Costa vai a Praga para bloquear corte de 12% nos fundos estruturais

d.r. Conselho da União Europeia

Primeiro-Ministro António Costa com a Chanceler alemã Angela Merkel

António Costa vai participar numa reunião na República Checa, no início de novembro, para poder formar, juntamente com outros 11 países que também são beneficiários líquidos dos fundos estruturais da União Europeia, uma “frente unida” contra os cortes propostos pela Finlândia.

A Finlândia assumirá a presidência rotativa da União Europeia (UE) em janeiro de 2020. O objetivo será garantir que os cortes dos fundos estruturais recebidos por Portugal não chegue aos 12%, como pode vir a ser se forem aplicadas as pretensões de países como a Finlândia ou a Alemanha, que desejam contribuir menos para o orçamento europeu. Até agora, o valor em cima da mesa era um corte de 7%.

De acordo com o Expresso, está em causa o quadro financeiro plurianual de 2021-2027, e a percentagem do respetivo PIB que cada país vai receber. Fixados até aqui nos 1%, esse valor terá de ser revisto após a saída do Reino Unido da UE. Se fosse para manter o mesmo valor de financiamento já após a saída do Reino Unido, essa percentagem teria de subir para os 1,16%.

A questão é que não há consenso a nível europeu para essa percentagem – e o que é mais certo é que esta venha a descer.

O Parlamento Europeu aprovou uma moção em que o valor estaria nos 1,3% – o que representaria até um aumento aos valores praticados entre 2014-2020, mas a Comissão Europeia propôs 1,1%, valor que resultaria já numa redução em relação aos valores dos últimos anos – os tais 7%.

O debate acendeu depois de a Finlândia ter apresentado uma proposta que tem como objetivo baixar ainda mais o valor, para uma percentagem que vá dos 1,03% aos 1,08%. O valor fica ainda mais baixo quando são tidas em conta as pretensões de cinco países que são contribuintes líquidos da UE (Alemanha, Áustria, Dinamarca, Holanda e Suécia), todos defensores de 1%.

No caso particular de Portugal, o corte previsto pela Comissão Europeia de 7% iria retirar ao nosso país 1,6 mil milhões de euros de fundos europeus. Se o valor for o defendido pela Finlândia, o corte será até 12%, podendo chegar assim aos 2,8 mil milhões euros.

Estes valores não satisfazem Portugal nem os restantes países que vão estar reunidos em Praga no início de novembro, que formam o grupo dos Amigos da Coesão – grupo de países beneficiários líquidos da UE, composto também por Bulgária, Chipre, Croácia, Eslováquia, Eslovénia Estónia, Grécia, Hungria, Letónia, Lituânia, Malta, Polónia e República Checa.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Supremo recusa levantar arresto de bens a Rui Rangel e Fátima Galante

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, esta quinta-feira, recursos dos ex-juízes, arguidos no processo "Operação Lex", que contestavam o arresto dos seus bens. No acórdão proferido, a que a agência Lusa teve acesso, o Supremo …

Portugueses a partir dos 60 anos vão ter segunda dose AstraZeneca

Após os casos de coágulos, a DGS só vai mudar o esquema vacinal aos mais jovens, sendo que população com mais de 60 anos que tomou a vacina da Astrazeneca irá receber a segunda dose …

Messi já tem uma decisão tomada em relação ao seu futuro

Andoni Zubizarreta, dirigente do Barcelona, garante que Lionel Messi já tomou uma decisão em relação ao seu futuro no clube, embora não saiba qual é. Depois da novela que foi a situação de Lionel Messi no …

Menos dinheiro para estradas e mais para as empresas. Governo apresenta a versão final do PRR

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) vai ser divulgado na sua versão final esta sexta-feira. Durante a manhã, será apresentado ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. A apresentação do Plano de Recuperação e …

Os lobos de Yukon mudaram a dieta para sobreviver à extinção da Idade do Gelo

Os lobos cinzentos (Canis lupus) do território de Yukon, no Canadá, sobreviveram à extinção no final da última Idade do Gelo adaptando a sua dieta ao longo de milhares de anos. Os lobos cinzentos estão entre …

Termina esta sexta-feira 2.ª fase de adesão a medidas voluntárias na TAP

Termina esta sexta-feira a segunda e última fase de adesão a medidas voluntárias para os trabalhadores da TAP, depois de a companhia ter concedido mais uma semana aos colaboradores para analisarem as opções. A TAP anunciou …

EDP entrega aos deputados contratos das barragens, mas pede confidencialidade

Depois do pedido de esclarecimentos de alguns deputados, a EDP enviou ao Parlamento mais de 1500 páginas de documentos sobre os negócios das barragens, mas pediu confidencialidade.  A EDP já enviou ao Parlamento a sua resposta …

Tiroteio em armazém da FedEx nos EUA faz pelo menos oito mortos

Pelo menos oito pessoas morreram, esta quinta-feira à noite, no tiroteio ocorrido num armazém da empresa de serviços postais FedEx em Indianápolis, no estado norte-americano do Indiana. Segundo a porta-voz da polícia de Indianápolis, Genae Cook, …

Cientistas traduziram a estrutura de uma teia de aranha em música

Uma equipa de investigadores garante ter criado música a partir de uma teia de aranha. Os cientistas traduziram a estrutura de uma teia numa melodia — algo que pode ter aplicações que vão desde melhores …

Mais de 10 deputados suspeitos de declararem moradas falsas. Duarte Pacheco e João Almeida entre eles

A deputada do Bloco de Esquerda, Sandra Cunha, renunciou ao mandato na Assembleia da República por estar a ser investigada pelo Ministério Público (MP) por falsa morada. Contudo, a bloquista não é a única. De acordo …