Covid-19 pode ter chegado aos EUA em dezembro de 2019. País prepara-se para o pior inverno da história

Justin Lane / EPA

Depois de ter sido confirmado que o novo coronavírus já circulava em Itália desde setembro de 2019, agora surge um relatório que refere que a covid-19 pode ter infetado um pequeno número de pessoas nos Estados Unidos já em Dezembro, muito antes de o primeiro caso de ter sido diagnosticado no país a 19 de Janeiro.

A informação surge num relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, que tem estado a analisar amostras de sangue de Dezembro da Cruz Vermelha norte-americana.

De acordo com os investigadores, foram detetados anticorpos para a covid-19 em várias amostras de sangue recolhidas pela Cruz Vermelha entre 13 de Dezembro de 2019 e 17 de Janeiro de 2020 em doadores anónimos de nove estados norte-americanos. Dos 7.389 doadores de sangue, 106 tinham anticorpos específicos para o novo vírus.

Sendo assim, a equipa da CDC refere que “estas descobertas sugerem que o SARS-CoV-2 pode ter sido introduzido nos Estados Unidos antes de 19 de Janeiro de 2020”.

Não é possível determinar de que forma as infeções surgiram. Contudo, um inquérito prévio feito aos doadores revela que menos de 3% das pessoas viajaram para fora dos Estados Unidos nos 28 dias antes da colheita de sangue. Dessas, apenas 5% viajaram para a Ásia.

“Embora os investigadores do CDC tenham encontrado anticorpos que reagiram ao vírus em doações de sangue em todos os nove estados que fizeram parte deste estudo, a percentagem de amostras de sangue com esses anticorpos foi muito baixa indicando que o vírus não estava disseminado na população”, sublinha Susan Stramer, vice-presidente de Assuntos Científicos da Cruz Vermelha Americana, em comunicando.

EUA preveem pior inverno da história

Numa altura em que a pandemia já está presente no país há mais de 10 meses, o diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC), Robert Redfield, assumiu na quarta-feira que o sistema de saúde está a enfrentar os meses mais difíceis da sua história devido ao forte crescimento da pandemia.

“A realidade é que os meses de dezembro, janeiro e fevereiro vão ser tempos difíceis. De facto, penso que serão os mais difíceis da história da saúde pública nesta nação, em grande parte devido ao stress que vai ser colocado no nosso sistema de saúde“, disse Robert Redfiel numa conferência.

Redfield estimou que até fevereiro de 2021, terão morrido 450.000 pessoas nos Estados Unidos por causa da covid-19, o que significa mais 180.000 mortes só em dezembro e janeiro.

Esse número, poderia ser inferior, admitiu o responsável do CDC, porém manifestou-se pessimista quanto à atitude dos americanos. “A verdade é que a mitigação funciona. Mas não vai funcionar se apenas metade de nós fizer o que tem de ser feito. Provavelmente, nem mesmo se três quartos de nós o fizermos”, disse.

O país aguarda agora a aprovação e distribuição de vacinas da Pfizer e da Moderna Pharmaceuticals, o que poderá acontecer nos próximos dias.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …