DGS lança manual para enfrentar a covid-19 em casa e na rua

A Direção-Geral da Saúde (DGS) lançou, esta quinta-feira, um manual com medidas gerais de prevenção e controlo da covid-19.

Neste manual, a DGS diz que a lixívia ser diluída em água fria, uma vez que a água quente lhe retira eficácia e facilita que passe da sua forma líquida a gasosa, promovendo a libertação de gases tóxicos.

A DGS diz que as superfícies devem ser lavadas primeiro com detergentes domésticos e só depois deve ser aplicada lixívia, deixando atuar 10 minutos, e que o uso de lixívia não é estritamente necessário se não houver pessoas infetadas na habitação.

Se houver pessoas infetadas em casa, a lixívia deve ser diluída na proporção de quatro colheres de sopa par cada litro de água.

A autoridade nacional de saúde aconselha também a limpar e descontaminar as zonas de contacto frequente em casa como, por exemplo, maçanetas das portas, corrimões, interruptores de luz, comandos ou teclados e recorda que a limpeza deve ser feita sempre no sentido de cima para baixo e das áreas mais limpas para as mais sujas.

As áreas de confeção de alimentos e instalações sanitárias também devem ser desinfetadas com maior regularidade.

Sobre os acessórios de uso pessoal, como anéis, pulseiras, relógios e outros objetos, diz que devem ser removidos antes da lavagem das mãos e que deverão também ser higienizados após a sua utilização.

Para a roupa, a DGS recorda que só é estritamente necessário descontaminar (através da temperatura ou do uso de lixívia) nos casos de doentes com covid-19, cuidadores de doentes, profissionais de saúde ou pessoas que tenham estado em contacto com superfícies contaminadas.

Nestes casos, deve-se evitar sacudir a roupa, lavar preferencialmente na máquina, com a maior temperatura possível, pelo menos a 60ºC durante 30 minutos ou entre 80ºC e 90ºC durante 10 minutos, para descontaminar através da temperatura.

Se a pessoa usar lavandarias públicas deve organizar as roupas antes de ir à loja de forma a só precisar de colocar as peças de roupa na máquina quando estiver no local e dobrar as roupas limpas em casa para reduzir o tempo de permanência e as superfícies em que toca.

Quanto aos espaços fechados, a DGS diz que se deve sempre abrir portas ou janelas para manter o ambiente limpo, seco e bem ventilado e, se for necessário usar um sistema de ventilação de ar forçado, usar sempre na função de renovação com ar exterior, evitando a recirculação do ar.

“É recomendado que desligue a função de desumidificação, do sistema de ventilação e ar condicionado”, diz ainda a DGS, que aconselha a reforçar a desinfeção do reservatório de água condensada e da água de arrefecimento das turbinas do ventilador.

Quanto aos resíduos, em caso de pessoa suspeita ou infetada com covid-19, deve ser usado sempre um caixote do lixo com tampa, de preferência com pedal, ter um saco sempre no caixote e nunca o encher acima dos dois terços da capacidade. Os resíduos nunca devem ser calcados para sair o ar.

A DGS aconselha ainda a fechar bem o saco de plástico com dois nós bem apertados e, preferencialmente, com um atilho ou adesivo, colocando o primeiro saco dentro de um outro, igualmente bem fechado. Estes resíduos nunca devem ser colocados no Ecoponto.

Sobre a utilização de máscaras, agora obrigatória em transportes públicos e espaços públicos fechados como supermercados, a DGS insiste que a máscara permite que o utilizador proteja as pessoas que o rodeiam e o ambiente, mas a sua utilização “só é efetiva se for combinada com outras medidas de prevenção, como a lavagem de mãos, a etiqueta respiratória e o distanciamento físico”.

“Por si só, a máscara não garante proteção, podendo fazer esquecer as outras medidas de prevenção. Por exemplo, se a máscara não estiver bem colocada, pode ter a tendência para tocar mais vezes na cara“, lembra.

A DGS diz também que quem usa máscara deve prendê-la à cabeça sem cruzar os elásticos e não a deve retirar para falar, tossir ou espirrar, usando-a, no máximo, por quatro horas.

Neste manual, a autoridade de saúde lembra que o levantamento das restrições de circulação das pessoas aumenta ainda mais a responsabilidade individual e coletiva.

Recorda que o vírus que provoca a covid-19 (SARS CoV 2) circula na comunidade e que “esta nova fase exige de cada cidadão um rigor acrescido no cumprimento das medidas preventivas e de Saúde Pública”.

Este documento pretende apresentar as medidas gerais a adotar por todos e é completado por vários volumes com medidas específicas a adotar em diferentes contextos, “com base nos princípios de evidência e conhecimento científico”, acrescenta.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho que este Vírus mexeu com o cérebro de muita gente.Uma coisa é certa,nunca houve tanta limpeza cá no sítio.

RESPONDER

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …

O parasita da malária tem o seu próprio relógio interno

Um novo estudo acaba de revelar que, mesmo quando cultivados fora do corpo, os parasitas da malária conseguem manter o seu ritmo. Quando uma pessoa contrai malária, acontece uma dança rítmica dentro do corpo. Os sinais …

Maduro e Guaidó juntam-se na luta contra a pandemia. EUA acusam país de impedir voos humanitários

O governo do Presidente venezuelano e o líder da oposição Juan Guaidó acordaram procurar conjuntamente fundos para combater a pandemia da covid-19 na Venezuela, de acordo com um documento divulgado esta terça-feira na televisão oficial. No …

Marítimo "aplaude" Costa no espectáculo de Bruno Nogueira e pede adeptos nos Estádios

Com recurso a fotografias de António Costa no Campo Pequeno, a assistir ao espectáculo "Deixem o pimba em paz" de Bruno Nogueira, o Marítimo "aplaude" o gesto do primeiro-ministro e apela a que o futebol …