Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre “faseado e lento”

Manuel De Almeida / Lusa

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre “faseado e lento”, dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento.

Em entrevista à SIC Notícias, Mariana Vieira da Silva não quis revelar grandes detalhes sobre o plano de desconfinamento, que vai ser anunciado esta quinta-feira, lembrando que hoje vai haver mais uma reunião no Infarmed com os peritos.

“A partir de amanhã [esta segunda-feira], julgo que poderemos em conjunto definir um plano de desconfinamento. Mas é preciso que fique claro para todos: será um plano faseado, que será sempre lento e que dependerá sempre dos números concretos de cada momento”, afirmou.

A governante acrescentou ainda que a capacidade de desconfinar dependerá da atuação do país e recordou que, apesar do plano de desconfinamento, há coisas que não vão mudar como, por exemplo, a necessidade do uso de máscara e do distanciamento físico.

A ministra de Estado e da Presidência não escondeu, no entanto, que o desconfinamento começará pelas escolas, tal como já tinha anunciado há várias semanas. “As decisões vão ser tomadas ao longo desta semana. Existem prioridades que já foram afirmadas não apenas por mim, mas pelo ministro da Educação e pelo primeiro-ministro.”

“Nós sabemos os custos que as escolas estarem encerradas têm para todos, não só para as famílias mas também para as crianças. Há crianças que, passado um determinado ciclo de escolaridade, terão tido muito poucas aulas presenciais. E por isso é natural que esta seja uma prioridade. É isso que está a acontecer na maior parte dos países”, acrescentou.

Este domingo, também na SIC, Luís Marques Mendes revelou que as creches, o pré-escolar e o 1,º ciclo deverão abrir já a 15 de março.

A 17.ª apresentação da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal vai decorrer na manhã desta segunda-feira no auditório do Infarmed, em Lisboa, novamente em formato de videoconferência.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …