impostos com os combustíveis.

      • Realmente há pessoas que se ficassem caladas faziam melhor figura…
        Em primeiro lugar não é o PIB mas sim o défice.
        Depois, o anterior governo conseguiu reduzir em grande parte o défice devido ao empréstimo da troika e como sabe devido à política de empobrecimento que estagnou a economia.
        Não houve mérito nenhum na anterior administração, acredite!
        Reduzir o que este governo conseguiu, coloca num saco o que o anterior governo fez…
        Acredito que outros políticos do PSD tivessem feito bem melhor que o passos fedelho, mas este senhor realmente não nasceu para governar!
        Talvez para se esquecer se pagar a segurança social, para levar empresas à falência, ou até para fazer negociatas na tecnoforma com o seu amigo Relvas das 5 regiões (esse Relvas então… foi a maior comédia política que já tive oportunidade de ver a governar).
        Já disse anteriormente e volto a dizê-lo, olhe que ser “adepto” de um partido político, não é como ser “filiado” num clube de futebol.
        Um conselho, vote em pessoas e não em partidos…

        • Que confusão que para aí vai…
          “o anterior governo conseguiu reduzir em grande parte o défice devido ao empréstimo da troika”. O empréstimo da troika não reduziu défice nenhum! O défice orçamental resulta da relação entre receitas e gastos do estado. A forma como se financia um eventual défice (ou somatórios de défices como é o caso português) é outra questão completamente distinta. O anterior governo reduziu o défice porque reduziu os gastos do estado e também porque aumentou as receitas (sejamos justos e imparciais).
          E conseguiu um feito considerável. Reduzir 8% em poucos anos.
          Para que isso fosse possível todos os portugueses tiveram de fazer um enorme sacrifício.
          O atual governo continua este esforço. Reduziu apenas 8 décimas, mas também contribuiu para uma maior disciplina das contas públicas e para perpetuar o movimento iniciado no governo anterior. O problema que muitos analistas colocam é que o atual governo deveria ter ido mais além nos cortes dos gastos do estado. Grande parte da melhoria recente do défice ocorre pelo aumento da receita fiscal.

          • Caro “Sejamos justos e imparciais”
            Para sermos justos e imparciais, não poderemos então dizer um conjunto de coisas que referiu, por exemplo, a questão da redução do déficit em 8 pontos percentuais no governo anterior. Todos sabemos que esse valor não foi efectivamente real porque houve inumeros dossiers, que se tivessem sido atempadamente tratadas e não “empurradas para a frente” ( casos do Banif, do Bes, por exemplo) fariam o déficit disparar para perto dos 5%. Aliás, se está recordado, tivemos em risco de sofrer sanções exatamente por causa disso, porém, só não sofremos porque, como se recordará, criava-se um “embaraço” politico no seio da própria UE, argumento aliäs bem explorado pelo governo português (já era o actual) e pelo comissário Carlos Moedas do PSD, que desenvolveu contactos frutuosos e teve mérito. Os países que sempre defenderam a austeridade cega levada a efeito pelo governo anterior, entre eles os alemães, que desejavam a aplicação de sanções a Portugal, teriam depois, politicamente, uma “batata quente” nas mãos que seria explicar o porquê das sancões a um País que tinha tido um governo seguidista face äs directrizes alemãs, duma forma, do meu ponto de vista, absolutamente subserviênte, o tal de “bom aluno”. Era uma especie de tiro no pé. Foi por isso que “a coisa” passou a contento de todos, pois se as sanções avançassem mesmo, este governo atual é que teria “levado com elas” sem ter culpa nenhuma. Facilmente se conclui daqui que este governo não baixou “apenas” 8 décimas de ponto percentual, porquanto teve de absorver o impacto negativo da resolução do Banif, que ronda os 2%. Temos então uma redução de déficit na ordem dos 2,8% num ano. Temos que reconhecer que é louvável. Para este resultado muito contribuiu o facto deste governo ter sido disciplinado e rigoroso na execução orçamental. Recordo não apenas o deficit atingido (2,1%), o mais baixo de sempre, desde o 25 de Abril, portanto há 43 anos, mas também o menos despesista. Foi também o unico (salvo erro), a não recorrer a “retificativos”, uma pratica, como sabe, corrente nos governos. Só no anterior foram 12 retificativos.
            Por fim, nunca houve um justa repartição de sacrificios, convenhamos. O “grosso” do esforço foi feito pala classe média baixa e média. Um exemplo “fresco” está na fuga de capitais para offshores (para fugirem á tributação) ou na constatação, já estudada, que os ricos ficaram mais ricos e os pobres…mais pobres ficaram.

        • E atenção que este fraco ministro baixou 9 décimas no défice à custa de mil milhões de euros de impostos com os combustíveis…e não só…
          …e ainda à custa de duas jogadas semi-ocultas:
          – exigir (com o final do ano à vista, quando viu que défice prometido não ia, mesmo assim, ser atingido)retroactivos de um ano a quem solicitasse os seu pagamentos ao estado em prestações
          – ordenar a todos os serviços do Estado que todas a faturas de débito, de novembro e dezembro, só fossem pagas em janeiro (empurrar milhões de despesa para o ano seguinte).

          • E congelou o quadro comunitário de apoio. E está a usar esse mesmo quadro para financiar a administração pública em detrimento das empresas. É uma vergonha.

      • Não sabes fazer contas.
        Esqueceste que foram curtados os subsidios de férias e de natal, (a ti se calhar não, pois …) , que foi vendido meio País e que o déficite aumentou?

    • Deixe lá Zé Povinho, olhe para as notícias de hoje por exemplo:
      – Durante 2015, o dinheiro transferido de Portugal para offshores cresceu 133% face ao ano anterior. As Bahamas, Hong Kong e o Panamá foram os principais destinos dessas transferências.
      Ora aqui está onde deve haver muita verdade e muita mentira para os “paladinos da verdade” apurarem e deixarem os e-mails de Mário Centeno em paz e sem mais comentários.

  2. E pensar que este senhor Marques Mendes num dos seus comentários do mês de Julho de 2016,, criticou Passos Coelho de ser irresponsável pela forma como estava a transformar a questão da banca num combate político.
    Agora não faz ele outra coisa…
    Lamentável…

  3. Isto não passa de frustrações e de invejas políticas. Quando temos um país que precisa de acalmia para ter sucesso aparecem os que sempre querem “poleiro” para si e para os amigos para destabilizar. Se o Presidente da República já disse que o assunto está encerrado para quê esta teimosia e vinganças de crianças birrentas. Tenham vergonha e estudem alternativas válidas para o país sair da crise e não entrem guerras da treta que não beneficiam o povo.

  4. A campanha da Direita contra o melhor ministro das Finanças de sempre é nojenta. Não é um sujeito se recusou a apresentar a Declaração de Rendimentos porque tem o rabo preso que vai destruir o ministro com um SMS. Acho que a Direita ainda não percebeu que a Baixa-Política que apela à Vingança não compensa e se vira contra essa mesma Direita como um Boomerang.

    • Enfim. O senhor gosta de viver na mentira. Seja feliz mas permita que outros possam ter uma opção de vida diferente. É no mínimo democrático.

      • DEMO, aí tem uma noticia reveladora de acções de pessoas que talvez como o senhor não gostam de voiver na mentira gostando de opções de vida diferentes, veja:
        – Durante 2015, o dinheiro transferido de Portugal para offshores cresceu 133% face ao ano anterior. As Bahamas, Hong Kong e o Panamá foram os principais destinos dessas transferências.
        São assuntos destes que o Demo e outros como o Demo (PSD/CDS) deviam esmiuçar muito bem, para ficarmos saber quem é que não disse toda a verdade aos portugueses.

    • És tão corrupto como este ministro das Finanças (um refinado mentiroso – ao Parlamento e ao Presidente da República) tal como os secretários de estado que foram aliciados pela GALP

  5. Pois, acho muito bem que mostre os SMS.
    Devemos saber a verdade, e depois que cada um avalie como quiser.
    A trapalhice do governo neste questão é bem demonstrativa do tipo de gente que nos (des)governa.
    Mentirosos e pessoas sem escrúpulos não devem ter lugar num governo, e de mentiras está este governo cheio. A última que veio a público é a brutal manutenção dos impostos sobre combustíveis, que é para empobrecer a esmagadora maioria da população, e de forma REGRESSIVA, que é para a injustiça ser maior.
    Na mesma linha, ainda teremos infelizmente muitas notícias sobre o IMI e sobre o sol, e muitas explicações a justificar o aumento desse imposto.
    Este “governo” faz o que fazem os incapazes. Perante um problema arranja o primeiro remendo que lhe aparece à frente para tapar o buraco e fica a rir-se com o resultado, a achar que fez grande coisa. Pagar a quem vive à custa do Estado através de aumentos nos combustíveis e no IMI é uma estratégia que só os mais palermas e incompetentes se lembrariam.
    Eu, como muita gente, deste governo só posso dizer que me deixa os bolsos cada vez mais vazios.
    Vivemos num tempo onde carro e casa, para não falar de outros bens, se tornam cada vez mais um luxo, apenas acessíveis para os mais ricos… Viva a redistribuição de pobreza!

  6. E eu ainda estou mais mortinho que ele mostre. Para que todos fiquem a saber as mentiras que foram ditas e as tramoias que fizeram. Pelo sim, pelo não, a miss pigy e o cassete jerónimo votaram como votaram para manter bem escondidas as mentiras em questão. Que grande corja é essa esquerdalhada caviar…!!!

  7. Não sei porquê tanta discussão, infelizmente não leva a lado nenhum, acham que se o ministro das finanças ou até se o governo atual caísse, havia melhoras para alguém? Acham que o governo ser PS, PSD ou qualquer outro, vão conseguir fazer surgir dinheiro do nada para pagar as dívidas em que nos enterraram? Respondo eu, até agora NENHUM governo teve mérito, o mérito vai todo para nós portugueses que pagamos os impostos, e pagamos até demais, venha o primeiro governo que nos consiga aliviar desta carga que terá todo o meu apoio, mas não à custa do pão dos meus filhos.
    Desafio ainda quem quiser a postar aqui o nome do ou dos políticos que seriam essa solução, porque eu à muitos anos que não ouço nome nenhum que me agrade, e o tempo tem-me dado razão.

  8. Será que tambem vão pedir uma reunião inquérito aos documentos dos submarinos desaparecidos, acho que não, e prejudica muito mais €€€ o País que isto, Portugal no seu melhor!!!

  9. Pois o senhor Domingues deve realmente mostrar todo o conteúdo que tem em seu poder acerca do acordo que como todos percebem foi ele a exigir a tal exceção para ele e sua equipa mas foram os senhores Centeno e Costa como governantes que acederam a tal pedido portanto ao negarem tal facto acabam por estar a tratar o senhor Domingues como mentiroso quando afinal os mentirosos são eles próprios.

  10. Quanto mais falam dos e-mails, mais dão a perceber, que não tendo mais nada a questionar, esta oposição percebe que a “geringonça” está a sair-se muito bem.
    É só dor de corno… e falta de patriotismo.

    • vê-se bem que és um corruptozito como eles. Diz-me com quem andas (ou dfendes) dir-te-ei quem és. Então estes bandidos não querem que se vejam os emails, porquê ? Mostravam e tiravam-se todas as duvidas. Quem não deve não teme. Estão é com o cu ó Ana ! Mentiram gravemente ao Parlamento, ao Presidente da República e a todos nós. Eu como cidadão contribuinte exijo saber a verdade, doa a quem doer.

  11. Claro que, tudo isto é vergonhoso!
    Que tristes partidos que buscam o protagonismo e que tentam captar eleitorado, assentes na estratégia do enxovalho de alguém por questões de trampa, que em nada melhoram a vida dos cidadãos, só contribuem para desestabilizar o País e envergonham Portugal lá fora.
    Como dizia ontem Marques Mendes, numa semana em que o País teve bons resultados em alguns indicadores, os partidos de direita fizeram todo este “folclore” para ofuscar e desviar atenções do que realmente interessa a todos nós e, como brinde, ainda tiveram a ajudinha do seu “querido líder” Cavaco, com o lançamento no “timming certo” , de um livrinho de intrigas. Será tudo isto inocente? Não acredito. Será isto interesse nacional ou será mais, interesse partidário? Não tenho duvidas que é o segundo caso. O governo por seu lado, caiu na esparrela e não capitalizou convenientemente os méritos dos bons resultados.
    Extrapolando tudo isto para “campanha eleitoral” teríamos então um quadro ridiculo. O PSD/CDS a apelar ao voto baseado num ministro que cometeu a “heresia” de mentir, sobre uma questão cujos impactos nas nossas vidas foram “gigantes” , coisa que o ultimo governo “nunca” e em ” tempo algum” fez (mentiram com os dentes todos e sobre tudo) e, do outro lado da contenda, os partidos á esquerda a apresentarem os resultados obtidos e que, duma forma genérica, não são ainda os ideais mas são satisfatórios.
    Agora, para esvaziar de vez esta questão de trampa, acho bem que se mostrem os sms e, se se confirmar que o ministro mentiu, o governo que se demita todo e provoque eleições. Estou absolutamente certo que ganhará, se calhar até com maioria absoluta (o PS) e remete o PSD/CDS para valores de votação mais enquadrados com o “valor” dos seus argumentos só para chegar ao poleiro.

  12. Só entre 2011 e 2014 o fisco “deixou” sair do país, para offshore’s 10 mil milhões. Nem se deu ao trabalho de controlar o destino desse dinheiro. Grande governo da direitalha. Agora andam preocupados com sms. São mesmo politiqueiros nojentos.

  13. Temos um governo de Mentirosos, não ganharam as eleições, estão no poder com grupos parlamentares anti-europa. O Antonio Costa parece o Trump. Todos os dias uma mentira. Quem ganhou as eleições foi o PSD que tudo fez para endireitar este País. Foi roubado depois das eleições. Tenham vergonha quando apóiam governos como o que está agora em funções.

    • Mas esta tralha esquerdoide nunca fala que quem nos desgraçou foi o socialista Sócrates (o preso 44). Quem rebentou o país e depois o hipotecou à troika foi este maníaco, pseudo-engenheiro, que entrava em tudo que era corrupção. Estes xuxas se tivessem vergonha, assumiam que as dificuldades de governação pós-socrática, a este miserável se deve. Ao PSD/CDS calhou a fava (um fardo bem pesado) e ainda hoje continuamos na míngua que o preso 44 nos deixou. Porquê, a esquerdalha não fala desta realidade ? Mas o povo ainda tem memória. Repare-se que nas últimas legislativas o PS saiu derrotado, pese embora toda a enorme erosão que a governação pós Sócrates sofreu. Então não seria fácil o PS vencer ? Não, porque o PS tem culpas no cartório ao que o país chegou. Mas eles para aí andam, a refugiar-se desta realidade, tentando dissipar a memória coletiva.

      • Boas Joao. Bem dito, realidade Pura e dura. Afinal a Esquerda e nomeadamente o PS tem posto sistematicamente este pais na Troca. O PSD tem sido sempre aquele partido que leva a bom porto toda a merda que o PS faz.

  14. gostava de saber, ou antes já sei quem anda a empurrar o tal domingues para mostrar os email’s, o estranho é não se saber porque razão o tal domingues não quer declarar o seu património. neste património há alguma coisa a esconder que ele não quer que se saiba? se todos os quadros estão legais, ou seja declararam, porque não ele. e porque será que a direita insiste numa situação ilegal

  15. – Durante 2015, o dinheiro transferido de Portugal para offshores cresceu 133% face ao ano anterior. As Bahamas, Hong Kong e o Panamá foram os principais destinos dessas transferências.
    ORA AQUI ESTÁ MATÉRIA PARA OS PALADINOS DA VERDADE APURAREM e deixarem os e-mails de Mário Centeno em paz e sem mais comentários.
    Porque afinal andaram mesmo a tirar aos pobres para dar aos ricos, até talvez lá esteja o dinheiro dos depositantes do BANIF, quem sabe?
    Mas tratando-se da camarilha dos paladinos da verdade, é mesmo para deixar assim, sem comentários…. e continuar na senda de M.C..

  16. Depois de tudo que li, so me resta dizer uma coisa…. Centeno tem culpa, como tem o Costa, o Marcelo e o Domingues. Ok, ja se sabe que fizeram asneira. mas atenção, não queiram estragar todo este sucesso com uma simples birra, que para mim, é ainda bem pior. É que a oposição não tem nada de novo a defender. estão vazios de ideias, nao têm allternativas.`À oposição, aconselho, nao queiram estragar este País ja de si fragilizado por meia duzia de garotos mimados. Passos, um conselho, olha primeiro para ti e o que fizeste na vida… ZERO. Melhor, so deste prejuizos atras de projuizos. Trata-te e deixa os outros governar. Deixa de sonhar, pois nunca mais seras primeiro ministro´e vão ser os do teu partido que irão impedir tal.

      • Eu sou apartidário. Não quero saber de partidos para nada. Concordo consigo quando refere que o Passos Coelho implode. A cama será feita dentro do partido. Mas o que está em causa é a forma como um governante (seja ele quem for) possibilitou que escritórios privados fizessem leis à medida de interesses privados e posteriormente (e ainda falta ver as provas mas tudo indica que as há) mentiu numa comissão parlamentar de inquérito e ao que parece também ao Presidente da República. Salienta-se que em Portugal as comissões parlamentares de inquérito gozam de poderes de investigação próprios das autoridades judiciais. Na minha opinião isto não é aceitável num país dito desenvolvido. Seria provavelmente bem aceite em muitos países de África e da América do Sul. Se isto passa impune então que autoridade terão as próximas comissões de inquérito? Mais vale acabar com esta figura já!

  17. Mas afinal quem é que por aqui sabe se o ministro mentiu, disse a verdade, ou omitiu para atingir os objectivos pretendidos? Porém é óbvio para todos, que seja lá o que for, não fez Lei e o que devia ser feito foi feito.

  18. Tudo isto é uma aberração.
    Aparecem por aqui comentários de pessoas muito indignadas por uma suposta mentira. Têm esse direito, que a esquerda nos conferiu com o 25 de Abril, e naturalmente, respeito essa indignação mas, o que já não acho aceitável é fazer desta pseudo questão, ou melhor, desta questão de chacha, absolutamente lateral e pouco relevante para as nossas vidas, o centro do “Mundo”. É tão absurdo, porque para alguns parece que a direita nunca mentiu ( supostamente claro ) e em coisas bem mais graves, essas sim, que mexeram com a vida das pessoas porque, de alguma forma, implicaram consequências para todos nós. Era só começar a desenrolar o novelo para se perceber as carradas de mentirosos situados na esfera dos partidos de direita, e as mentiras graves que foram produzindo ao longo dos seus mandatos. Recordo um estudo recente, produzido pela SIC ( salvo erro ), que avaliou os governos de há 2 décadas para cá, em termos de promessas feitas em campanha eleitoral e as que foram realmente cumpridas, no fim….surpresa (para mim não foi de certeza), Passos Coelho foi o maior mentiroso, com uma percentagem de cumprimento muito baixa face aos restantes. Já agora, só assim por acaso, o que teve o maior grau de cumprimento das promessas foi António Guterres. Interessante.
    Nada disto contraria que na esquerda haja mentirosos, porque os há também com fartura ou não fossem eles politicos, mas tentar arranjar uma questão de chacha destas para desvalorizar os resultados satisfatórios obridos por este ministro, resultados esses devidamente auditados por todas as entidades oficiais, internas e externas, já é demais.
    Pessoalmente,estou muito mais interessado em saber a verdade nesta questão do dinheiro metido em offshores, essa sim uma questão importante que nos toca a todos, do que sms e outras fantochadas do género para “consumo”.

    • Não é irrelevante, antes pelo contrário, o que está em causa é a fiabilidade num ministro e num primeiro ministro. Isto é gravíssimo. O ministro mentiu ao Parlamento, ao Presidente da República e ao povo português. E depois o primeiro ministro, para camuflar, faz uma lei para dissimular esse escândalo. Num país evoluído só haveria um caminho: a sua demissão. Não venham cá com panaceias de que isto não é de importância relevante para a vivência política portuguesa. É e de que maneira. Que confiança se pode ter em quem nos governa, quando chegam a este cúmulo ?

  19. Caro Bazuca
    Quando referia que o anterior governo conseguiu reduzir o défice orçamental em 8% estava e estou correto. O que o caro Bazuca quer insinuar é que o défice não teria sido este se tivesse reconhecido os problemas da banca. Sabe que mais? Pouco me importam as receitas e despesas extraordinárias. O que me interessa é o saldo orçamental expurgado de eventos esporádicos. E esse, foi efetivamente reduzido. Se reparar no défice de 2016 verá que o atual governo teve a ajuda de muitas receitas extraordinárias que não se repetirão no futuro. Resultado: para atingir um défice semelhante no presente ano, ou diminui gastos ou aumenta a receita. Como a nossa economia não está propriamente a crescer (digamos que está estilo morto-vivo), as receitas só aumentarão por aumento dos impostos (das taxas, da base ou de mais um qualquer imposto turístico). Caso contrário o acerto terá de ocorrer na despesa que é aquilo que eu e muitos defendem. A coisa só lá vai pela redução drástica da despesa (e falo em concreto de salários da administração pública e reformas). Se não acredita nisto veja a diferença salarial entre público e privado e compare com o que ocorre em todas as economias da OCDE.
    Caso contrário empresas e trabalhadores andarão sempre com a corda do fisco no pescoço.

Responder a Pois Cancelar resposta

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …