Covid-19 pode ter chegado aos EUA em dezembro de 2019. País prepara-se para o pior inverno da história

Justin Lane / EPA

Depois de ter sido confirmado que o novo coronavírus já circulava em Itália desde setembro de 2019, agora surge um relatório que refere que a covid-19 pode ter infetado um pequeno número de pessoas nos Estados Unidos já em Dezembro, muito antes de o primeiro caso de ter sido diagnosticado no país a 19 de Janeiro.

A informação surge num relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, que tem estado a analisar amostras de sangue de Dezembro da Cruz Vermelha norte-americana.

De acordo com os investigadores, foram detetados anticorpos para a covid-19 em várias amostras de sangue recolhidas pela Cruz Vermelha entre 13 de Dezembro de 2019 e 17 de Janeiro de 2020 em doadores anónimos de nove estados norte-americanos. Dos 7.389 doadores de sangue, 106 tinham anticorpos específicos para o novo vírus.

Sendo assim, a equipa da CDC refere que “estas descobertas sugerem que o SARS-CoV-2 pode ter sido introduzido nos Estados Unidos antes de 19 de Janeiro de 2020”.

Não é possível determinar de que forma as infeções surgiram. Contudo, um inquérito prévio feito aos doadores revela que menos de 3% das pessoas viajaram para fora dos Estados Unidos nos 28 dias antes da colheita de sangue. Dessas, apenas 5% viajaram para a Ásia.

“Embora os investigadores do CDC tenham encontrado anticorpos que reagiram ao vírus em doações de sangue em todos os nove estados que fizeram parte deste estudo, a percentagem de amostras de sangue com esses anticorpos foi muito baixa indicando que o vírus não estava disseminado na população”, sublinha Susan Stramer, vice-presidente de Assuntos Científicos da Cruz Vermelha Americana, em comunicando.

EUA preveem pior inverno da história

Numa altura em que a pandemia já está presente no país há mais de 10 meses, o diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC), Robert Redfield, assumiu na quarta-feira que o sistema de saúde está a enfrentar os meses mais difíceis da sua história devido ao forte crescimento da pandemia.

“A realidade é que os meses de dezembro, janeiro e fevereiro vão ser tempos difíceis. De facto, penso que serão os mais difíceis da história da saúde pública nesta nação, em grande parte devido ao stress que vai ser colocado no nosso sistema de saúde“, disse Robert Redfiel numa conferência.

Redfield estimou que até fevereiro de 2021, terão morrido 450.000 pessoas nos Estados Unidos por causa da covid-19, o que significa mais 180.000 mortes só em dezembro e janeiro.

Esse número, poderia ser inferior, admitiu o responsável do CDC, porém manifestou-se pessimista quanto à atitude dos americanos. “A verdade é que a mitigação funciona. Mas não vai funcionar se apenas metade de nós fizer o que tem de ser feito. Provavelmente, nem mesmo se três quartos de nós o fizermos”, disse.

O país aguarda agora a aprovação e distribuição de vacinas da Pfizer e da Moderna Pharmaceuticals, o que poderá acontecer nos próximos dias.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …