Desconhece-se a origem de 87% dos novos contágios

Rovena Rosa / ABr

As autoridades de saúde desconhecem a cadeia de contágio de 87% dos novos infetados e avisam que podem ter ficado por identificar 5 mil casos entre 24 e 29 de dezembro.

Já se sabia que o período do Natal e do Ano Novo podia representar um ponto de rutura no combate à pandemia de covid-19. Ainda assim, os casos positivos identificados não tiveram o controlo epidemiológico adequado. Isto porque 87% dos novos infetados não foram contactados pelas autoridades de saúde para tentar determinar a cadeia de contágio.

Segundo o jornal Público, este assunto foi debatido na segunda parte da reunião do Infarmed que decorreu esta terça-feira.

A conclusão é que embora se tenha feito mais testes durante as festividades, houve menos testes nas possíveis cadeias de contágio. Ainda assim, os especialistas estimam que, entre 24 e 29 de dezembro, tenham ficado por identificar pelo menos 5 mil casos devido à falta de testagem.

Manuel do Carmo Gomes, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, destacou que houve, entre 24 e 29 de dezembro, “aproximadamente 5 mil casos que escaparam ao processo normal de testagem. Não foram testadas, muitas não deram importância à sintomatologia ou tinham e não foram testadas”.

Até esta segunda-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS) tinha identificado um total de 494 surtos ativos. A 9 de janeiro existiam 763 profissionais a tempo inteiro a realizar inquéritos epidemiológicos em Portugal.

“Estes números dizem respeito a profissionais equivalente a tempo inteiro, pelo que podem não corresponder ao número exato de pessoas que estão a realizar inquéritos epidemiológicos”, realçou a DGS.

Durante a primeira parte da reunião no Infarmed, os especialistas alertaram para um cenário de extrema gravidade se não forem tomadas medidas.

De acordo com o epidemiologista Manuel Carmo Gomes, mesmo com o confinamento geral e o encerramento das escolas “dificilmente evitaremos os 14 mil casos daqui a duas semanas”, data em que o número de mortos por covid-19 rondará os 150 por dia.

Sem medidas, a 19 de janeiro atingiremos mais de 18 mil casos e a 26 de janeiro o país terá mais de 37 mil casos, segundo o especialista.

“A única boa notícia é que depois disto só pode melhorar”, afirmou o especialista.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ja se sabia entre o Natal e Ano Novo que situação seria bem mais grave e o governo fez o que fez? Estamos muito bem desgovernados não há duvida.
    Ninguém havia de ir votar. Assim eram obrigados a marcar novas eleições.

    • O desgoverno não é só de agora…… já vem de há muito tempo. A pandemia só veio evidenciar ainda mais que somos um país lindo, cheio de gente boa, que trabalha mas que por outro lado, somos “moles”, “submissos. Deixamos os “chico-espertos” mandarem nisto tudo. E o que estavamos à espera??? Os politicos são uma cambada de acéfalos, idiotas, que não pensam nem sabem pensar. E depois dá nisto. Nos ultimos 15 anos fomos completamente espoliados e a culpa é de nós, porque não sabemos jantar em familia….. Provem lá que foram os ajuntamentos da familia no natal que provocou o aumento dos infectados?…… Pois, os incompetentes mandam sempre a culpa dos seus erros para cima dos outros…….

RESPONDER

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …

Chega apresenta oito candidatos para o distrito do Porto. Ventura acredita que vai ter "grande resultado"

O líder do Chega anunciou este sábado oito candidatos às próximas eleições autárquicas no distrito do Porto, onde André Ventura acredita que o partido vai ter "um grande resultado". "Fizemos esta deslocação ao Porto para anunciar …