Crise nos combustíveis em Cuba. Dirigentes sugerem o uso de “tração animal”

Marcelo Camargo / ABr

As autoridades cubanas estão a incentivar o uso da “tração animal”, com cavalos, bois e outros, no transporte e na agricultura, devido à escassez de combustível decorrente da interrupção parcial dos envios de combustível da Venezuela.

Face à grave crise energética no país, José Ramón Machado Ventura, número dois do Partido Comunista de Cuba e ex-vice-Presidente do país, defendeu “a variante inevitável da tração animal” para garantir a produção agrícola e aliviar os efeitos do défice energético, noticiou na quinta-feira o Granma, citado pela agência Lusa.

O político de 88 anos referiu-se especificamente ao uso de bois e cavalos – com as suas respetivas “carroças” – para transportar trabalhadores e produtos agrícolas locais, além de usar menos fertilizantes contribuindo para uma economia de recursos.

Segundo a agência estatal ACN, o Presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, visitou esta semana a província oriental de Granma, onde elogiou “as experiências positivas, como o uso de meios de tração animal em diferentes atividades”.

Cuba enfrenta atualmente a pior crise energética desde os anos 90, ao ver interrompido parcialmente os envios de petróleo da Venezuela, algo que o Governo cubano atribui ao ressurgimento do embargo norte-americano e às restrições do Governo de Donald Trump ao petróleo venezuelano.

O último navio com combustível chegou à ilha no sábado e não está previsto que chegue outro até outubro, o que está a provocar restrições no transporte e nas atividades industriais no país, além de gerar receios de possíveis cortes de energia, embora o Governo assegure que é uma “situação conjuntural” cuja solução virá no próximo mês.

Nos últimos dias, o termo “tração animal” tem estado omnipresente na boca dos líderes cubanos assim como na imprensa oficial, na tentativa de conscientizar, especialmente no meio rural, a necessidade de economizar combustível num momento delicado para o país.

O gasóleo é a principal fonte de produção de eletricidade na ilha, bem como o combustível que move máquinas agrícolas, veículos industriais, coletivos e de carga e a maioria dos carros particulares.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cuba não tem nenhuma significante atividade econômica, agrícola, científica, comercial, mineral, etc. Afora fazer grandes negociatas, como a DOAÇÃO de dezenas bilhões de dólares do BNDES, país algum precisa de Cuba, para nada.
    Após as grandes negociatas, o maior negócio de Cuba é a produção de açúcar, que perde em tamanho, para aquela do nosso Estado de Alagoas. Todo o PIB de Cuba não chega a um quarto do PIB da cidade de Santiago, no Chile.
    Dei-me um aliado de Cuba e eu lhe darei um país pobre e uma cleptocracia. Exemplos: Coreia do Norte, Venezuela, etc.

    Há quase 100 anos atrás, o escritor português Fernando Pessoa (1888 – 1935) escreveu: “O comunismo não é um sistema: é um dogmatismo sem sistema — o dogmatismo informe da brutalidade e da dissolução. Se o que há de lixo moral e mental em todos os cérebros pudesse ser varrido e reunido, e com ele se formar uma figura gigantesca, tal seria a figura do comunismo, inimigo supremo da liberdade e da humanidade, como o é tudo quanto dorme nos baixos instintos que se escondem em cada um de nós.” > http://conservadores.com.br/o-anticomunismo-de-fernando-pessoa/

O Ciclo Solar 25 vai afetar a vida na Terra (e a NASA explica como)

A cada 11 anos, o Sol inicia um novo ciclo solar, marcado por períodos de violentas erupções e explosões magnéticas. Em dezembro de 2019, teve início um novo ciclo solar. Na semana passada, a NASA e …

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …