DGS e Infarmed afastam terceira dose da vacina (e especialistas só querem vacinar jovens com comorbilidades)

Jean-Francois Monier / AFP

O Infarmed afastou a necessidade de reforço da vacinação contra a covid-19 com uma eventual terceira dose. Em relação aos jovens entre os 12 e os 15 anos, a maioria dos especialistas da task force concorda em vacinar apenas os que tenham doenças que representem risco.

O Infarmed e a Direção-Geral da Saúde (DGS) afastam a necessidade de uma eventual terceira dose da vacina contra a covid-19, embora estejam a avaliar a hipótese de reforçar com mais uma dose a vacinação de pessoas mais vulneráveis.

“A informação disponível até à data não permite concluir sobre a necessidade, e momento, de realização de reforço vacinal, prevendo-se, portanto, o esquema vacinal aprovado na Autorização de Introdução no Mercado atribuída pela Agência Europeia de Medicamentos”, esclareceu a autoridade do medicamento em comunicado.



Na nota, o Infarmed admite, contudo, estar a avaliar em conjunto com a DGS “os dados técnico-científicos à medida que estes se encontram disponíveis, nomeadamente visando a ponderação, no Plano de Vacinação contra a Covid-19, da eventual necessidade de doses adicionais ao esquema aprovado para algumas populações mais vulneráveis”.

Para “acautelar uma possível terceira dose”, assim como “o desenvolvimento de vacinas adaptadas a novas variantes”, Portugal tem “dois contratos estipulados, cujo volume de vacinas ultrapassa os 14 milhões, com os laboratórios BioNTech/Pfizer e Moderna”.

Para 2023, o país contratualizou com o consórcio BioNTech/Pfizer ainda mais de 10 milhões de vacinas. “A acrescentar aos referidos volumes, poderão ainda chegar a Portugal mais vacinas, no âmbito de futuros contratos, com algumas das vacinas ainda em avaliação” pelo regulador europeu.

Jovens com doenças de risco

O Público avança, este sábado, que o grupo de trabalho criado para avaliar se os jovens entre os 12 e os 15 anos devem ser vacinados concluiu, por unanimidade, que só devem ser imunizados os menores que apresentem doenças que constituam um risco para a covid-19.

Ainda assim, esta pode não ser a posição final da task force, escreve o diário.

Os especialistas, cerca de uma dúzia de profissionais de saúde da área pediátrica, concordaram que não há um benefício para os jovens entre os 12 e os 15 que justifique a sua inoculação, uma vez que a vacina é eficaz sobretudo a proteger da doença grave e da morte e estas situações praticamente não ocorrem nos jovens desta faixa etária.

Além disso, argumentam, surgiram algumas dezenas casos nos Estados Unidos e na Europa de miocardia em adolescentes e adultos jovens cerca de um mês após a toma da primeira dose, pelo que é necessário estar alerta.

Em termos éticos, os especialistas consideram eticamente inaceitável vacinar crianças se houver um risco, mesmo que seja baixo, para proteger os adultos.

A conclusão, no entanto, não foi tão unânime no seio da Comissão Técnica de Vacinação contra a Covid-19 (CTVC). Ainda assim, a maioria defendeu que os jovens desta faixa etária só deveriam ser vacinados contra a covid-19 se tivessem comorbilidades de risco para a doença.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Quanto mais avançamos maiores são as incertezas acerca da vacinação e maior o número de resistentes a recusarem levar a vacina, a pandemia alastra cada vez mais por todo o mundo apesar de haver já tanta gente vacinada e tantos desses atacados pelo vírus, a vacina certa ainda não chegou nem sabemos se chegará!

RESPONDER

Hospital de Nova Iorque deixa de realizar partos face à demissão do pessoal médico que recusa vacinar-se

Antes de sair de cena Andrew Cuomo emitiu um mandato que visava estabelecer a vacinação obrigatória entre profissionais de saúde do estado de Nova Iorque. Um pequeno hospital do condado de Lewis, no estado de Nova …

"Foi um grande erro". Morte de 1400 golfinhos num dia nas Ilhas Faroé criticada até por adeptos da caça

Quase 1500 golfinhos foram mortos no domingo na caça tradicional das Ilhas Faroé, o que motivou críticas até entre os defensores do ritual. Activistas que defendem o fim da caça afirmam que este foi o …

Teorias da 'Síndrome de Havana' "violam as leis da física", dizem cientistas cubanos

Cuba divulgou um relatório, o mais detalhado até à data, no qual cientistas locais criticam as alegações de que diplomatas norte-americanos e canadianos foram submetidos a ataques misteriosos quando estavam destacados no país. O relatório, desenvolvido …

Bill Gates diz que não estamos prontos para a próxima pandemia

Um novo relatório da Fundação Bill e Melinda Gates referiu que as nações não estão a fazer o suficiente para se prepararem para a próxima pandemia, desafiando os países a investir a longo prazo em …

Grécia investiga acidente que vitimou testemunha no julgamento de Netanyahu

As autoridades gregas abriram na terça-feira uma investigação sobre a queda de um avião privado israelita na qual morreu uma testemunha de acusação no julgamento de corrupção do ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. O ex-oficial do Ministério das …

Gouveia e Melo: "Nós já ganhámos a este vírus"

O responsável pela 'task-force' que coordena o programa de vacinas contra a covid-19, vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, assumiu esta quarta-feira que Portugal "já ganhou a este vírus". "Nós já ganhámos a este vírus, pelo menos, …

Mais 1247 casos e 10 mortos por covid-19. Incidência e R(t) descem

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 1247 casos de covid-19 e 10 óbitos. O número de doentes internados também baixou e o R(t) continua a recuar, estando perto do verde na matriz de risco. De …

PSG na Liga dos Campeões: que plantel tinha em 2012?

Messi, Neymar e Mbappé são três das "estrelas" do clube francês, que vai iniciar a sua 10.ª participação consecutiva no torneio. Na primeira, o elenco era bem diferente. Não serão todos os olhos postos, mas quase: …

Número de médicos mais do que triplicou desde o nascimento do SNS, afirma Ordem

O número de médicos inscritos na Ordem (OM) mais do que triplicou nos 42 anos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), num período em que a sociedade sofreu "mudanças importantes", evocou hoje a OM. Em comunicado …

Sporting SAD com prejuízo de 33 milhões de euros. Varandas fala em "Novo Sporting"

Presidente leonino justifica maus resultados financeiros com o "contexto mundial de crise, com consequências na quebra de transação de jogadores e das receitas operacionais pela ausência de público nos estádios”. A Sporting SAD apresentou um resultado …