Dexametasona corticosteroide é a única terapêutica eficaz contra a covid-19, diz OMS

Tedros Adhanom Ghebreyesus disse que, segundo os dados do ensaio patrocinado pela OMS, os medicamentos remdesivir e interferon não são eficazes contra a covid-19.

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, considerou esta sexta-feira que, até agora, a dexametasona corticosteroide é a única terapêutica comprovada como eficaz contra a covid-19, para doentes com doenças graves.

Numa conferência de imprensa online a partir da sede da organização, em Genebra, Tedros insistiu que, segundo os dados do ensaio patrocinado pela OMS, os medicamentos remdesivir e interferon não são eficazes na luta contra a covid-19.

Os resultados do estudo já tinham sido divulgados e foram mesmo questionados pela farmacêutica norte-americana Gilead, que disse parecerem “inconsistentes”, lembrando que outros ensaios validam o benefício do antiviral.

No entanto, os responsáveis da OMS assinalaram que os ensaios provisórios mostram que o remdesivir e o interferon “têm pouco ou nenhum efeito na prevenção da morte por covid-19 ou na redução do tempo no hospital”, com o diretor-geral a frisar que se tratou do maior ensaio já feito, envolvendo 13 mil pessoas de 500 hospitais em 30 países.

O diretor-geral lembrou na conferência de imprensa que em junho foi retirado do estudo a hidroxicloroquina e que em julho os pacientes também deixaram de tomar a combinação dos medicamentos de lopinavir e ritonavir.

O responsável máximo da OMS agradeceu aos participantes no estudo e disse esperar que os resultados completos sejam publicados em breve numa “importante revista científica”, acrescentando que o ensaio está a recrutar cerca de 2.000 doentes todos os meses e que irá avaliar outros tratamentos, incluindo anticorpos monoclonais e novos antivirais.

Tedros Adhanom Ghebreyesus disse também que com a aproximação do inverno no hemisfério norte os casos de covid-19 estão a aumentar, especialmente na Europa, onde o número de casos comunicado na semana passada foi quase três vezes superior ao do primeiro pico da pandemia, em março último.

Ainda que o número de mortes tenha sido “muito menor” do que em março as hospitalizações estão a aumentar, advertiu, frisando depois que muitas unidades de saúde na Europa poderão chegar ao limite nas próximas semanas.

“Cada cama de hospital ocupada por um paciente com covid-19 é uma cama que não está disponível para alguém com outra condição ou doença, como a gripe”, disse também o responsável, salientando que todos os anos há até 3,5 milhões de casos graves de gripe sazonal no mundo e 650.000 mortes relacionadas com doenças respiratórias.

“Durante o inverno do hemisfério sul deste ano, o número de casos de gripe sazonal e de mortes foi inferior ao habitual devido às medidas postas em prática para conter a covid-19. Mas não podemos assumir que o mesmo acontecerá na estação da gripe do hemisfério norte”, avisou, acrescentando que a OMS recomenda a vacinação contra a gripe dos grupos mais frágeis.

A propósito do Dia Mundial da Hipertensão Arterial, o diretor-geral da OMS lembrou também que a hipertensão agrava o risco de outras doenças e que a pandemia de covid-19 perturbou os serviços nesta área em mais de metade dos países do mundo.

“Mesmo quando nos concentramos em acabar com a pandemia, devemos lembrar que a covid-19 é apenas uma ameaça à saúde entre muitas“, e quando ela acabar vão continuar a existir no mundo mais de mil milhões de pessoas hipertensas, alertou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …

Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS. A escolha de Filipe Anacoreta Correia para …

Tragédia Hillsborough: morreu uma vítima, depois de 32 anos em estado vegetativo

Andrew Devine faleceu aos 55 anos. É oficialmente a 97.ª pessoa a morrer por causa do desastre em 1989, em Sheffield. De 15 de abril de 1989 até 27 de julho de 2021 passaram mais de …

Trabalhadores da Google só regressam aos escritórios em outubro e todos vacinados

A maioria dos trabalhadores da Google só regressará aos escritórios em meados de outubro, depois de ser totalmente vacinada, numa tentativa de combater a disseminação da variante Delta do novo coronavírus SARS-COV-2, anunciou esta quarta-feira …

Primeiro-ministro tunisino terá sido agredido antes de concordar em renunciar

O primeiro-ministro da Tunísia, Hichem Mechichi, terá sido alegadamente agredido dentro do palácio presidencial antes de ser afastado de cargo pelo chefe de Estado do país, Kais Saied. Mechichi e o restante governo foram demitidos na …

Comissão Europeia envia primeiro “cheque” do PRR na próxima semana

A Comissão Europeia irá fazer o pagamento da primeira verba do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no decorrer da próxima semana. Na sessão de assinatura dos contratos do Mecanismo de Recuperação e Resiliência da União …

Marcelo pede ao TC fiscalização do artigo 6.º da Carta de Direitos na Era Digital

O Presidente da República pediu, esta quinta-feira, ao Tribunal Constitucional a fiscalização sucessiva do artigo 6.º da Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital em vigor, tendo em conta o "importante debate público" sobre …

Portugal regista mais 10 mortes e 3009 casos de covid-19

Portugal registou, esta quinta-feira, mais 10 mortes e 3009 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3009 novos …

Ministra da Coesão diz que Portugal vai precisar de imigrantes

A ministra da Coesão Territorial disse hoje que a perda de população é preocupante e que Portugal vai ter de trabalhar numa política de imigração muito ativa e acolhedora para fazer face aos investimentos previstos. "Estando …