Covid-19. Testes em humanos para mais uma vacina estão quase a arrancar

Luca Zennaro / EPA

Uma equipa de investigadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, vai começar a testar em humanos dentro de um mês e espera conseguir uma vacina contra a Covid-19 até ao final do ano.

Depois de China e Estados Unidos terem anunciado testes em humanos para uma nova vacina da Covid-19, é a vez do Reino Unido entrar na corrida para encontrar a cura. Investigadores da Universidade de Oxford vão começar a testar em humanos dentro de um mês e esperam ter uma vacina pronta até ao final do ano.

O laboratório Public Health England (PHE) revela que os testes em animais estão previstos para a próxima semana, escreve o Expresso. No caso dos humanos, os cientistas vão começar com um pequeno grupo e, se os resultados forem positivos, vão avançar para um grupo maior.

“Estamos consciente que a vacina é necessária o mais rapidamente possível e certamente em junho-julho que é quando esperamos um pico da mortalidade”, disse Adrian Hill, do Instituto Jenner de Oxford, em declarações ao The Guardian.

Esta não é uma situação normal. Vamos começar os testes com todos os requisitos de segurança, mas assim que a vacina comece a funcionar posso antecipar que vamos acelerar para salvarmos vidas. Quanto mais cedo conseguirmos disponibilizar mais vacinas, melhor”, acrescentou.

A vacina testada recorre a uma réplica não prejudicial do vírus, que ajuda a produzir imunidade ao novo coronavírus.

Todavia, especialistas advertiram para o risco de uma eventual vacina contra a Covid-19 se revelar ineficaz se não se souber como é que o sistema imunitário pode combater o coronavírus que causa a doença que se tornou uma pandemia.

A observação é feita num artigo publicado na revista científica Nature, que cita virologistas dos Estados Unidos, onde se ensaia, em Seattle, uma vacina em 12 pessoas saudáveis.

“Não sabemos assim tanto sobre a imunidade a este vírus”, assinalou o imunologista da Universidade de Washington Michael Diamond. O virologista Stanley Perlman, da Universidade de Iowa, realçou que as pessoas podem ficar infetadas com o novo coronavírus mesmo se tiverem concentrações elevadas de anticorpos contra este tipo de vírus, que causa infeções respiratórias como pneumonia.

A vacina que está a ser testada em Seattle visa capacitar o sistema imunitário para produzir anticorpos que reconheçam e bloqueiem a proteína que o coronavírus SARS-CoV-2 usa para entrar nas células humanas. Para Michael Diamond, especialista em imunologia viral, uma vacina assim concebida pode não chegar.

Os especialistas sugerem que uma vacina eficaz contra o novo coronavírus poderá ter que estimular o corpo a gerar anticorpos que bloqueiem outras proteínas virais ou fazer com que as células T (células que defendem o organismo contra agentes infecciosos) reconheçam o SARS-CoV-2 e matem as células que foram infetadas.

Num teste com ratos e porquinhos-da-índia, uma vacina desenvolvida pela farmacêutica Inovio induziu a produção de anticorpos e células T contra o novo coronavírus. Face aos resultados obtidos, o laboratório prepara-se para avançar com um ensaio clínico em abril.

O cientista Peter Hotez, da Universidade Baylor, considera que potenciais vacinas devem ser testadas primeiro em animais para se perceber, com segurança, a sua eficácia: por exemplo, se houve uma melhoria dos sintomas associados à infeção pelo novo coronavírus. Por vezes, acontece que pessoas vacinadas desenvolvem uma forma mais severa de uma infeção, depois de infetadas por um vírus, do que as pessoas que não estavam vacinadas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 235 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.800 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 86.600 recuperaram da doença.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …

Investigadores descobrem porque há pessoas infetadas sem sintomas de covid-19

Investigadores do hospital universitário de Aarhus, na Dinamarca, descobriram que algumas pessoas infetadas com o novo coronavírus não desenvolvem sintomas porque este poder ocultar o seu genoma para não ser reconhecido. Como noticiou esta sexta-feira o …