É oficial: desconfinamento no Reino Unido começa dia 8. Europa começa a respirar de alívio

Finalmente a pandemia de covid-19 parece dar algumas tréguas à Europa. Vários governos começaram a reabrir escolas e a permitir a circulação, mas a preocupação com as novas vagas que possam ser causadas pelas novas variantes mais contagiosas não desaparece.

No Reino Unido, o desconfinamento vai iniciar-se a 8 de março. Entre as principais prioridades do governo de Boris Johnson, encontra-se a reabertura de escolas, passando também, a partir da mesma data, a ser permitida a recriação em espaços públicos entre duas pessoas.

Todas as escolas em Inglaterra deverão reabrir na data indicada e serão também permitidas as atividades extra curriculares, desde que realizadas ao ar livre.

A partir de 29 de março, serão aliviadas ainda mais medidas, passando a ser permitido ajuntamentos ao ar livre entre seis pessoas ou membros de dois agregados familiares e as instalações desportivas ao ar livre (como campos de ténis e de basquetebol) poderão voltar a funcionar.

Mais para a frente, a 12 de abril, lojas, cabeleireiros, bibliotecas e ginásios vão poder abrir, e bares e restaurantes vão poder servir em esplanadas, e a 17 de maio é a vez dos cinemas, teatros, concertos e eventos até 30 pessoas. O executivo inglês espera que a 21 de junho acabem todas as restrições.

Também o País de Gales começou a desconfinar. Desde segunda-feira que as pessoas se podem reunir ao ar livre e, na próxima semana, os alunos vão voltar às escolas. A partir de 12 de março espera-se que o comércio se junte e reabra também. Na Escócia as escolas já começaram a voltar ao ativo.

Apesar do alívio de medidas, Londres anunciou entretanto que mantém a proibição de viagens ao estrangeiro e restrições à entrada no Reino Unido devido à covid-19 pelo menos até 17 de maio.

Por outro lado, na Irlanda do Norte o governo anunciou a extensão do confinamento até 1 de abril. Ainda assim, as crianças entre os 4 e os 7 anos poderão voltar à escola a partir de 8 de março.

Na Alemanha, as escolas e creches reabriram na segunda-feira em 10 dos 16 estados, após estarem dois meses fechadas, apesar dos receios de uma terceira vaga da pandemia de covid-19 devido à variante britânica.

Angela Merkel quer reabrir, começando por aliviar o limite aos ajuntamentos, seguido por todas as escolas e institutos profissionais e, em terceiro lugar, a reabertura do desporto, restauração e cultura. No entanto, a meio de fevereiro, a chanceler alemã avisou que quando o plano de reabertura estiver completo, o país deve ficar em confinamento mais duas semanas, para ter a certeza que é seguro desconfinar.

O nosso país vizinho também tem o seu próprio confinamento e as suas próprias regras. Em Espanha, o desconfinamento começou já em janeiro, por exemplo no País Basco, Estremadura e Ilhas Baleares.

Mais recentemente, também a Galiza e Castela e Leão anunciaram o levantamento de algumas restrições.

Na Galiza será permitido, a partir de dia 27, a mobilidade entre a maioria dos concelhos, as aulas em universidades e até a abertura dos centros comerciais ao fim de semana. Em Castela e Leão é permitido circular entre as províncias da comunidade, mas as fronteiras com as restantes regiões continuarão encerradas.

Já em Itália, o sistema é semelhante ao usado por Portugal e por outros países europeus, separando as regiões e municípios por zonas de risco. O desconfinamento em algumas áreas começou ainda em janeiro, mas foi no primeiro dia de fevereiro que a maior parte do país passou a “amarelo”.

Ainda assim, as restrições às viagens continuam em vigor, bem como a obrigatoriedade do uso de máscara e o recolher obrigatório às 22h.

As áreas de risco vão oscilando, mas a 21 de fevereiro o país encontrava-se com zero regiões na “zona vermelha”, à exceção de alguns confinamentos municipais nas regiões de Úmbria e Bolzano.

Rede europeia diz que museus estão prontos para reabrir

Os museus da Europa estão prontos para reabrir, para apoiar a vida urbana e acompanharem as pessoas na nova realidade, disse esta segunda-feira a Rede de Organizações Europeias de Museus (NEMO, na sigla em inglês).

Em muitos países, como em Portugal, os museus mantêm-se fechados devido à covid-19, enquanto noutros reabriram portas, uma medida aplaudida pela NEMO, já que a rede considera que “os museus facilitam os processos emocionais em situações difíceis”, como a pandemia, além de que têm um “papel importante a desempenhar na coesão social”.

A rede realçou que os “museus fornecem espaços seguros durante a pandemia, já que oferecem grandes espaços que permitem visitas controladas e seguras do público”, e são “instituições educacionais que oferecem diferentes tipos de aprendizagem e debate formal e informal”.

Além disso, os museus desenvolveram conceitos de higiene abrangentes, investiram em medidas de ventilação, bilheteiras online, sistemas de controlo para limitar o fluxo de visitantes e instalações sanitárias, entre outros para tornar os seus espaços seguros, medidas que se aplicam tanto aos visitantes quanto aos funcionários.

Para a NEMO, os museus provaram ser locais seguros, dado não ter sido relatada nenhuma infeção pelo novo coronavírus em nenhum museu da Europa.

Ana Isabel Moura, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …