Direita quase partiu a mobília do Parlamento (com Ban Ki-moon a ver)

parlamento.pt

-

Os contratos de associação entre o Estado e os colégios privados foram um dos temas fortes do debate quinzenal desta sexta-feira, com PSD e CDS indignados com António Costa a quase “partirem a mobília” do Parlamento.

Num debate quinzenal que teve como convidado especial o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, que foi aplaudido de pé por todas as bancadas parlamentares, a polémica dos contratos de associação firmados entre o Estado e alguns colégios privados foi o assunto central.

António Costa arrancou protestos ruidosos de PSD e CDS-PP quando acusou os sociais-democratas de enganarem as pessoas neste âmbito. Alguns deputados bateram com as mãos nas bancadas e o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, teve que lhes lembrar que “há formas regimentais de proteger a honra que passam por não estragar a mobília“.

Quanto ao assunto em si, António Costa sublinhou que “não é uma guerra religiosa ou confessional, só 25 escolas têm natureza confessional”. “O critério é da redundância”, atirou o primeiro-ministro.

“Não diabolizamos nada, não fazemos é confusões, nem fazemos demagogia à custa daquilo que é a confiança e a tranquilidade que as crianças e as famílias têm de ter relativamente àquilo que o senhor contratou e que, pelos vistos, enganou as pessoas sobre aquilo que contratou”, afirmou o primeiro-ministro, em resposta a uma pergunta colocada pelo líder social-democrata, Pedro Passos Coelho, que voltou aos debates no Parlamento, depois de ter optado pelo silêncio nas discussões anteriores.

E na primeira vez que interpelou o primeiro-ministro, desde o Congresso do PSD, em Março passado, o líder do PSD instou o governo a aguardar por um estudo detalhado do Conselho Nacional de Educação sobre os contratos de associação em vigor, evitando assim precipitar-se com uma decisão rápida sobre esta matéria.

Já a líder do CDS-PP, Assunção Cristas, exortou António Costa a assumir a verdade sobre a “austeridade à la esquerda” de um eventual plano B, mas António Costa reiterou a recusa de medidas adicionais.

Assunção Cristas desafiou ainda o primeiro-ministro a rever o imposto sobre os combustíveis semanalmente, considerando “inadmissível” a baixa em apenas um cêntimo, mas o chefe de Governo reiterou que o compromisso feito foi de uma revisão trimestral.

António Costa sublinhou que ninguém acreditou que o Governo descesse o imposto sobre os combustíveis “porque nunca ninguém baixou esse imposto” e sublinhou que a variação entre janeiro e abril foi uma redução de quatro cêntimos e o imposto foi reduzido de acordo com a compensação de receita do IVA, como tinha sido estabelecido.

Passos Coelho ainda anteviu um mau resultado económico e financeiro este ano, considerando que, sem uma correção da trajetória do Governo, nem o défice nem a dívida serão objetivos alcançados.

“Já se começa a ver que haverá um mau resultado este ano se o Governo não corrigir a trajetória”, afirmou, confrontando o primeiro-ministro com os últimos dados económicos conhecidos, falando da “destruição líquida” de 40 mil empregos no primeiro trimestre do ano, além da queda das exportações e do investimento.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mas que que é que deu a estes argiotas ,para andarem tao zangados alguem lhes esta a tirara a palha da frente ,mais uma vez digo quem quer luxos paga ,vaidades tambem, por vezes nao teem onde cair mortos ,mas para se armarem em ricos ,põem os filhos nos privas ,ai se os bancos fecham torneiras !!!!! .

RESPONDER

Assunção Cristas contra o "ditador" verde e André Silva contra a "despesista" demagoga

O debate deste sábado, transmitido pela RTP3, sentou frente-a-frente os líderes do CDS e do PAN. Assunção Cristas contou quantas vezes o programa do adversário usa a palavra "proibir" e André Silva acusou os centristas …

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …