Covid-19 chegou à Casa Branca. Funcionários obrigados a usar máscara na Ala Oeste

Oliver Contreras / POOL / EPA

A pandemia de covid-19 chegou à Casa Branca, depois de uma assessora de Mike Pence ter acusado positivo no teste à covid-19. Alguns membros do grupo de trabalho de resposta à pandemia decidiram ficar em isolamento, outros fizeram saber que continuariam a ir trabalhar.

Mike Pence, que lidera o grupo de trabalho, decidiu isolar-s após o teste positivo da sua porta-voz, Katie Miller. De acordo com a Associated Press, o vice-presidente está voluntariamente a limitar a sua exposição e a trabalhar a partir de casa. Pence foi submetido a testes à covid-19, tendo acusado negativo.

A decisão do vice-presidente acontece depois de três membros do grupo se terem colocado em quarentena após contacto com Miller. Um desses membros é Anthony Fauci, o diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas (NIAID), que acusou negativo. Os outros dois são Robert Redfield, diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), e Stephen Hahn, comissário da Food and Drug Administration, a agência federal responsável pela proteção e promoção da saúde pública nos Estados Unidos.

Por outro lado, de acordo com o jornal norte-americano The Washington Post, funcionários da Casa Branca foram instruídos pelos seus supervisores a continuarem a ir trabalhar.

Além disso, os assessores que viajam com o Presidente norte-americano, Donald Trump, e Pence não irão cumprir a quarentena de 14 dias.

Apesar de Katie Miller ser casada com Stephen Miller, um dos principais conselheiros de Trump, o Presidente já garantiu não estar preocupado e continua a não usar máscara.

“Se os seus próprios funcionários usarem máscaras, isso passa a imagem de uma situação bastante pior e mais perigosa do que ele tem retratado há semanas. E se os seus apoiantes veem esse tipo de imagens, não vão gostar. Na cabeça de Trump, fazê-lo seria uma admissão de culpa. Ele estaria a admitir que esteve errado no início e este é um Presidente que nunca reconhece um erro”, explicou o gestor de relações públicas Russell Schaffer, em declarações ao semanário Expresso.

Máscaras na Ala Oeste

Apesar de Trump não usar máscara, a Casa Branca ordenou esta segunda-feira a todos os funcionários que tenham acesso à Ala Oeste que usem sempre máscaras quando saírem dos respetivos locais de trabalho, norma cuja aplicação não está pensada para o Presidente nem para o vice-presidente.

A medida foi divulgada entre os funcionários através de um documento interno, a que tiveram acesso vários meios de comunicação.

A Ala Oeste é a parte do edifício onde está a residência presidencial, incluindo a Sala Oval, que é o gabinete de trabalho do Presidente, alguma salas de reunião e a sala da imprensa, além do espaço de trabalho dos jornalistas. A maior parte dos funcionários da Casa Branca trabalha fora da Ala Oeste, num edifício cinzento, designado Eisenhower, ao lado da histórica mansão.

A diretiva permite que os funcionários retirem a máscara quando estejam sentados às suas secretárias, sempre que consigam manter uma distância de 1,8 metros em relação a outros, o que nem sempre é possível na compacta Ala Oeste.

Esta segunda-feira, Trump admitiu a possibilidade de vir a limitar os seus contactos com Pence. Interrogado durante uma conferência de imprensa sobre medidas para limitar os seus contactos de maneira preventiva, Trump respondeu: “É uma coisa sobre a qual é provável que falemos, durante este período de quarentena”. Trump assegurou que vai falar com Pence: “Podemos falar ao telefone”.

Trump discute com jornalistas e abandona briefing

O briefing diário de segunda-feira ficou também marcado pela saída tempestiva de Donald Trump após discutir com duas jornalistas, de acordo com o Observador.

O primeiro incidente foi com Weijia Jiang, da CBS, que perguntou a Trump por que motivo está fixado em comparar a capacidade norte-americana de fazer testes à covid com a de outros países. “Essa é uma pergunta que deveria fazer à China. Não me pergunte a mim, pergunte à China.”

Trump chamou Kaitlan Collins, da CNN, enquanto a jornalista americana-asiática da CBS perguntava ao presidente por que motivo lhe estava a responder, a si especificamente, aquilo. “Respondo a quem quer que me faça uma pergunta maldosa dessas”, disse Trump.

Quando a repórter da CNN ia lançar a sua pergunta, Trump interrompeu-a e passou a vez ao jornalista seguinte, argumentando que quando lhe pediu para falar, ela não o fez.

Antes de lançar a sua pergunta, Collins esperou que Jiang respondesse ao presidente. Enquanto a jornalista tentava colocar a sua questão, Trump acabou por sair do pódio, abandonando o briefing.

Os Estados Unidos já ultrapassaram os 80 mil óbitos por infeção de covid-19, sendo o país mais afetado pela doença. Em abril, mas de 20 milhões de pessoas perderam o emprego.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pessoas que enfrentam bem a manhã são mais saudáveis (e trabalham melhor)

Vários estudos têm demonstrado que algumas pessoas enfrentam as manhãs de forma naturalmente melhor, o que faz com que tenham um conjunto de diferenças cerebrais que as tornam mais felizes quando acordam. Por outro lado, as …

Cavalos, elefantes e peixes. Circo alemão substitui animais por hologramas gigantes

Após muitas críticas e polémicas à volta do uso de animais em circos, o Circo Roncalli decidiu substituí-los por hologramas, tornando-se o pioneiro nesta abordagem futurista. Os circos têm uma história polémica devido ao facto de …

FC Porto 2-3 SC Braga | Vitória no Dragão leva Braga à final da Taça

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 3-2, em jogo da segunda mão da meia-final da Taça da Portugal de futebol, e garantiu um lugar na final da competição. Depois do empate (1-1) …

Mona Lisa: a cadeira escondida que transforma o significado da obra de Da Vinci

O quadro da autoria de Leonardo Da Vinci é a obra de arte mais famosa do mundo. Contudo, há um detalhe que tem passado despercebido: a cadeira onde a misteriosa mulher está sentada. Escondida, mas …

"Projeto Xueliang". O plano chinês para fiscalizar 100% do espaço público

O "Projeto Xueliang" da China tem como objetivo fiscalizar a totalidade do espaço público, transformando vizinhos em agentes de vigilância do Estado. Em 2016, o município de Pingyi, localizado sete horas a norte de Shangai, tinha …

Há quem tome medicamento para cavalos para tratar covid-19, podendo envenenar-se acidentalmente

A pandemia de covid-19 gerou uma série de desinformações, algumas levando as pessoas a tomar medicamentos não prescritos para tratamento da doença, colocando em risco a sua saúde. Quando a cloroquina, medicamento para tratar a malária, …

Parece o "Batmóvel", é movido a energia solar e pode ser produzido em massa

A Aptera Motors está a preparar-se para lançar o primeiro automóvel movido a energia solar a ser produzido em massa até ao final do ano. A Aptera Motors, uma empresa norte-americana, apresentou recentemente o primeiro carro …

George Floyd. Minneapolis ia contratar influencers para combater desinformação durante julgamento de Derek Chauvin

A cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos, planeava contratar seis influencers para ajudar a partilhar informações durante o julgamento de Derek Chauvin, o ex-polícia acusado de assassinar George Floyd. De acordo com a CNN, o plano …

Imagens revelam que a Coreia do Norte oculta local onde armazena armas nucleares. EUA planeiam agir

As imagens de satélite mostram que a Coreia do Norte tomou medidas para ocultar uma instalação, que as agências de inteligência dos EUA acreditam estar a ser usada para armazenar armas nucleares. A situação fez …

Antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi recebeu envelope com duas balas

O antigo chefe do governo italiano Matteo Renzi recebeu, esta quarta-feira, um envelope com duas balas no interior, uma ameaça imediatamente denunciada por toda a classe política. O envelope foi entregue diretamente na sede do Senado, …