O dilema de Costa nas negociações: de um lado a esquerda que quer “destroikar”, do outro Centeno que deixa avisos

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

António Costa vai dar início às negociações sobre o Orçamento do Estado em julho, mas está numa encruzilhada: se, de um lado, tem a esquerda a pressioná-lo com o dossiê do Código do Trabalho; do outro tem Mário Centeno, na pele de governador do Banco de Portugal, que deixa avisos.

A esquerda quer “destroikar” o Código do Trabalho, mas o atual governador do Banco de Portugal (BdP) pede que não se mexa numa legislação laboral que mostrou ser a adequada à situação de crise.

A duas semanas do início das negociações sobre o Orçamento do Estado, António Costa está perante um dilema: de um lado, os seus antigos parceiros de geringonça; do outro, o seu antigo ministro das Finanças, Mário Centeno.

O Expresso salienta que, na apresentação da sua moção ao congresso do PS, Costa disse que “não podemos sair desta crise com a legislação do trabalho que tínhamos”.

A esquerda interpretou a frase como “marketing”. Mesmo assim, o Bloco de Esquerda apresentou um projeto de lei para regularizar a situação dos trabalhadores das plataformas digitais, dando direitos aos estafetas, e o PCP marcou um agendamento na Assembleia da República para debater os seus quatro projetos na próxima semana.

Se as palavras do secretário-geral socialista tiveram impacto à esquerda, também ficaram grudadas na memória de Mário Centeno. Mais, fizeram soar o alarme do defensor da estabilidade da legislação.

O governador do BdP entende que “deve ser dada prioridade à estabilidade da legislação laboral” e “à sua previsibilidade”. Foi isso mesmo que afirmou na apresentação do boletim económico do junho, através de um elogio rasgado à resiliência das leis laborais.

“A nossa, minha, avaliação [da legislação laboral] é muito positiva face às respostas que o mercado de trabalho deu aos desafios, tanto no pré-crise, como na crise”, sublinhou Mário Centeno.

O semanário detalha que o ex-ministro defende que o Governo deve apenas agir nas margens (ou seja, a atuação das políticas públicas dos apoios sociais deve cingir-se a casos específicos) e não haver uma revolução nas leis laborais.

O Código do Trabalho é o calcanhar de Aquiles na relação com a esquerda, especialmente para o PCP: o partido defende com unhas e dentes este dossiê e António Costa tem de segurar os comunistas – isto se quiser garantir que tem Orçamento do Estado para o próximo ano.

  Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …