Deputados obrigados a comprovar viagens para receber ajudas de custo

Mário Cruz / Lusa

Para poder receber ajudas de custo, os deputados vão passar a ter de comprovar que fizeram, de facto, as respetivas viagens.

A ideia foi defendida por Jorge Lacão, coordenador do grupo de trabalho criado para rever o regime de subsídios de deslocações dos parlamentares, segundo o Correio da Manhã. De acordo com o jornal, a atribuição de subsídios para despesas de transporte passa a depender da efetiva confirmação dessas deslocações.

Na última conferência de líderes, o tema esteve em cima da mesa e a proposta final deverá ser aprovada até 25 de abril. Atualmente, os deputados podem receber ajudas de custo sem qualquer comprovativo. Na Constituição da República lê-se: “as importâncias globais previstas nos n.º 1 a 4 do artigo 1.º, bem como nos artigos 3.º e 5.º, referem-se a despesas de deslocação que, atenta a sua natureza, não carecem de comprovação”.

Mais concretamente, as ajudas de custos servem para fazer face, entre outras, a deslocações entre a residência e o Parlamento, a círculos eleitorais e ainda a trabalho político em todo o território nacional. Segundo o CM, esta política irá ser revertida, passando a exigir-se aos parlamentares uma declaração de compromisso.

A medida vem no seguimento das polémicas do ano passado que ganharam maior visibilidade pública com várias notícias sobre situações que deputados assinalaram presenças no Parlamento sem efetivamente estarem no hemiciclo.

Um dos casos, noticiado pelo semanário Expresso em novembro, foi o do deputado e secretário-geral do PSD, José Silvano, cuja colega de bancada Emília Cerqueira assumiu publicamente ter registado “inadvertidamente” a sua presença em plenário, quando acedeu ao computador do colega para consultar documentos.

Após a polémica com Silvano, o Observador revelou mais dois casos de falsas presenças no plenário a envolver os deputados do PSD José Matos Rosa (então secretário-geral do partido) e Duarte Marques. Ambos os casos são relativos a 2017 e a presença dos deputados foi registada na Assembleia da República quando Matos Rosa estava em viagem a Cabo Verde (3 de fevereiro) e Duarte Marques no Porto  4 de maio).

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como é óbvio e já deveria ser feito há muitos anos e não só as viagens!
    Todo o tipo de ajudas sejam elas quais forem, quem nem deveriam ter direito a elas pois já ganham mais que suficiente para esses custos, têm que ser devidamente comprovados que realmente existiram e posteriormente têm que ser verificados junto das entidades onde houve esses custos para acabar com a palhaçada que existe na assembleia!

RESPONDER

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …

Eventos climáticos extremos podem levar os EUA a uma crise económica, revela estudo

Um relatório recentemente divulgado revela que os eventos climáticos extremos podem levar os Estados Unidos (EUA) a uma crise económica sem precedentes, com uma maior incidência no mercado da energia. "Se o mercado não fizer um …