CV30. O poderoso anticorpo descoberto por cientistas que dá luta ao novo coronavírus

Alissa Eckert / CDC

SARS-CoV-2, o coronavírus que causa a Covid-19

Investigadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, nos Estados Unidos, descobriram um potente anticorpo, encontrado no sangue de um recuperado de covid-19, que interfere com a superfície espinhosa do novo coronavírus, fazendo com que partes desses espinhos se quebrem e impedindo a infeção.

Chama-se CV30 e é uma minúscula partícula em forma de Y que é 530 vezes mais eficaz no combate ao novo coronavírus do que qualquer anticorpo até agora identificado. A conclusão é de uma equipa de cientistas do Fred Hutch, que isolou e identificou este poderoso anticorpo a partir de uma amostra de sangue de um paciente recuperado da covid-19, em Washington.

Leo Stamatatos, Andrew McGuire e Marie Pancera, cientistas que lideraram a investigação, explicaram que entre dezenas de anticorpos gerados naturalmente pelo paciente, infetado logo nos primeiros dias da pandemia, o CV30 é incomparavelmente mais potente.



Com recurso a ferramentas utilizadas na área da física de alta energia, os investigadores conseguiram mapear a estrutura molecular do anticorpo e os resultados da investigação – que revelaram que o CV30 interfere na superfície dos espinhos do SARS-CoV-2, levando-os a quebrarem-se e impedindo, assim, a infeção – foram publicados terça-feira na revista Nature Communications.

“O nosso estudo mostra que esse anticorpo neutraliza o vírus através de dois mecanismos: sobrepõe-se ao alvo do vírus nas células humanas e induz a libertação ou dissociação de parte do pico [do coronavírus]”, detalhou Pancera.

Os resultados da investigação estão num conjunto de imagens 3D geradas por computador que mostram as formas precisas das proteínas que compreendem as estruturas superficiais dos anticorpos, o pico do coronavírus e o local de ligação do pico nas células humanas.

O trabalho da equipa do Fred Hutch com o CV30 baseia-se na de outros biólogos estruturais que estão a estudar uma família crescente de anticorpos neutralizantes potentes contra o novo coronavírus.

O objetivo da maioria das potenciais vacinas contra a covid-19 é estimular e treinar o sistema imunológico para produzir anticorpos neutralizantes semelhantes, que podem reconhecer o vírus como um invasor e interromper a infeção antes que esta se instale no organismo.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente uma boa notícia, ou talvez não…
    Se desta investigação sair um medicamento eficaz, é uma boa notícia ou, se a OMS não aprovar, talvez não…
    Se desta investigação sair um medicamento eficaz que possa ser rapidamente colocado no mercado, é uma boa notícia, se a burocracia e a OMS provocarem uma demora muito grande, talvez não, talvez já nem faça falta.
    Entretanto temos a esperança.

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …