Crise nos combustíveis em Cuba. Dirigentes sugerem o uso de “tração animal”

Marcelo Camargo / ABr

As autoridades cubanas estão a incentivar o uso da “tração animal”, com cavalos, bois e outros, no transporte e na agricultura, devido à escassez de combustível decorrente da interrupção parcial dos envios de combustível da Venezuela.

Face à grave crise energética no país, José Ramón Machado Ventura, número dois do Partido Comunista de Cuba e ex-vice-Presidente do país, defendeu “a variante inevitável da tração animal” para garantir a produção agrícola e aliviar os efeitos do défice energético, noticiou na quinta-feira o Granma, citado pela agência Lusa.

O político de 88 anos referiu-se especificamente ao uso de bois e cavalos – com as suas respetivas “carroças” – para transportar trabalhadores e produtos agrícolas locais, além de usar menos fertilizantes contribuindo para uma economia de recursos.

Segundo a agência estatal ACN, o Presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, visitou esta semana a província oriental de Granma, onde elogiou “as experiências positivas, como o uso de meios de tração animal em diferentes atividades”.

Cuba enfrenta atualmente a pior crise energética desde os anos 90, ao ver interrompido parcialmente os envios de petróleo da Venezuela, algo que o Governo cubano atribui ao ressurgimento do embargo norte-americano e às restrições do Governo de Donald Trump ao petróleo venezuelano.

O último navio com combustível chegou à ilha no sábado e não está previsto que chegue outro até outubro, o que está a provocar restrições no transporte e nas atividades industriais no país, além de gerar receios de possíveis cortes de energia, embora o Governo assegure que é uma “situação conjuntural” cuja solução virá no próximo mês.

Nos últimos dias, o termo “tração animal” tem estado omnipresente na boca dos líderes cubanos assim como na imprensa oficial, na tentativa de conscientizar, especialmente no meio rural, a necessidade de economizar combustível num momento delicado para o país.

O gasóleo é a principal fonte de produção de eletricidade na ilha, bem como o combustível que move máquinas agrícolas, veículos industriais, coletivos e de carga e a maioria dos carros particulares.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cuba não tem nenhuma significante atividade econômica, agrícola, científica, comercial, mineral, etc. Afora fazer grandes negociatas, como a DOAÇÃO de dezenas bilhões de dólares do BNDES, país algum precisa de Cuba, para nada.
    Após as grandes negociatas, o maior negócio de Cuba é a produção de açúcar, que perde em tamanho, para aquela do nosso Estado de Alagoas. Todo o PIB de Cuba não chega a um quarto do PIB da cidade de Santiago, no Chile.
    Dei-me um aliado de Cuba e eu lhe darei um país pobre e uma cleptocracia. Exemplos: Coreia do Norte, Venezuela, etc.

    Há quase 100 anos atrás, o escritor português Fernando Pessoa (1888 – 1935) escreveu: “O comunismo não é um sistema: é um dogmatismo sem sistema — o dogmatismo informe da brutalidade e da dissolução. Se o que há de lixo moral e mental em todos os cérebros pudesse ser varrido e reunido, e com ele se formar uma figura gigantesca, tal seria a figura do comunismo, inimigo supremo da liberdade e da humanidade, como o é tudo quanto dorme nos baixos instintos que se escondem em cada um de nós.” > http://conservadores.com.br/o-anticomunismo-de-fernando-pessoa/

RESPONDER

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …

Trump abandona conferência de imprensa após ser confrontado por jornalista com mentira que disse 150 vezes

O Presidente norte-americano abandonou uma conferência de imprensa, este sábado, depois de ter sido confrontado por uma jornalista com uma mentira que já terá dito mais de 150 vezes sobre cuidados de saúde para os …